http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Poemas : 

Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!

 


Abri a caixa dos charutos e qual foi o meu espanto quando saco o último charuto enroladinho, fiquei preocupado, como vai ser agora?Amarro no telefone e ligo de imediato ao meu amigo Fidel. Marco o número, espero um pouco, por aquelas bandas tudo é mais lento até que uma voz rouca molhou-me o ouvido.

- Quién está hablando? (quem fala).

- Amigo, habla Surreal, João Surreal

- Oder, ¿cómo te va en tu vida, cabron (oder, como vais Surreal, amigo).

- Vai bem comunista de merda. E a tua saúde como está? Por aqui diz-se que estás já com os pés na cova, mas pela voz parece-me que já recuperaste. Eu tenho razão, Deus não quer comunistas a seu lado.

- oder Surreal, los picos de loros es que yo no trote (os bicos de papagaio é que não me largam).

Soy una enfermera que me trata todos los días, siempre están a mi alrededor y me da tregua ni reposo. eres una puta, pero es bueno para follar., (tenho uma enfermeira que me trata todos os dias, anda sempre á minha volta e não me dá descanso. é uma pu.., mas é boa para cara….) estoy jodido, la herramienta ya no es lo que era, es como el comunismo, cada vez con menos fuerza (a ferramenta já não é o que era, está como o comunismo, cada vez com menos força)

- Tenho pena não estares mais perto, dava-te uma ajuda com a enfermeira, sempre tive fetiches com enfermeiras. Sempre que penso nessas mulheres de cruz vermelha na testa, fico logo a altas temperaturas.
- oder João, no pensar en otra cosa, el sexo y siempre el sexo, nunca pienso en hacer el amor? (não pensas em mais nada, sexo, sexo e sempre sexo, nunca pensas em fazer amor?)

- Foda-se Fidel, andaste a foder o povo durante toda a tua vida e agora que estás na cama dizes-me apenas para fazer amor, “oder” Fidel. Mas descansa que eu tenho a solução, e já que tu estás de costas voltadas para os americanos, proponho-te um negócio.

- Mi cabrón, portugués siempre acaba tirando a su amigos, eres un cabrón de mierda. Pero no pierda más tiempo, dime cómo te va chingar (meu cabron, portugues acaba sempre por fod… sempre seus amigos, és um cabron de merda. Mas não percas mais tempo, diz como é que me vais fod…)

- escuta com atenção amigo, eu mando viagra e tu mandas-me uns charutos enrolados à mão, mas não quero daqueles tortos, tem que ser puros, dos bons, dos que fumas.

- Oder Surreal, eres un bastardo (foder Surreal, és mesmo um filho da puta) ok João, solo tienes que enviarme la cola, con la mierda del embargo, el puro é pegado con saliva (ok Surreal, só tens que me mandar cola, com a merda do embargo, os puros são colados com saliva)

- Não te preocupes amigo, envio-te duas caixas da boa, daquela que até cola cientistas ao tecto.

- valle amigo, estoy esperando (fico à espera). Ahora me tengo que ir, la enfermera me está poniendo loco de deseo (agora tenho que desligar, a enfermeira está a pôr-me maluco de desejo)

- adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
- Amigo, Surreal até à lá muerte

Foda-se, bem se diz que quem tem amigos não morre na cadeia.
 
Autor
joaosurreal
 
Texto
Data
Leituras
750
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 10/05/2010 01:17  Atualizado: 10/05/2010 01:17
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre! para joão surreal
"oda-se".tantos clichets.podias ter abreviado.dizias: os comunistas estão para as criancinhas como os joões para as enfermeiras.papam-nas.mas também podia ser ao contrário.diz que...
vá-se lá saber quem é ou se acha mais fino no meio desta merda toda.
enfim,é a teoria do papanço.uma coisa só vista.

puros,no meio disto tudo,só os charutos mesmo.

desta vez,confesso,não me ri muito.a nao ser com o teu excelente domínio da língua espanhola.

beijos


Enviado por Tópico
JoséCorreia
Publicado: 10/05/2010 02:26  Atualizado: 10/05/2010 02:26
Luso de Ouro
Usuário desde: 17/03/2009
Localidade:
Mensagens: 287
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
E cada um defende a sua orientação.
Charutos e viagra...talvez a vida fosse melhor assim.


Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 10/05/2010 21:10  Atualizado: 10/05/2010 21:10
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7078
 Re: Adeus Fidel, hasta la victoria, siempre!
Pois eu ri e muito com esta bela paródia.
O Comunismo está em queda, mas o capitalismo está em queda... livre.

Antes foi o Batista que, Não digo, agora é o Fidel, entre um e outro, penso, não tenho a certeza, prefiro o Fidel aos Batistas, já chegou um que tivemos por cá 48 anos.

Abraço

A. da fonseca

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...