Luso-Poemas
Registe-se agora!     Login

Links patrocinados



Utilidades

Consultar

Outros

Quem está aqui

175 visitantes online (96 na seção: Poemas e Frases)

Lusuários: 8
Leitores: 167

loftspell, Bambi, Antónia Ruivo, TrabisDeMentia, marilda, MarySSantos, rosafogo, cadso, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas : 

Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insígnias

 
Hoje nada acabou, hoje tens um novo começo, um novo rumo. Hoje, deixo-te com asas que um dia foram minhas. Partirás, mas para mim nunca sairás de onde nasceste, é de dentro de mim que voarás em cada dia da tua vida. Serás sempre os meus olhos, serás sempre as minhas mãos, serás sempre o fruto que um dia coloquei dentro da barriga da tua mãe. Hoje, choro de alegria por atingires uma montanha maior do que a minha. Sei que levas tudo que um dia me propus ensinar-te, talvez não o tenha feito da melhor maneira, nem com a sabedoria que merecias, mas és meu filho, e um filho é tanto, que muitas vezes embarga a razão. Hoje, trazes para dentro de mim a paz que um dia sonhei, atingiste os teus objectivos, e eu por aqui me fico imaginando que tudo será sempre belo para ti. Hoje, o dia tem o mesmo brilho daquele em que pela primeira vez me disseram que era Pai. Tinhas-me tornado num homem, queria-te tanto, sonhei tantas vidas para ti. Nesse dia, aprendi a viver para ti, prometi-te que estaria presente em todos os dias da tua vida, e te defenderia de todo o mal do mundo. Prometi-te que nenhum dos meus erros seriam trilhados por ti por desconhecimento, prometi-te, que te amaria para lá das minhas forças, prometi-te, que iria ser Pai mesmo que tu em momentos pudesses duvidar se Pai era o que eu era naquele momento. Prometi-te, que seríamos os melhores amigos que alguma vez o mundo viu, sem nunca perder o discernimento de te dizer a verdade mesmo que esta me magoasse. A tua felicidade estaria sempre em primeiro lugar. Prometi-te, que estaria sempre de mão estendida para o bem e para o mal. Assim foi, e assim será para o resto dos meus dias, pois um filho é para sempre, não tem idade, não tem estatuto social, não é pobre nem rico, não tem só virtudes. Contarás comigo também nos teus erros, sempre. Hoje sou, então, verdadeiramente Pai. Cumpri, também eu, com o meu objectivo, deixar-te com a humildade de seres sempre o meu filho, o neto da avó Carolina que, como ela te disse, tanto te queria dizer e quando chega ao pé de ti diz que não se sabe exprimir; do avô Lopes que, lá no cimo, esboça aquele sorriso que tantas vezes lhe vi, enquanto te via crescer; da avó Teresa, do avô João, dos teus irmãos, da Andreia, dos teus tios, primos, e da Ua, aquela que primeiro me ajudou a crescer e depois fez o mesmo contigo e, claro, dos amigos, de uma árvore que eu sei que ainda agora começou. Hoje sei que este é o teu dia de festa, mas é também o nosso dia, o de todos aqueles que gostam de ti. Hoje, vou ser muito feliz, tão feliz que apenas no meu olhar vais reconhecer o teu Pai, hoje é um dia tão grande para mim, ai como eu queria abraçar este dia para sempre, queria meter-te dentro desta minha alegria e levar-te por todos os dias que vivi dentro de ti. Este Hoje, nunca será amanhã para mim, ficarei aqui sempre, dormirei debaixo do teu sucesso, do nosso sucesso, da nossa alegria, como é bom ser teu Pai. É tão bom, meu filho, tão bom, não queria acabar nunca esta carta, é tão minha, tão sentida, tão cheia de amor, tão enorme, que apenas me apetece amarrar-te, abraçar-te, beijar-te e dizer que estou orgulhoso de ti. Não é uma carta, é a alma dos nossos antepassados a dizer que agora serás tu a escrever a tua vida pelo teu punho.
És o três em volta do “L”, a corda que amarra o nosso sangue e que jamais se quebrará. Prometemos uma ligação eterna: o sol, sem o qual nunca serás capaz de fazer da tua vida uma caminhada feliz, soalheira, transparente, tranquila e em harmonia contigo; o Olho representa a visão, a capacidade de saberes ver o mais correcto para ti mas essencialmente para os que estão ao teu lado; a lágrima dividida é o suor e sangue que sempre tem as estradas honradas. E, no sangue deste número, o três, porque ao teu avô lhe demos o um, tens as letras que te alumiarão o teu caminho, F, família sempre, será nesta que encontrarás os valores que farão de ti um homem mais sábio; V, verdade, a vida constrói-se com verdade; T, trabalho, nada crescerá se não for fruto das tuas mãos; B, Belo, o gosto pelas artes, se não gostares das artes nunca compreenderás o mundo; H, honra, não necessita de definição, tu sabe-la; D, desfavorecidos, a vida não é lucro ou poder e, por isso mesmo, terás que encontrar tempo na tua vida para dar àqueles que nunca o tiveram, terás que respeitar sempre os que de ti dependem, terás que dar sempre um pouco do que tens a mais para os que têm a menos. Tu sabes que foi assim no passado, tenho a certeza que será assim no futuro.
Assim és, assim serão os teus filhos. Eu sei, sei porque sou teu Pai e um Pai sempre sabe tudo dos seus filhos.

Braga, 01 de Maio de 2010




Sampaio Rego, João Mestre Portugal, João Surreal, e.. - Todos estes sou eu, não sei com qual destes autores me identifico mais, sei apenas uma coisa, cada um deles gosta mais do(s) outro(s) do que de si - descobrir-me é a razão da minha escrita





Aos meus amigos Lusos digo apenas que lamento a falta de tempo para navegar nesta casa. Acredito que em Junho estarei de volta. Abraços
Autor
joseluislopes
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 5375
Favoritos 3
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
Sabes escrever? bem? és o melhor? ou um dos melhores? Se és, quero que saibas que estou muito feliz por te ter no nosso meio, a escrever
O Arquipélago da Insónia - António Lobo Antunes
E tudo o tempo levou
diálogo entre um cego e um surdo
Livros de barrigas de aluguer
Aleatórios
Sol
Valentim
Noite de lua cheia
Olhos Cavados
Primavera dos tempos
Favoritos
dos poetas (luso-poemas) - Caopoeta
um sempre – para joseluislopes - GE3
Troca - Vania Lopez
Eva Perón - ROMMA
Só Porque Hoje é Teu Dia - estrelaluz
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 30/04/2010 19:07  Atualizado: 30/04/2010 19:07
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2093
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Uma carta tão repleta de sentimentos, de boas emoções, mas parece, uma oração ao teu filho amado e bem construido, porque acredito poeta que nós pais temos sim o poder transformador, construtor na visão e responsabilidade de corrigir, melhorar ,aperfeiçoar com atitudes e principalmente sendo modelo, exemplo. me emocionei com a grandiosidade de sua alma, parabéns a você pai e toda sua familia.

Bjs ,Lu

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:18  Atualizado: 09/05/2010 16:18
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá Lu,

Esperei muito por este dia, foi e será sempre um dia especial nas minhas memórias, espero que a sua vida de Médico (dentista) lhe traga muita paz e alegria.

Estamos num tempo onde tudo tende a ser desvalorizado, eu acredito nos que trabalham. O sucesso não pode ser um acaso da vida, a paz e a alegria plena tem que ser fruto dum caminho escolhido com sabedoria. Dizer ao meu filho que estou orgulhoso do seu percurso é dizer-lhe também que um dia terá que trabalhar para se sentir também ele honrado com o trabalho do seu filho. Filho és Pai serás.

Obrigado pela leitura e palavras simpáticas que endereçou à minha família.

Beijo grato

JLL

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 30/04/2010 19:28  Atualizado: 30/04/2010 19:28
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11670
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Quando nas veias corre o sangue e na emoção a palavra filho, na alma do poeta é o momento em tudo se eleva acima do sentir...uma carta emocionante, estraida do âmago fraterno que ensina um caminho de mão dada e com o orgulho ao ver sorrir o mais belo dos sorrisos.

Beijos para todos vós uma familia linda que tenho também no coração

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:25  Atualizado: 09/05/2010 16:25
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Assim é caros amigos, hoje tive um dia muito especial.

Este é um dia de abertura para novos horizontes, descobrimos novas formas de pensar e ficamos a saber que tudo o que aconteceu no passado tem uma explicação.

Tudo valeu a pena, e a dor dos momentos difíceis não mais é dor. Agora, é o brilho que faz de mim um Pai com a sensação do dever cumprido.

É nestes momentos que percebemos que ser Pai é a melhor coisa do mundo.

Obrigado por estarem presentes.

Beijo e abraço enormes
JLL

Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 30/04/2010 21:43  Atualizado: 30/04/2010 21:43
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Caro amigo,

sei bem quanto essa carta te soa dolorosamente bem: dever cumprido, objectivos em asas de voar, embrulho em papel de seda da família para que cada momento seja um marco para mais tarde recordar, carta de intenções e de marear... não deixaste nada ao acaso, daqui recebi a partilha com o regozijo da amizade...

Forte abraço para ti e felicidades para o Luis

arlindo

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:30  Atualizado: 09/05/2010 16:30
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Não Caro Amigo, nada pode ser deixado ao acaso na vida de um filho.

Terminou uma etapa, é Médico Dentista, mas o trabalho ainda agora começou.

Pedi-lhe para nunca deixar de estudar, sei que já tem como objectivo tirar a especialização de cirurgia facial, assim espero que o faça.

Quero que nunca mais haja dúvidas no caminho a trilhar pela nossa família, nós nunca seremos ricos, não foi assim no passado e creio que não será assim no futuro, estamos talhados para outros caminhos, menos vistoso mas mais saborosos.
Ensinar a caminhar é meu dever, mas é também meu dever dizer-lhe como foram os seus antepassados para que saiba o que espera por herança do DNA e do esforço suplementar que vai ter que fazer para ser verdadeiramente feliz.

Eu estou tranquilo, tudo fiz dentro da minha sabedoria, que mais posso desejar….

Abraço fraterno Arlindo
JLL

Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 30/04/2010 23:31  Atualizado: 30/04/2010 23:31
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 661
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Caríssimo amigo

Depreendo deste texto que o seu Luís acaba de encetar um voo fundamental na vida de um jovem. As considerações que faz são as de um pai presente de uma maneira total na vida do filho, evidentemente presença abrangente a todas as vertentes do dito voo.
Ao mesmo tempo que formulo os maiores desejos de que o Luís venha a realizar-se na plenitude, e antecipadamente sinto por osmose a alegria que lhe vai na alma, digo-lhe que conheço bem esse seu precioso sentir através daquilo que são para mim (para nós) os nossos próprios filhos.

No que nos diz respeito agradecemos que tenha partilhado a sua alegria com que muito nos regozijamos.

O nosso abraço para toda a família e hoje em particular para o Luís
Olema/Antonius

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:37  Atualizado: 09/05/2010 16:37
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Foi com grande prazer que o pude cumprimentar a si e a sua esposa este fim-de-semana, sorte de viver numa cidade de média dimensão, ainda nos proporciona estes encontros de rua que acabam por abrilhantar os dias que teimam em não sorrir.

Mas o Amigo sabe muito bem desta minha alegria, pelo que vejo tem em si a mesma arte de sentir estas coisas do coração. Veja como são estas coisas de coincidências que até têm o mesmo curso dentro de casa.

Espero que o meu filho tenha a mesma sorte e arte da vossa filha e possa fazer do seu modo de vida mais um motivo de honra para a nossa família.

Sei que quer continuar a estudar, e sei também que vai conseguir os seus objectivos. Sei porque sei, sou seu Pai e sei sempre tudo dos meus filhos.

Agora Amigo, vou deitar atenção aos meus outros dois mais novos, a luta continua e eu não descansarei enquanto estes dependerem de mim para atingir as metas a que se propuseram.

Como lhe disse penso ter direito a férias de tanto esforço dispendido, mas já faltou mais.
Um abraço grande para si e um beijo para a Olema

JLL

Enviado por Tópico
Conceição Bernardino
Publicado: 01/05/2010 01:41  Atualizado: 01/05/2010 01:41
Colaborador
Usuário desde: 22/08/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 3208
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá José Luis,

Aqui dizes tudo o que sentes pelo teu filho, gostaria de ter ouvido apenas uma frase das tuas da boca do meu pai mas preferiu calar-se...
meu amigo obrigada pela partilha

beijo

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:40  Atualizado: 09/05/2010 16:40
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Nem sei o que te responder Conceição. Muitas vezes o Pai do nosso Pai não ensinou o suficiente para fazer do nosso Pai o melhor Pai em certos momentos.

Também eu terei os meus defeitos aos olhos dos meus filhos, terão estes que melhorar para que os meus erros não se repitam.

Terás tu que melhorar Conceição para que o erro do teu Pai não se repita.

Obrigado por estares presente neste texto tão importante para mim. Creio que foi este punhado de palavras que fez deste texto o mais importante da minha vida.

Obrigado Conceição

Beijo

JLL

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 01/05/2010 21:41  Atualizado: 01/05/2010 21:42
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3841
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Aos olhos de um pai/mãe, um filho é como uma estrela num céu nocturno, onde o seu brilho nos faz bailar a emoção no olhar.

Emocionei-me ao ler esta carta, toda ela escrita com o mesmo sentimento que extravasou da alma de um pai orgulhoso

Que a vida lhe sorria sempre!

Beijo

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:55  Atualizado: 09/05/2010 16:55
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá Cleo!

Deixa-me contar-te uma história, um pouco mais longa, mas é destas histórias que se faz o Luso Poemas.

Sempre desvalorizei os funerais, sempre os vi como algo de muito pessoal, e nunca entendi o porque que a maioria das pessoas iam aos funerais. Acreditava que aqueles momentos eram exclusivamente da família mais próxima, por isso, muitas vezes, ia às cerimónias mas no final não me apresentava aos familiares para apresentar os meus sentimentos. Pensava eu que ninguém haveria de querer saber de mim para nada, e até via essa aproximação como um momento da mais pura hipocrisia.

No funeral do meu Pai, percebi que afinal de contas eu estava errado, não porque não houvesse também hipocrisia, mas mais importante do que os momentos negativos eram os momentos positivos. Dentro destes momentos, positivos, apareceram os meus amigos. Todos os abraços dos meus amigos foram um consolo para mim, todas as palavras por mais simples foram um momento de acalmia da dor, e, mesmo os seus silêncios foram uma oportunidade criada pelo momento para me dizer que eles eram importantes para mim.

Estarás a interrogar-te o que um momento triste tem a ver com um momento alegre como o que deu origem a esta carta. Incrivelmente tem muito, e como sabes que escrevo apenas com a emoção, sem preparação, sem rascunho ou outra qualquer arte para fazer das palavras uma obra de arte ,vou tentar explicar-te: Quando vi o teu comentário fiquei contente, alegrei-me e fiquei feliz, falamos duas ou três vezes, uns minutos nestas coisas que o nosso Luso proporciona, trocamos comentários um ao outro ao longo desta minha estadia nesta casa e nada mais, nunca falamos ao telefone, não sei se alguma vez trocamos alguma MP, mas no fundo resume-se a isto a nossa interactividade do mundo real. Mas a verdade Cleo, é que senti a mesma alegria que senti com os meus amigos naquele momento doloroso, senti uma enorme alegria por te ver por aqui, neste momento especial. é esta a magia do mundo da escrita, gostamos de alguém porque gostamos e nenhum mal ao mundo vem por gostar apenas porque a alma diz para gostar.

Sendo assim ,e porque a ti já nada mais posso acrescentar, deixo-te um beijo grande de agradecimento por estares presente neste texto.

Cada vez aprecio mais alguns comentários e ao mesmo tempo cada vez mais detesto os comentários. Sei que me compreendes.

Beijo
JLL

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 09/05/2010 17:47  Atualizado: 09/05/2010 17:47
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3841
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Meu amigo
Quando gostamos de alguém, não precisamos andar sempre de mão dada com ele para todo o lado, mas sim estar sempre por perto nas ocasiões mais importantes da sua vida.
É mais ou menos assim que a amizade faz sentido no meu ver e no meu sentir.

Obrigado pela história que me contaste.
Está lá tudo o que precisamos saber sobre o conforto de um abraço amigo quando mais precisamos! Seja num momento menos bom um num momento de alegria como este

E sim, em relação aos comentários, estou totalmente de acordo com o que escreveste.
Aliás, mesmo que não se perceba isso muito bem ao princípio em que tudo é novidade e motivo de um certo fulgor, ao fim de algum tempo chega-se lá...

Beijo

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 21:59  Atualizado: 09/05/2010 21:59
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Obrigado

Tudo de bom para ti

JLL

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/05/2010 22:12  Atualizado: 01/05/2010 22:12
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Ola JLL

Meu amigo, o que acabei de ler não me cabe em palavras para te comentar. Li este texto soberbo com muita emoção. Não preciso de mais palavras para comentar o POETA e apreciar os valores morais do Homem.


Um beijo sempre azul

Levo para mim

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 16:57  Atualizado: 09/05/2010 16:57
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá Fátima!

Obrigado por estares neste meu escrito tão importante. Este é um daqueles momentos em que um pai quer ter sempre nos seus dias.

Este meu filho fez de mim um homem feliz e principalmente com os objectivos cumpridos.

Espero agora que o seu esforço seja recompensado com paz e alegria e que um dia possa também ele saborear um momento igual com os seus filhos.

Obrigado por estares sempre presente nos momentos mais bonitos da minha escrita

Beijo grato
JLL

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 05/05/2010 03:18  Atualizado: 05/05/2010 03:18
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 15758
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Não há nada melhor do que ver nos olhos um filho crescer e não há nada mais lindo do que uma carta de pai para filho, não há. Me fez voar, sem saber se acaso volto...Aplausos com emoção. bjs

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 21:55  Atualizado: 09/05/2010 21:55
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá amiga!

Muito obrigada por estares neste texto tão importante para mim.

A alegria que sinto não é descritível, sinto aqui por dentro uma paz de dever cumprido que há muito tempo não sentia.

Comemoramos em família este dia e revestimo-lo de simbolismo para que possa um dia ser oferecido aos meus netos como exemplo.

As famílias tornam-se sempre mais fortes quando nos maus momentos são capazes de se unirem, depois chegam estes dias para dizer que tudo valeu a pena.

Vânia, ao longo deste tempo que trago dentro do Luso sempre estiveste presente, apoiando-me com todo o teu carinho, estou-te muito grato por saberes dar esse carinho sem medo.

Beijo muito grande
JLL

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 09/05/2010 17:17  Atualizado: 09/05/2010 17:17
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 10813
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
JLL,
Eis um pergaminho sagrado. Sem palavras, elas estão embargadas junto com a emoção. Mil aplausos, meu amigo.
Beijo
Nanda

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 09/05/2010 21:58  Atualizado: 09/05/2010 21:58
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá Nanda!

Obrigado por estar sempre no meu caminho da escrita.

No passado tive medo de dar cor ás emoções, acabei por deixar de dizer tanta coisa que hoje já não é possível expressar, algumas pessoas já partiram.

Hoje, não deixo de dizer nada, os meus filhos contarão sempre com as palavras do Pai.

Este meu filho leva a bondade com ele, foi educado com toda a minha sabedoria, trilhou as dificuldades da vida a nosso lado e sabe o que é o mais importante para os seus Pais.

Tenho a certeza que tem tudo para ser feliz, e fico contente por pela primeira vez na vida me sentir completamente realizado, mais que um filho tenho um Homem com dignidade num mundo onde cada vez fazer as coisas certas é ser ultrapassado.

Eu acredito na estabilidade emocional para a vida ser plena, acredito no respeito por todos os seres humanos, pobres ou ricos, inteligentes ou menos inteligentes.

Obrigado Nanda pelo carinho

Grande beijo

JLL

(sei que brevemente irei ter o prazer de a conhecer)

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 10/05/2010 19:05  Atualizado: 10/05/2010 19:05
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 1934
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Já por alguns dias tenho sentido tua ausencia amigo Zé. Quando resolvo e entro na tua página e vejo este último registro.
Meu Deus!
Não sei como passar pra você o que senti ao ler isso. Tamanha emoção e nó na garganta.
Tens o amor em mais alto grau.
Esses dias passados falei com minhas irmãs sobre o que é o amor que sentimos quando geramos filhos (elas não tem filhos, apenas eu na família), algo diferente, forte, incondicional. Um amor que faz a gente entrar no fogo pra salvar a vida do filho, amor que não pensamos duas vezes em morrer em seu lugar.
Agora vi aqui o que dentro de mim vivo.
Mas confesso que nem todos expressam ou sentem assim.
Tens um grande tesouro, tua ligação tão verdadeira com teu filho é algo sem avaliações.
Me senti feliz de ler esta carta hoje.
Parabens por seres privilegiado.
Grande abraço.

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 12/05/2010 13:24  Atualizado: 12/05/2010 13:24
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Olá Branca!

Amiga, tenho estado mais ausente do nosso Luso apenas porque o trabalho (felizmente) está numa fase complicada, mas é neste que me realizo como homem, por isso, é para este que encaminho todos os meus esforços.

Esta prosa foi a mais importante que escrevi até hoje, deu-me um prazer imenso poder dizer tudo o que o coração reclamava e dizer ao meu filho que é relevante dizer sempre tudo que nos vai na alma. Foi muito importante poder fazer sentir ao meu filho o seu valor no seio da nossa família.

Neste dia, os irmãos mais novos amarram-se a ele a chorar e eu mais uma vez senti um orgulho imensurável. Senti que o Luís era agora uma referência para os irmãos, senti o respeito pelo irmão mais velho, senti uma alegria colectiva como se todos tivéssemos acabado o curso. Foi um dia fantástico, como Pai sou um homem feliz, tenho a certeza que o Luís será um bom homem.

Agora tenho mais dois para ajudar a caminhar, o 4 (Pedro) e o 5 (João) e todas as minhas energias estão canalizadas para os tornar em boas pessoas, depois as outras qualidades virão de seguida com naturalidade. E creio que não falta muito para começar a sonhar com o número 6.

Muito obrigado pela sua presença, e principalmente pelas suas palavras.

Beijo grato

JLL

Enviado por Tópico
VIDEIRA
Publicado: 04/06/2010 19:53  Atualizado: 04/06/2010 19:53
Da casa!
Usuário desde: 30/10/2009
Localidade: Profundo Portugal
Mensagens: 486
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Há "aberturas de cartas" que são entregas... ou "entregas" que são aberturas de alma! Ou ambas, ou tudo. Já li por muitas vezes, e, de todas ela, me reabri, em pétalas próprias...

Beijinho, meu amigo.

Enviado por Tópico
joseluislopes
Publicado: 20/06/2010 21:39  Atualizado: 20/06/2010 21:39
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade:
Mensagens: 3348
 Re: Carta de um Pai ao seu filho Luís – Entrega das Insíg...
Minha Amiga Teresa!
Nem imaginas o que me custa passar pelos teus textos e nem sequer me ser permitido ter a coragem de te deixar um olá ou apenas os votos de um bom dia. Mas compreendes, esta coisa de tentar ser justo com todos aqueles que carinhosamente tem apoiado a minha escrita é para mim fundamental. Resta-me saber as boas notícias por intermédio dos amigos comuns para assim ficar a saber o que de melhor (e pior) se passa no Luso.
Em tempos tive muita dificuldade em expressar todos os meus sentimentos, o tempo foi passando, e com ele levou algumas pessoas que nunca mais poderão saber as palavras que dentro de mim ficaram por dizer.
Algumas dessas palavras eram importantes se fossem proferidas no momento certo, agora, acabaram por perder a energia, já não encontram os olhos dos destinatários. A riqueza de sentimentos só é verdadeiramente importante quando é partilhada no momento certo
A vida deu-me então uma experiencia que amarrei com força e assim nasceu este texto para o meu filho, são palavras sentidas que felizmente tive a força para entrega-las no momento certo e fazer deste dia um dos dias mais feliz da minha vida.
Mais que uma carta, é também um manual de vida para aqueles momentos mais complicados, pois tenho a certeza que mais tarde ou mais cedo surgirão. Será nessa altura que o meu filho deverá trazer á lembrança as memórias desta carta.
Obrigado por me leres sempre com tanto carinho, espero um destes dias poder agradecer-te pessoalmente e dizer-te também quanto admiro a tua escrita. Um dia teremos esse dia, acredito sempre na intuição.

beijo grande

JLL

Login

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...