http://spumis.pt/
 
Poemas : 

O VESTIDO DE NOIVA (Homenagem)

 
<p style="text-align: left;"><img src="http://api.ning.com/files/HqavrcIXMx- ... zKEHesNlnPgX76BG5ZEBFuiZ8*dOcyCow-Olodn*CnR6l8h97H3wJAlrWWUwDUeB4J/66536542_1ImagensdeVestidodeNoivaVestidodeCerimoniaVestidosdeNoivaeluz.jpg" alt=""/></p>

<i>Por <b>EstherRogess</b>i</i>

Oh!... O amor...
coisa de menina-moça, moça, velha-menina.
Para muitas, o vestido, o véu...
Foi passaporte para o céu, para outras - pro inferno! -,
o fogo ardente extinguiu-se no frio ibernal...
‘Fogueira equívoca’, como dizes bem...
Na lareira...só cinzas, a espera de um bom pau!
Há vestidos de noivas, que são puras mortalhas!
Sonhos anulados, guardados em caixas de presentes,
para trás deixados como que nada...
Aparência do bem...
Transvestido do mal.
Puro engano!
Ato mortal...

<i><b>A TRANSLADAÇÃO DO CORPO</b></i>
<i>Por Adélia Prado</i>

Eu amava o amor
e esperava-o sob árvores,
virgem entre lírios. Não prevariquei.
Hoje percebo em que fogueira equívoca
padeci meus tormentos.
A mesma em que padeceram
as mulheres duras que me precederam.
E não eram demônios o que me punha um halo
e provocava o furor de minha mãe.
Minha mãe morta
minha pobre mãe,
tal qual mortalha seu vestido de noiva
e nem era preciso ser tão pálida
e nem salvava ser tão comedida.
Foi tudo um erro, cinza
o que se apregoou como um tesouro.
O que tinha na caixa era nada.
A alma, sim, era turva
e ninguém a via.

EstherRogessi,O Vestido de Noiva,Inspirado no poema ‘A TRANSLADAÇÃO DO CORPO’ <i>por Adélia Prado.</i> 30/01/10
<a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/b ... /2.5/br/"><img alt="Creative Commons License" style="border-width:0" src="http://i.creativecommons.org/l/by-nc- ... </a><br/>This <span>obra</span> by <span>Attribute work to name</span> is licensed under a <a rel="license" href="http://creativecommons.org/licenses/b ... 2.5/br/">Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License</a>


Quando descobri o que sou para Deus a opinião da oposição, a meu respeito perdeu o efeito; quando me conscientizei do que Deus é para mim dispensei intermediários.

http://www.facebook.com/impfavpe

http://revistaarchivosdelsur.blogspot.com...

 
Autor
Esther
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1725
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/01/2010 13:17  Atualizado: 30/01/2010 13:17
 Re: O VESTIDO DE NOIVA
O que veste o corpo
não veste a alma!

Muito triste...

Gostei meditei, grandes enganos
cometemos ao longo (curto) da vida!



beijinho.
Isa.

Enviado por Tópico
PAMP1980
Publicado: 30/01/2010 14:05  Atualizado: 30/01/2010 14:05
Novo Membro
Usuário desde: 28/01/2010
Localidade:
Mensagens: 10
 Re: O VESTIDO DE NOIVA
É um poema aparentemente simples mas extremamente complexo...
Muito poderoso.

Parabéns Bjs

Enviado por Tópico
cristhal
Publicado: 30/01/2010 16:47  Atualizado: 30/01/2010 16:47
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 757
 Re: O VESTIDO DE NOIVA
Um vestido de noiva branco da cõr do cisne... representa a virgindade de quem o veste.

Muito bonitos ambos os poemas, embora muito tristes.

Beijos.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...