http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Poemas -> Amor : 

OLHAR DE AMOR (Inédito!)

 
Tags:  amor    fantasia    sedução  
 
<div><embed src="http://widget-73.slide.com/widgets/slideticker.swf" type="application/x-shockwave-flash" quality="high" scale="noscale" salign="l" wmode="transparent" flashvars="cy=lt&il=1&channel=432345564275479667&site=widget-73.slide.com" style="width:600px;height:425px" name="flashticker" align="middle"></embed><div style="width:600px;text-align:left;"><a href="http://www.slide.com/pivot?cy=lt&at=u ... 5564275479667&map=1" target="_blank"><img src="http://widget-73.slide.com/p1/4323455 ... /images/xslide1.gif" border="0" ismap="ismap" /></a> <a href="http://www.slide.com/pivot?cy=lt&at=u ... 5564275479667&map=2" target="_blank"><img src="http://widget-73.slide.com/p2/4323455 ... /images/xslide2.gif" border="0" ismap="ismap" /></a> <a href="http://www.slide.com/pivot?cy=lt&at=u ... 5564275479667&map=F" target="_blank"><img src="http://widget-73.slide.com/p4/4323455 ... images/xslide42.gif" border="0" ismap="ismap" /></a></div></div>


OLHAR DE AMOR

De olhos bem fechados tramaria
A simplicidade na medida certa...
Na paixão que meu coração urdia
Compensaria a realidade incerta...

E assim fazia-se luz onde era treva
E a escuridão reluzia como jóia rara,
Algo que apetecia o cheiro da relva,
Desnudando o que não se mascara...

Pois olhar de amor sempre encontra
As belezas mais ternas e eternas,
Verdadeiras emoções reencontra,
Vê o que não se vê, não é externo...


Ibernise.
Indiara (Goiás\Brasil), 26.09.2009.
Núcleo Temático Filosófico.
Direitos autorais reservados/Lei n. 9.610 de 19.02.1998.

Para desativar o som clic no canto superior esquerdo.Obrigada.
 
Autor
Ibernise
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1076
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
10
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 27/09/2009 00:48  Atualizado: 27/09/2009 00:48
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: OLHAR DE AMOR (Inédito!)
...incisivo olhar sobre o poder do amor "que vê o que não se vê, não é externo". que tem no desamor o seu contrário...belíssimo poema Ibernisse

bjins
arfemo


Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 27/09/2009 01:38  Atualizado: 27/09/2009 01:38
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 665
 Re: OLHAR DE AMOR (Inédito!)
Ibernise
O olhar do amor vê o que não é palpável, quase o que não existe. Belo poema. Aproveito a oportunidade para exaltar o seu poder de expressão na nossa amada língua, reconhecendo a minha dificuldade em alcançar muitos dos seus vôos.
O meu abraço
Anonius


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/09/2009 02:34  Atualizado: 27/09/2009 02:34
 Re: OLHAR DE AMOR (Inédito!)
Está ai um poema lindo e apaixonado pela vida e pelo amor, lindo olhar descrito numa encantadora poesia.

Beijos do filhote de cruz credo


Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 28/09/2009 01:14  Atualizado: 28/09/2009 01:14
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3191
 Re: OLHAR DE AMOR (Inédito!)
Olá Querida Ibernise,

O amor não conseguimos vê-lo mas sentí-lo, muito bem escrito e sensível poema!
Vai para os meus favoritos.

Um beijinho no coração.

Fhatima


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 28/09/2009 01:36  Atualizado: 28/09/2009 01:36
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14656
 Re: OLHAR DE AMOR (Inédito!) p/Ibernise
Querida amiga Ibernise

Sempre fico a pensar nesta magia
que nos toca tão profundamente
em saber o quanto um olhar pode
significar sem ao menos nos o
podermos pegar...

Maravilhoso o teu poema

Beijinhos no coração

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...