http://spumis.pt/
 
Poemas -> Alegria : 

ORA BOLAS

 


ORA BOLAS

Ora bolas…
É um filme do meu passado
E passou-se junto às escolas
Estava lá um carro parado
Era da polícia
E ele estava lá deitado
No sossego, que delícia
Olhou pró outro lado
Só para não ver o ladrão
Que assaltava uma criança
O grande cabrão
Deitei-lhe a mão, dei-lhe uma lambada
Como a autoridade é que ladra
E isto é tudo à molhada
Foi tudo parar à esquadra
Queixa-se de mim o ladrão
Razão? Não interessa nada
Tenho que lhe dar indemnização
Por lhe dar só uma estalada
Como o juiz é que tem peso
E nem é por coincidência
Sou eu que acabo preso
E o ladrão com termo de residência
Vai tudo a julgamento
Nada é como se pensa
Tudo fica resolvido,
Eu com pena suspensa
E o ladrão absolvido
Digam lá se posso ou não
Quando passo por escolas
Dizer com alguma razão,
ORA BOLAS




Animarolim . 2010.01.21

 
Autor
animarolim
 
Texto
Data
Leituras
1416
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 21/01/2010 21:56  Atualizado: 21/01/2010 21:56
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4526
 Re: ORA BOLAS
Ora bolas, amigo,
é mesmo como dizes no teu poema,
a realidade em que vivemos.
Gostei de ler.
Beijo
Antonieta


Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 21/01/2010 23:45  Atualizado: 21/01/2010 23:45
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9599
 Re: ORA BOLAS
Ora bolas, também eu digo.
Subia eu as escadas do metro e ouço uma rapariga a gritar: roubou-me a pulseira agarrem-no, três ou quatros homens ninguém fazia nada, a boa da rosa diz alto e bom som mas que me... de homens são estes, vai daí um enche-se de brio e deita-lha as mãos e tira a pulseira da moça. Já cá na avenida chamo o polícia e digo aquele fulano é ladrão e vai a fugir, desata o polícia atrás dele,
agarra-o e telefona para um colega, o ladrão ao
ver-se mal seguro, foge de novo, então era ver
a avenida cheia de gente a olhar, o polícia a correr atrás do ladrão e a boa da rosa parada a
pensar: será que o ladrão me ficou a conhecer e
me dá alguma cacetada em calhando? Mas felizmente
o filme acabou por aí, claro que à chegada ao serviço foi uma risada na sala com o meu atrevimento.
Não posso, tenho que agir e não foi só desta, para a próxima conto-te outra.

Muito bem imaginado e é de facto o que acontece o ladrão fica sempre a ganhar.

desculpa tu amigo esta minha agitação mas me veio à lembrança.

beijinhos
rosa


Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 23/01/2010 22:11  Atualizado: 23/01/2010 22:11
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga - Vila Verde
Mensagens: 7860
 Re: ORA BOLAS
Olá Rolim
Sabes que na maioria das vezes é isto mesmo que acontece? Assim como há a caça`à multa também parece existir uma caça à condenação sem importar o princípio in dubio pro reu.
Gostei de ler
Abraço

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...