http://spumis.pt/
 
Poemas -> Sociais : 

A PROSTITUTA

 
Tags:  amor    vida    poesia    tempo    mulher    homem    prostituição  
 
ah sou a pública evasão para desejos inibidos
a que não teme a fúria dos deuses
a que mostra a calcinha na esquina de uma rua
a que satisfaz do preconceito os devarios hibridos
a que sofre sorrindo e chora pelos teus revezes
a que sem prazer se expõe ante o abominável lascivo nua

sou a prostituta a puta a rapariguinha da treta
cheiro a perfumes baratos odores de misturas insalubres
levo tareia dos tribunos a quem presto vassalagem
o meu ser é fruto apodrecido branca mista ou preta
sem camisinha se a nota for graúda não ligo a cenas lúgubres
taxada ao tempo e ao serviço não tenho alma sou selvagem

olhem-me de frente mulheres servis idolatradas
sou a fêmea que não sonha que não tem cio nem orgasmos
a que não cheira ou geme de prazere é a despachar fico calada
sou a outra face de cada uma de vós mulheres prendadas
não sou verso nem poema apenas um corpo sem espasmos
onde machões afogam a mágoa da sexualidade frustrada

autor:JRG

 
Autor
visitante
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1383
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/01/2010 11:05  Atualizado: 23/01/2010 11:05
 Re: A PROSTITUTA
Porra, companheiro!
Dás no alvo, acertas as balas no centro do penacho de muita gente, macho e fêmea.
E tua arma é das finas, das que se admira, lendo, mesmo sem pensar muito, só no instinto de se ser...ser humano.
Um abraço
José Brás


Enviado por Tópico
carlapathy
Publicado: 25/01/2010 01:10  Atualizado: 25/01/2010 01:10
Super Participativo
Usuário desde: 19/12/2009
Localidade: Tramandaí - RS - Brasil
Mensagens: 118
 Re: A PROSTITUTA
Caro amigo poeta!!!

Ler-te é despir-se dos pré-conceitos
que nos vendam os olhos.
Aplaudo-te de pé, me permites?

Bjs
Carla Pathy

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...