Textos -> Tristeza : 

vó...

 
 
Eu não pude me despedir, não pude demonstrar meu amor e carinho por você, não pude pela ultima vez comer a bola que você fazia, nem apertar seu dedo enquanto pegava no sono.
Não pude deitar no seu colo durante a estrada, nem pedir sempre um doce no mercado, não pude ouvir sua voz, não pude ao menos te tocar.
Não pude te ver sorrir, te ver chorar, te ver.
Não pude fazer nada, e não posso fazer nada. A única coisa que posso fazer agora é esperar que o tempo leve com o vento essa saudade que me mata aos poucos, que me apodrece e que deixa um vão enorme no coração.
Superar sua perda é difícil. Viver sem você será pior ainda.
Arrependimentos, duvidas, olhares, tudo esta guardado em mim.
Agora você sabe quem sou eu de verdade, e sei que você não vai gostar de saber o que se passa e que se passou comigo.
Mas eu quero que você saiba que eu sempre vou te levar comigo, e por mais que você não tivesse aceitado, eu iria te falar.
Eu sempre soube a verdade sobre você. Você tinha sentimentos. Só não queria demonstrá-los.
Quantas bolachas e salgadinhos que você comprou pra mim, com aquela cara de ‘te amo e quero mostrar que me importo com você’
Suas implicâncias, seus escândalos, suas broncas, seus doces, seus salgados, suas perolas, seus palavrões..enfim, levo tudo na minha mente. Não acho o bastante, mas é a única coisa que posso fazer pra ainda te manter viva em mim.
Eu sempre vou lembrar de você como uma vó linda.
Por mais que me falem do seu passado, e talvez por ter mudado você nunca comentou nada comigo, eu não consigo acreditar que você fez mal a alguém.
Sei que mudou, sei que se arrepende, sei que aprendeu.
Eu te amo e sempre hesitei ao falar isso.
Te ver sofrendo naquele hospital cortava meu coração.
Foi melhor pra você. Mas não foi o melhor pra todos nos, que você deixou.
Sinto sua falta, sentirei sua falta, e sei que você virou meu anjo.
Você esta em 99% da minha parede de fotos, esta em 99% da minha vida, e nada disso vai mudar.
Eu ainda não consigo acreditar que você, vó, me deixou...
Vou me conformar, um dia.
Prefiro pensar que você viajou pra bem longe, e ta em um lugar muito bom.
Sem dores, sem doenças, sem limitações, sem impedimentos, enfim...sem vida.
Espero receber alguma carta sua me contando como você esta, como meu vô esta, se vocês estão felizes, o que com certeza acho que estão...
Só peço perdão, eu não tenho culpa de ser assim como eu sou. Não tenho culpa de estar fazendo algo errado.
Mas por favor, que isso não mude o que você sentia por mim.
Eu te amo.

 
Autor
Anonima.
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3903
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lara Adam
Publicado: 01/01/2010 23:24  Atualizado: 01/01/2010 23:24
Da casa!
Usuário desde: 16/05/2008
Localidade: Ponte de Lima
Mensagens: 445
 Re: vó...
Eu sei o que estás a sentir, o problema é que vais ter de saber viver ou sobreviver com essa dor no peito que é a saudade...sê benvinda ao Luso-Poemas!

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 01/01/2010 23:34  Atualizado: 01/01/2010 23:34
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4526
 Re: vó...
Um texto triste, mas com um conteudo
muito bonito.
A saudade essa perdurará.
Os ausentes estão sempre presentes nos nossos corações.
Beijo
Antonieta
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...