Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

177 visitantes online (39 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 3
Leitores: 174

GersonClayton, HelderOliveira, thiagodebarros, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas : 

Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!

 





http://2010joaosurreal.blogspot.com/

Abri a caixa dos charutos e qual foi o meu espanto quando saco o último charuto enroladinho, fiquei preocupado, como vai ser agora?Amarro no telefone e ligo de imediato ao meu amigo Fidel. Marco o número, espero um pouco, por aquelas bandas tudo é mais lento até que uma voz rouca molhou-me o ouvido.

- Quién está hablando? (quem fala).

- Amigo, habla Surreal, João Surreal

- Oder, ¿cómo te va en tu vida, cabron (oder, como vais Surreal, amigo).

- Vai bem comunista de merda. E a tua saúde como está? Por aqui diz-se que estás já com os pés na cova, mas pela voz parece-me que já recuperaste. Eu tenho razão, Deus não quer comunistas a seu lado.

- oder Surreal, los picos de loros es que yo no trote (os bicos de papagaio é que não me largam).

Soy una enfermera que me trata todos los días, siempre están a mi alrededor y me da tregua ni reposo. eres una puta, pero es bueno para follar., (tenho uma enfermeira que me trata todos os dias, anda sempre á minha volta e não me dá descanso. é uma pu.., mas é boa para cara….) estoy jodido, la herramienta ya no es lo que era, es como el comunismo, cada vez con menos fuerza (a ferramenta já não é o que era, está como o comunismo, cada vez com menos força)

- Tenho pena não estares mais perto, dava-te uma ajuda com a enfermeira, sempre tive fetiches com enfermeiras. Sempre que penso nessas mulheres de cruz vermelha na testa, fico logo a altas temperaturas.
- oder João, no pensar en otra cosa, el sexo y siempre el sexo, nunca pienso en hacer el amor? (não pensas em mais nada, sexo, sexo e sempre sexo, nunca pensas em fazer amor?)

- Foda-se Fidel, andaste a foder o povo durante toda a tua vida e agora que estás na cama dizes-me apenas para fazer amor, “oder” Fidel. Mas descansa que eu tenho a solução, e já que tu estás de costas voltadas para os americanos, proponho-te um negócio.

- Mi cabrón, portugués siempre acaba tirando a su amigos, eres un cabrón de mierda. Pero no pierda más tiempo, dime cómo te va chingar (meu cabron, portugues acaba sempre por fod… sempre seus amigos, és um cabron de merda. Mas não percas mais tempo, diz como é que me vais fod…)

- escuta com atenção amigo, eu mando viagra e tu mandas-me uns charutos enrolados à mão, mas não quero daqueles tortos, tem que ser puros, dos bons, dos que fumas.

- Oder Surreal, eres un bastardo (foder Surreal, és mesmo um filho da puta) ok João, solo tienes que enviarme la cola, con la mierda del embargo, el puro é pegado con saliva (ok Surreal, só tens que me mandar cola, com a merda do embargo, os puros são colados com saliva)

- Não te preocupes amigo, envio-te duas caixas da boa, daquela que até cola cientistas ao tecto.

- valle amigo, estoy esperando (fico à espera). Ahora me tengo que ir, la enfermera me está poniendo loco de deseo (agora tenho que desligar, a enfermeira está a pôr-me maluco de desejo)

- adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
- Amigo, Surreal até à lá muerte

Foda-se, bem se diz que quem tem amigos não morre na cadeia.
Autor
joaosurreal
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 667
Favoritos 0
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
Cosmética para Poetas
O último espermatozóide do Sr. Bombarda
A milésima parte da hora está com o cio
A padeira dos beijinhos no curação
Temos que expulsar o Camões para bem do ensino em Portugal
Aleatórios
Sr. Serra, sala dois
Hoje matei um polícia
O preservativo arrogante e a puta heroína
Auto da Barca da Bola
Raiz quadrada de caganço
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 10/05/2010 01:17  Atualizado: 10/05/2010 01:17
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre! para joão surreal
"oda-se".tantos clichets.podias ter abreviado.dizias: os comunistas estão para as criancinhas como os joões para as enfermeiras.papam-nas.mas também podia ser ao contrário.diz que...
vá-se lá saber quem é ou se acha mais fino no meio desta merda toda.
enfim,é a teoria do papanço.uma coisa só vista.

puros,no meio disto tudo,só os charutos mesmo.

desta vez,confesso,não me ri muito.a nao ser com o teu excelente domínio da língua espanhola.

beijos

Enviado por Tópico
joaosurreal
Publicado: 10/05/2010 20:55  Atualizado: 10/05/2010 20:55
Super Participativo
Usuário desde: 21/04/2010
Localidade:
Mensagens: 131
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre! para joão surreal
Nem queiras saber o que tive que fazer para aprender espanhol cubano. Comprei um curso rápido nas Selecções do Ridest Digest . Em boa hora o fiz, ainda hoje ia a passar junto ao túmulo do Camões e um austríaco radicado há muitos anos em Espanha perguntou-me em português a que hora passava o 35. Eu, Luso dos sete costados, que não posso com espanhóis que tentam falar português, dei corda ao sapatos e disse-lhe com voz firme: Oder amigo, esse machimbombo no lo passa más por aqui. O ustede tem qui palmar a butes até la próxima parage e logo depôs te lo passo lo 44 qui te leva lá riba. O gajo até ficou com olhos em bico, e com a vergonha até me disse: muchas gracias. Eu com ar de gozo respondi: adios gringo

Beijo
js

Enviado por Tópico
JoséCorreia
Publicado: 10/05/2010 02:26  Atualizado: 10/05/2010 02:26
Luso de Ouro
Usuário desde: 17/03/2009
Localidade:
Mensagens: 286
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
E cada um defende a sua orientação.
Charutos e viagra...talvez a vida fosse melhor assim.

Enviado por Tópico
joaosurreal
Publicado: 10/05/2010 20:56  Atualizado: 10/05/2010 20:56
Super Participativo
Usuário desde: 21/04/2010
Localidade:
Mensagens: 131
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
Está tudo fodido. todos querem sensações fortes. Depois anda para aqui uns gajos a inventar uma merdas que não servem para nada. Eu até ouvi comentar por aí que essa merda da pastilha azul foi inventada pelo Pinto da Costa para obrigar um gajo a ser tripeiro á força carago. Juro que nunca tomei dessas merdas carago, a única coisa que tomei no poooorto foi uma tripas mal lavadas que ainda hoje as solas dos pés cheiram a porco mal lavado.

Abraço
js

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 10/05/2010 21:10  Atualizado: 10/05/2010 21:10
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7072
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
Pois eu ri e muito com esta bela paródia.
O Comunismo está em queda, mas o capitalismo está em queda... livre.

Antes foi o Batista que, Não digo, agora é o Fidel, entre um e outro, penso, não tenho a certeza, prefiro o Fidel aos Batistas, já chegou um que tivemos por cá 48 anos.

Abraço

A. da fonseca

Enviado por Tópico
joaosurreal
Publicado: 12/05/2010 19:10  Atualizado: 12/05/2010 19:11
Super Participativo
Usuário desde: 21/04/2010
Localidade:
Mensagens: 131
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
E tem toda a razão, eu também conheci um Baptista que era um bom traste. Era Pai de uma miúda que andava a galar, bem boa para as minhas dioptrias. Certo dia, estava eu a cantar o fado do bandido, com ar de marialva, e com a língua afiada para lhe pregar um beijo lambido, quando o Baptista, que era pastor numa igreja do reino universal, disse-me num tom ameaçador: se deres algum kisse badalhoco na mocinha, vais para o altar e passas a ser Pastor. Quando ouvi aquela coisa, até os cabelos se enrolaram, e ainda por cima ela não sabia nem cozinhar nem lavar a roupa, era uma garina moderna. Dei com os joelhos nos calcanhares e só parei em casa metido no quarto a pedir protecção divina. Prometi que nunca mais me metia com filhas de padres, e de pastores só mesmo os que andam com ovelhas no monte.
Passei a acreditar na minha fé, o aparecimento do Baptista foi milagre de Deus. Nunca mais dei beijos em namoradas sem saber o que o Pai faz.

Abraço

js

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

  • Poemas - Ditos - AndreiaLeal

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...