Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

60 visitantes online (34 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 2
Leitores: 58

miranda7, estreladamantiqueira, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas : 

POEMA FATELINHA

Tags:  caruncho  
 
Guardo-te no peito,
semente de luz.
Serei útero seguro
da tua fertilização,
serei ventre maternal
de tão ansiado embrião,
serei coração fecundo
sustentando tuas raízes.
Brotarás, enfim, esplendorosa.
E em refulgente germinar,
Serei mulher.

Repousa no embalo
deste acontecer da vida
Segreda-me, serena, a alma...
… ainda não é o teu tempo.



"A vida é um acto de resistência e de reexistência" - Manuel Rivas

Autor
AnaMartins
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 824
Favoritos 5
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
uma espécie de haikai
AO SEGUNDO OLHAR (REP)
sleep tight
dizer que te amo não chega
PRIMAVERA EM MIM
Aleatórios
POEMA FATELINHA
Nó Cego
dizer que te amo não chega
POESIA É STEREA
SOL
Favoritos
Testemunho - joseluislopes
25 - joseluislopes
A POESIA SOLTOU-SE DAS PALAVRAS - Sterea
o invisível - Alexis
Rumo - vandapaz
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 20/05/2010 18:40  Atualizado: 20/05/2010 18:40
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 661
 Re: POEMA FATELINHA
Cara poeta
Para mim sublime este poema. Nasce no mais profundo da alma e floresce esplendoroso.

Permite-me que te recorde que depois de o ler acordou em mim a lembrança da tua presença na apresentação do meu livro, presença que me foi cara.
O meu abraço, reiterando os meus parabéns.
Antonius

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 21/05/2010 19:03  Atualizado: 21/05/2010 19:03
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ LUCIUSANTONIUS
Caro António, nem sei que lhe dizer. Fico realmente muito feliz com o seu comentário.

Foi com imenso prazer que estive prazer em Braga, Terra que tem um espacinho especial no meu coração. Foi um momento de partilha e amizade em que a estrela mais cintilante foi, claro está, o senhor.

O meu abraço grato pela gentileza do seu comentário!

Enviado por Tópico
Runa
Publicado: 20/05/2010 19:21  Atualizado: 20/05/2010 19:21
Colaborador
Usuário desde: 24/04/2010
Localidade: Santo Antonio Cavaleiros
Mensagens: 1177
 Re: POEMA FATELINHA
Um poema doce e envolvente. Gostei, mas acho que merecia um titulo diferente.

1 Beijo

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 21/05/2010 20:15  Atualizado: 21/05/2010 20:15
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ runa
Obrigada pelo comentário Runa, ainda bem que gostaste.
Este poema foi apelidado assim à nascença, acabei por decidir não lhe mudar o título. Todos morremos com o nome com que nascemos, normalmente. hehehe

Gostei da visita!

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 20/05/2010 20:19  Atualizado: 20/05/2010 20:19
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga - Vila Verde
Mensagens: 7343
 Re: POEMA FATELINHA
também não entendi o título nem a tag caruncho
quanto ao poema achei lindo e digo-te que sei que o teu tempo de plenitude chegará quando quiseres, porque já o tens dentro de ti. basta quereres.
beijo grande.

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 22/05/2010 00:59  Atualizado: 22/05/2010 00:59
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ Roque
Conceição, agradeço-te o carinho das palavras. Talvez seja a plenitude que tenha que germinar;)

Conforme expliquei ao Antero a tag é porque já nao postava há algum tempo e o poema tem o título com que nasceu.

Beijinho e continua a sorrir no "Sorriso"...

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/05/2010 11:54  Atualizado: 21/05/2010 11:54
 Re: POEMA FATELINHA
Vim aqui a correr para ler o que seria um poeminha fatelinha! Fui enganada! O poema é lindíssimo, muito bem escrito. Retira esse titulo senão fico amuada.

Levo este fatelinha para o meu baúzinho dos fatela

Beijo azul fatela

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 28/05/2010 00:59  Atualizado: 28/05/2010 00:59
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ Fatinha
Oh, mas foi assim que ele nasceu, fatela, fatelinha...
Vá, não fiques zangada! rsrsrs

Obrigada pelo carinho, Fatinha!

Beijo Vermelhão nunca fatela!

Enviado por Tópico
Moreno
Publicado: 21/05/2010 12:06  Atualizado: 21/05/2010 12:06
Colaborador
Usuário desde: 09/01/2009
Localidade:
Mensagens: 3486
 Re: POEMA FATELINHA à Ana
de tão fatela que está, a menina devia ter colocado uma nota prévia por forma a evitar susceptibilidades aos mais sensíveis.

heheheh

agora a sério, "para dar fruto o grão de trigo tinha de cair à terra".

o tempo aí está, a semente também, há que germinar

um beijo

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:14  Atualizado: 06/06/2010 15:15
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA ao Helder
(desculpe, mas eu até falei em caruncho e tudo!)

Pois é, um dia destes...

Beijinho ilumindado, mon chér!

Enviado por Tópico
Sterea
Publicado: 21/05/2010 12:31  Atualizado: 21/05/2010 12:31
Colaborador
Usuário desde: 20/05/2008
Localidade: Porto
Mensagens: 3092
 Re: POEMA FATELINHA
Quer-me parecer que a criança já nasceu e anda por aí... já com perninhas dela, vontade dela e esplendor dela!...
Bem, isto foi um comentário assim-pró-fatela... porque estavas a pedi-las, com aquele título!! Então é lá "fatelinha" um poema de tal profundidade...? ai, as minhas encomendas!

Pronto, mas um beijinho mereces sempre...

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:16  Atualizado: 06/06/2010 15:16
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ MOMMY
MOMMY! MOMMY! MOMMY!
Também não havia necessidade desse puxar de orelhas!

Beijo e beijinho.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/05/2010 18:05  Atualizado: 21/05/2010 18:05
 Re: POEMA FATELINHA
o caruncho deve-se ao facto deste poema já ter sido escrito há muito, talvez, digo eu. mas ainda bem que lhe deste lustro, senão não brilharia com agora.

beijo

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 21/05/2010 18:56  Atualizado: 21/05/2010 18:56
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ ANTERO
Bravo, Antero! Chegaste quase lá! rsrsrs
Eu não conhecia o poder das tags! hehehe
Caruncho deve-se ao simples facto de eu já não postar há algum tempo e a minha página estar a ficar com bolor.
E a minha não é a única... A menos que tenhas postado agorinha mesmo, acho que também a tua página está a carunchar...
bou bere...

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 21/05/2010 22:53  Atualizado: 21/05/2010 22:53
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: POEMA FATELINHA
Se chama a esta obra de arte um poema fatelinha, nem imagino como serão os bons poemas, pois adorei este.
vou levar e repousar embalando-me nele.

Beijinhos

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:18  Atualizado: 06/06/2010 15:18
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ Beija-Flor
Olá Beija-Flor!

Obrigada pela gentileza das tuas palavras!Sinceramente!
Beijinhos para ti também!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/05/2010 01:06  Atualizado: 22/05/2010 01:06
 Re: POEMA FATELINHA
Que lindo minha amiga Ana...já estava com saudade de a ler...Ficou tão doce e terno...

Parabéns!

Beijinhos ternos...

Rosa

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:19  Atualizado: 06/06/2010 15:19
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ Rosinha
Agradeço-te Rosinha pela doçura do teu comentário!

Beijinhos daqui!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 22/05/2010 12:37  Atualizado: 22/05/2010 12:37
 Re: POEMA FATELINHA
nosso peito é útero a guardar o mundo... achei maravilhoso, perfeito... bjus querida poetisa, bjus imenso.

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:20  Atualizado: 06/06/2010 15:20
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ Marcia
Márcia, é um prazer receber-te no meu cantinho! Grata pela visita!

Beijinhos!

Enviado por Tópico
AMICI
Publicado: 01/06/2010 22:01  Atualizado: 01/06/2010 22:01
Super Participativo
Usuário desde: 02/01/2010
Localidade: Lisboa
Mensagens: 137
 Re: POEMA FATELINHA
Olá Ana,

Bonito poema! A vida, livre no destino. Que os deuses o cumpram sem nada pedir.

Um beijo,
Maria

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:22  Atualizado: 06/06/2010 15:22
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ AMICI
Querida Maria, que bom que gostaste.
Sim, que se cumpra o destino, já que nunca lhe poderemos fugir!

Beijinho.

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 06/06/2010 15:20  Atualizado: 06/06/2010 15:20
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: POEMA FATELINHA para anamartins
esperar o tempo certo é bom,mas ganhar caruncho!isso não...rsrsr

beijinho,ana!olha o timing!

alex

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 15:24  Atualizado: 06/06/2010 15:24
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA / ALEXIS
Olha quem ela é! Viva Rubia!

Gostei do comentário-trocadilho, hehehe!
Mas tudo tem o seu tempo...

Beijinhos!

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 06/06/2010 17:53  Atualizado: 06/06/2010 17:53
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 16471
 Re: POEMA FATELINHA
Minha linda, esse é um momento do qual não abro mão!
A emoção que me causa sua poesia. Levo e levo! bj

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 06/06/2010 18:59  Atualizado: 06/06/2010 18:59
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: POEMA FATELINHA/ vania
Sempre tão suave e vibrante a tua presença, Vania!

Beijinho enorme!

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...