http://spumis.pt/
 
Poemas : 

TEIA DA VIDA!

 
<embed wmode="opaque" src="http://static.ning.com/socialnetworkm ... ?v=4.12.2%3A631fea4" FlashVars="config=http%3A%2F%2Fmaresiaspoetasportugueses.ning.com%2Fvideo%2Fvideo%2FshowPlayerConfig%3Fid%3D2551902%253AVideo%253A14863%26ck%3D-&video_smoothing=on&autoplay=off&isEmbedCode=1" width="456" height="344" bgColor="#CDEB8B" scale="noscale" allowScriptAccess="always" allowFullScreen="true" type="application/x-shockwave-flash" pluginspage="http://www.macromedia.com/go/getflashplayer"> </embed> <br /><small><a href="http://maresiaspoetasportugueses.ning.com/video/video">
Poema:TEIA DA VIDA
By:Lufague
Recito:Arison
Música:Secrets Garden
Imagens:net

Sou tecelã, percebo a vida como um entrelace de instantes e sentimentos
Vou compondo minha teia em fios na coordenação ou inaptidão de minha habilidade
Vou tecendo a vida em ornamentação e entrecortar, do fazer e refazer. Assim sou tecelã a entreter-me em fios.Fios dourados e brilhantes, mas, que por vezes se enrolam em nós que só a custo se desatam.Tranço a vida também em cipós, que se tornam chicotes de açoites, ou em contrapôs num emaranhado de fios de estopa que em serventia lavo os sentimentos, esses que tecem as intrigas, as covardes disputas e por fim, esses mesmos fios me limpam as culpas.Vou tramando meus fios em teias de mera fortuna e infortúnios, feito a teia de Penélope. No recomeçar indefinidamente, até me deparar ao acaso com um filete de lâmina a cortar a trama de minha teia.
Lufague



Das palavras, as mais simples. Das simples, a menor.” Winston Churchill

 
Autor
miriade
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2190
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 28/09/2009 22:27  Atualizado: 28/09/2009 22:27
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3193
 Re: TEIA DA VIDA!
Olá Amiga,

Uma teia que a vida impõe e você acolheu, magistral poema!

Um beijinho no coração.

Fhatima
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...