http://spumis.pt/
 
Poemas -> Dedicatória : 

"... porque existem razões que a própria razão desconhece"

 
Não me julguem na vossa praça
Pois não quero o vosso perdão
Nem tão pouco
A vossa compaixão...

Não me apedrejem mais
Sem nada de mim saber
A não ser p'la notícia
Que saíu nesse jornal

Apesar de nada vos dever
Quero-vos dizer
Que fiz o que fiz
Por amor...

Acreditem
Se quiserem!

Só queria
Fugir
Deste calvário
Onde o destino me trancou
Levando consigo a chave
Só queria fechar os olhos
E nunca mais acordar
Para não ter que me arrastar
P'la vida
Sem a viver...

Será assim tão aberrante
Querer um pouco de sossego?
Ainda que para isso
Me tenha de suicidar...

Não me julguem
Nesse vosso tribunal
De escárnio
E mal dizer
Sem sequer me conhecer...

Este poema foi inspirado nesta notícia. E também porque na altura me revoltaram os comentários que li, feitos por quem não tem a mínima ideia do que está por detrás da notícia.
Hoje, ao princípio da tarde, a médica voltou a fazer o mesmo e neste momento está em coma.
Conheço-a e tenho por ela o maior carinho. Sei da sua história e não a condeno pelo acto que cometeu... porque existem razões que a própria razão desconhece.


*... vivo na renovação dos sentidos, junto da antiguidade das lembranças, em frente das emoções...»

Impulsos

coisa pouca

 
Autor
cleo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2425
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
10
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 30/01/2010 17:33  Atualizado: 30/01/2010 17:33
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...p/Cleo
Ninguém tem o dever de julgar por tais actos? é cruel mas só uma pessoa doente pode levar a tal.

Se me revolta? Claro que sim. Talvez por trabalhar com jovens que têm parelesia.

Desculpa o comentário, mas é asim que penso.

bjs
Eduarda


Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 30/01/2010 17:44  Atualizado: 30/01/2010 17:44
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
...o suicídio, diz-me a pouca experiência que possuo, ultrapassa as razões da razão e exige mil cuidados, mal se manifeste...tudo o que circunda a notícia, é apenas isso, a notícia e os comentários (lampejos descontextualizados...)sempre um drama, por detrás de outro drama...

bj
arfemo

Enviado por Tópico
Liliana Jardim
Publicado: 30/01/2010 18:57  Atualizado: 30/01/2010 18:58
Luso de Ouro
Usuário desde: 08/10/2007
Localidade: Caniço-Madeira
Mensagens: 4240
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
Ola Cleo

Desconhecia a noticia, obrigado por a partilharres, é um drama assustador para quem o vive.

O acto de suicidio é um acto de supremo desespero e quem o comete precisa de muito apoio e compreenção.

Não é fácil lidar com estes problemas, nem mesmo para os profissionais de saude, por isso ninguem deve julgar sem tentar entender as razões para tal, e como tu escreveste e bem "existem razões que a própria razão desconhece".

Belo o teu poema poetisa

Obrigado
Jinhos
Tudo de bom para ti

Enviado por Tópico
Avozita
Publicado: 30/01/2010 19:13  Atualizado: 30/01/2010 19:13
Colaborador
Usuário desde: 08/07/2009
Localidade: Casal de Cambra - Lisboa
Mensagens: 4526
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
Tens razão Cleo
- existem razões que a propria razão desconhece
Ninguem deve julgar alguem, erros todos comete
mos, e só o proprio sabe o porquê.
Não tinha conhecimento desta noticia, obrigada
pela partilha e pelo poema que bem decreve o que disse acima.
Bj
Antonieta

Enviado por Tópico
vanriz
Publicado: 30/01/2010 19:37  Atualizado: 30/01/2010 19:37
Da casa!
Usuário desde: 19/10/2009
Localidade: São Paulo - SP
Mensagens: 437
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
Cleo, belo poema e excelente pensamento:
existem razões que a própria razão desconhece.

Não tinha visto a notícia também e senti-me comovida. Só quero dizer também que Não podemos julgar, pois não sabemos do que somos capazes!

Abraço
Van

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 31/01/2010 00:11  Atualizado: 31/01/2010 00:13
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3856
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
Amigos
Muito obrigado pelas vossas opiniões a este poema escrito a quente no meu local de trabalho logo após a notícia de que a médica em causa tinha acabado de ali dar entrada de urgência outra vez...

Eduarda
Só quero que saibas que respeito a tua visão, assim como louvo o teu trabalho e não tens de me pedir desculpa por nada.


Beijos a todos

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 31/01/2010 00:18  Atualizado: 31/01/2010 00:18
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5058
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
Cleo,

Atenta, sensível e com os afectos a flor da pele, comentas interiorizadamente da dócil maneira, mas plena de força, que agora acabo de ler.

Excelente (sem mais palavras).

Grato por partilhares.

Grande beijinho

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 31/01/2010 11:59  Atualizado: 31/01/2010 11:59
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11858
 Re: "... porque existem razões que a própria razão d...
O suicidio é muito complexo e os julgamentos do "povo" muito faceis de fazer.

Comento-te com a expressão que dás ao título

porque existem razões que a própria razão desconhece.

Beijos e Bom Domingo

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...