Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

195 visitantes online (88 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 5
Leitores: 190

HugoDiasMarduk, aquazulis, AlmaMater, Volena, Jmattos, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas -> Esperança : 

Corro atrás mereço!

Tags:  VELHOS TEMPOS    cansaço em nós  
 
CORRO ATRÁS MEREÇO!

Tantas coisas em que pensar!?
Como nos velhos tempos meu coração,
Ainda é quase o mesmo vulcão!
Não se deixa desencorajar.

Quero cantar até a voz me doer
Aceitar o que a Vida me oferecer
Não vou deixar de acreditar!
E hoje resta um dia mais p'ra lembrar.
No céu pairam cortinas de nuvens em bando
E por mim o instante já está passando.

Mais um dia e na distância percorrida
Mais um,acrescento, ao resumo da minha vida.
Mas não esmoreço!
Procuro nesga de luz sem demora
No meio de nenhures...
Vinda duma estrela, perdida algures!?
Corro atrás, mereço!
Agora eu, a noite e mais ninguém.
O cansaço em nós a chegar,
Perdeu o dia, está triste... eu também!
Caminhamos par a par.

Ah! Mas o que eu quero é ser feliz!
Que importa, só mais um dia?
Deus o levou, assim o quiz!
Mas deu-me a noite por companhia.

rosafogo



Na plenitude da felicidade, cada dia é uma vida inteira.
Johann Wolfgang Von Goethe



Autor
rosafogo
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 1191
Favoritos 2
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
À ANA.W e sua Ironia
a menina do meu sonho...memórias
liberto os poemas...
o esquecimento abre passagem
o vinho era o demónio...memórias
Aleatórios
é louco nosso amor
É ASSIM MINHA POESIA
MORRO POR TI
SE É DOR AMAR
cala-te ó vento...
Favoritos
«« Cantiga ao disparate«« - Antónia Ruivo
A VERDADEIRA HISTÓRIA DA CHUVA - Sterea
Realidade - eduardas
Jardim Das Acácias - Gyl
Parabens Haeremai - Liliana Jardim
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 27/11/2009 22:10  Atualizado: 27/11/2009 22:10
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: Corro atrás mereço!
...gostei deste regresso ao futuro...nem que seja apenas mais um dia...e isso importa? ...se é a nossa alegria...

beijos Rosa
arfemo

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/11/2009 22:35  Atualizado: 27/11/2009 22:35
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!/Arfemo
Obrigado Poeta amigo, de quem já tinha saudades.
É sempre muito bom receber palavras suas, é sempre uma sorte e um bom momento para mim.
Bem haja, lhe agradeço do coração.

beijos Arfemo
rosa

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 27/11/2009 22:35  Atualizado: 27/11/2009 22:35
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 16345
 Re: Corro atrás mereço!
Ah, e a noite é uma menina sabe nos receber bem em seu colo próspero. O futuro? È só abrir a janela.
Gostei dessa vibração boa do seu poema.
Um beijo querida.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/11/2009 22:41  Atualizado: 27/11/2009 22:43
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!/Vania
AH! Que bom receber teu elogio, muito bom mesmo,
fico animada e mimada com o acolhimento que sempre a minha poesia tem por parte dos amigos.
Hoje está demasiado simples, cheguei à aldeia e
ainda nem bem me acomodei, então sentei pertinho da lareira, chegou entretanto a noite me fez companhia e escrevi a poesia (sobre mim e ela).

Minha querida beijinho
obrigada, gostei muito do apreço e carinho

rosa

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 27/11/2009 23:12  Atualizado: 27/11/2009 23:12
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Corro atrás mereço!
Olá Rosafogo!

Um dia estava eu no escritório e o contabilista, homem de contas, estava desesperado em encontrar um erro de 2 cêntimos.
Para mim era estranho, por tão pouco dinheiro perder tanto tempo, era mais fácil e mais barato ignorar.
Disse-lhe o que pensava, e ele quase me deu uma reprimenda pela estupidez da minha facilidade perante um trabalho sério. Explicou-me que o problema não era os cêntimos mas sim a conta dar errada. Estávamos naquele tempo em que a máquina de calcular tirava um fita de papel sem fim, e o homem lá continuou à procura do seu erro.

Cara Amiga, um dia pode não parecer muito, realmente poderia até concordar que ao fim dos meus 47 anos mais um dia menos um dia tanto faz. Mas o problema é que a conta dá errada, e isso obrigava-me a fazer de novo as contas, procurar o erro. Viver o dia é fundamental, ser feliz em cada dia ainda mais.
Basta pensar na quantidade de poesia que escreve num dia.
É ou não importante um dia.
Um beijo
JLL

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/11/2009 23:38  Atualizado: 27/11/2009 23:51
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!Joséluislopes
Amigo Jose Luis
Importante mesmo para mim hoje, foram as palavras
dum Poeta que pela primeira vez me comenta e das quais me sinto orgulhosa e agradeço.

É fantástico como me trouxe à ideia um episódio da minha vida exactamente igual, trabalhava eu
teria os meus 21 anos na Assistência Nac. aos
Tuberculosos, fazia a contabilidade e faltou-me um tostão é verdade! Então passei um sabádo que
em princípio seria de descanso, para achar o
bendito tostão e como foi difícil, passei por
ele vezes sem conta, mas era importante porque havia a conta que, tinha que ficar certa.

Se é importante um dia?! Então na minha que levo
mais quase vinte, imagine amigo.
O meu problema em querer esquecer é porque me dá muita raiva perdê-lo sabendo que pouco aproveitei, ao
fim do dia sempre esta mesma sensação.
A poesia é realmente importante no meu dia, fazê-la ou ler os outros poetas.

Foi muito bom ter este dedinho de conversa com
o Poeta, mais uma vez obrigado.

abraço
rosa

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 27/11/2009 23:28  Atualizado: 27/11/2009 23:28
Colaborador
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Corro atrás mereço!
O poema envolve-nos,
enternece-nos,
a tua escrita tem essa particularidade.
Rosa, vem depois a quadra final,
arrasadora.

"Ah! Mas o que eu quero é ser feliz!
Que importa, só mais um dia?
Deus o levou, assim o quiz!
Mas deu-me a noite por companhia."

Beijo
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/11/2009 23:45  Atualizado: 27/11/2009 23:47
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!/Vóny
Enternecida fico eu sempre com as tuas palavras,
porque tu és uma escritora maravilhosa, que tudo sabes, tudo fazes bem, lindo, então e te perdes
lendo coisas tão simples? Sim porque eu reconheço
que são simples, mas também reconheço que és uma boa amiga que eu ganhei e de quem gosto.

beijinho amiga
fica bem
rosa

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/11/2009 23:50  Atualizado: 27/11/2009 23:50
 Re: Corro atrás mereço!
Poetisa RosaFogo. estive a ler este e outros poemas seus com muita atenção. só tenho a dizer á poetisa que a sua poesia é bela e bem escrita. fácil passar toda a mensagem nela contida.

muito bom

favorito

abraço

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/11/2009 23:56  Atualizado: 27/11/2009 23:56
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!/Magenta
Que bom amiga, quando se faz alguma coisa com muito amor seja o que fôr, dá-nos prazer e porque
não dizer até um certo orgulho quando nos elogiam.
E na poesia eu sou apenas amadora, longe de mim querer julgar-me algo mais, mas de tanto que lhe quero, me sai assim e é muito bom saber que os amigos Poetas gostam.
Adorei teu comentário deixo
um abraço forte com muito carinho

rosa

Enviado por Tópico
Lara Adam
Publicado: 28/11/2009 00:02  Atualizado: 28/11/2009 00:02
Da casa!
Usuário desde: 16/05/2008
Localidade: Ponte de Lima
Mensagens: 440
 Re: Corro atrás mereço!
"Ah! Mas o que eu quero é ser feliz!
Que importa, só mais um dia?
Deus o levou, assim o quiz!
Mas deu-me a noite por companhia.", como se costuma dizer: é o que Deus quiser. Beijinho.

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 28/11/2009 00:12  Atualizado: 28/11/2009 12:35
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!LaraAdam
É verdade Larinha

Lá se foi mais um dia quase sem dar por ele,
vim até à aldeia, acendi a lareira que é um frio de rachar e pouco mais.
Seja o que Deus quiser, amanhã é outro dia é preciso é lá chegar.

Beijinho pela companhia, já são horas de dormir,
verdade?
Beijinho linda
da
rosa

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 28/11/2009 01:02  Atualizado: 28/11/2009 01:02
Colaborador
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 7602
 Re: Corro atrás mereço!
Antes de me ausentar desse espaço que tanto gosto tenho que vir até aqui para beber desse leite que me sustenta e faz feliz. Assim vou-me leve para o Mundo de Morpheu e levo um pouquito de ti comigo. Beijos querida Rosa!

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 28/11/2009 12:39  Atualizado: 28/11/2009 12:52
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!GYL
Meu querido amigo, ontem deitei mais cedo não tive o previlégio de ler nada teu como é hábito fazer, farei hoje concerteza. Cheguei à aldeia,
que é farta em calor no Verão e feia de frio no Inverno de modo que onde se está bem? Na cama, claro.
Hoje com mais calma já se acendem as lareiras e já tudo volta ao conforto.

Obrigada por teres tu passado e deixado as palavrinhas sempre amigas.

beijinho para ti com desejos de bom fim de semana
rosa

Enviado por Tópico
Moura365
Publicado: 28/11/2009 02:22  Atualizado: 28/11/2009 02:22
Colaborador
Usuário desde: 23/10/2009
Localidade: Rio tinto-Porto
Mensagens: 2284
 Re: Corro atrás mereço!
Rosa

A vida vive-se um dia de cada vez. As mágoas do passado, estão lá, no sótão das recordações, descansando em sono eterno. Olhemos a estrada do futuro, nem que seja por um dia.

Belo poema, rosa!

Beijinhos grandes

Tudo de bom para ti.

Gil

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 28/11/2009 12:48  Atualizado: 28/11/2009 12:52
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!/Gil
Quando os amigos mudam de avatar, fico sempre um
pouco à nora, agora ao olhar-te, de repente pensei
amigo novo? Mas também lembrei que afinal já ontem
era assim.
Olha Gyl, sabes como escrevo simples, mas é com amor que o faço, não sei se te acontece, às vezes não saem bem como eu desejava ou sinto e fico um pouco indecisa na hora de postar.

Quero agradecer a tua simpatia, a tua estima e
desejar tudo de bom para ti
beijinho
rosa

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 28/11/2009 12:44  Atualizado: 28/11/2009 12:44
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4526
 Re: Corro atrás mereço!
Lindo e muito positivo este teu poema,
minha amiga.
Nem o dia triste conseguiu alterar
a tua alma preenchida por mais um dia.

Beijinhos e bom fim de semana, Rosa

Antonieta

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 28/11/2009 12:55  Atualizado: 28/11/2009 12:55
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9602
 Re: Corro atrás mereço!/Avozita
Olá Antonieta, por aqui tão cedo?
Eu vim porque ontem pouco fiz, cheguei à aldeia e fazia um frio, a casa fechada, ainda acendemos lareiras, mas deitei cedo.
Hoje vou ver se tenho tempo de vos ler também.
Ainda bem que gostáste és uma boa amiga.
Obrigado e tem também um bom fim de semana.

beijinho
rosa

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 28/11/2009 12:59  Atualizado: 28/11/2009 12:59
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4526
 Re: Corro atrás mereço!/Avozitap/rosafogo
Sabes amiga, ao sabado por vezes, entro um bocadinha durante a amanhã.
Hoje de tarde vou à apresentação dos livros do Antonio M.R.Martins e da Vera Silva. Já tenho ido noutras ocasiões e gosto. Passo uma tarde agradavel.
Tudo bom para ti amiga.
Beijinhos
Antonieta

Enviado por Tópico
poesiadeneno
Publicado: 28/11/2009 16:30  Atualizado: 28/11/2009 16:30
Colaborador
Usuário desde: 27/06/2009
Localidade:
Mensagens: 1407
 Re: Corro atrás mereço!
Rosa,

Um grito de lucidez na força das palavras que o tempo faz reviver.
Apreciei.



Abraço

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/11/2009 16:39  Atualizado: 28/11/2009 16:39
 Re: Corro atrás mereço!
Rosa minha amiga! A sensibilidade sempre presente em cada novo poema! Vale a pena correr sempre atrás do sonho.
A noite quando nos sobra, serve para olhar as estrelas e escrever ao som imaginário dos cometas reflectindo a canção dos reflexos da lua!

Beijo azul

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 28/11/2009 19:07  Atualizado: 28/11/2009 19:07
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3081
 Re: Corro atrás mereço!
Perpassa sempre uma força, uma vontade de permanecer, um amor à vida, ainda que sitiada de saudade, nos seus poemas, rosa-de-fogo! Rosa-cor-de-fogo, vivo, intenso, vibrante, perfumado de memórias!...

Um beijinho outra vez...

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...