http://spumis.pt/
 
Poemas : 

Água, Ar, Fogo e Terra

 
Ondas do mar azul
Águas do calmo oceano…
Branca espuma
Do gigante revolto:
Refrescai-me a testa escaldante
E levai as salgadas lágrimas.
Que elas sejam a minha mensagem
Viajando por este mundo fascinante.

Ar.
Brisa fresca da manhã,
Ventos revoltos
Do furacão estabilizador…
Queira eu que me consigam (e bem!)
Levar todas estas preces
Para longe. E que deste pesadelo
Possa acordar fresca (como não há quem)

Ondas do vórtice vermelho
Chamas luminosas,
Do calor sufocante
Dos devastadores incêndios:
Queimai toda esta angústia irritante,
Evaporai esta saudade imensa,
Purificai-me com a sua água de fogo
Queira ser meu glorioso calmante!

Terra
Conforto dos vivos,
Descanso dos mortos…
Mãe de todos os seres:
Que no seu seio possa eu
Aprender a amar
Toda a pequena criatura
E, acabando de chorar e de rezar,
Dizer apenas que tenho um amor só meu!



Poemas originais por Tânia Oliveira (Direitos reservados)

 
Autor
Tânia
Autor
 
Texto
Data
Leituras
12133
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...