http://spumis.pt/
 
Poemas -> Dedicatória : 

Irmão Querido

 
Tags:  irmão querido  
 
Irmão Querido

Mano,
és o meu companheiro no barco da vida,
és o sal e eu a água,
és o sol e eu a lua,
és a metade que eu não sou,

Mano,
és o leme quando estou á deriva,
és o sorriso na minha mágoa,
és o guardião da minha rua,
és a presença quando não estou.

Mano,
tenho saudades de quando brincávamos,
eras o indio e eu o cowboy,
eu era o bom e tu o vilão,
eras metade da minha alegria,

Mano,
tenho saudades de quando sonhavámos,
queriamos ser um super-herói,
queriamos ter o mundo na mão,
queriamos viver nossa fantasia.

Mano,
hoje só me importa que estejas bem,
que sejas feliz em teu caminho,
e seja qual for aquele que seguires,
só quero que tenhas a maior sorte,

Mano,
gosto de ti como ninguèm,
tens meu amor e tens meu carinho,
tens tudo de mim sem nunca pedir,
és meu irmão,na vida e na morte.

* Poema dedicado e escrito para o meu unico irmão

Almada, 27 de agosto de 2008 © Paulo Lourenço “Ramiro de Kali”


Blog do autor: CLICK AQUI


Paulo Lourenço "Ramiro de Kali"
Almada - Portugal


 
Autor
ramirodekali
 
Texto
Data
Leituras
9464
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...