http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Poemas -> Dedicatória : 

Ternura de avó

 
Cresci com a ternura de quem me amou sem limites,
me embalou com canções em momentos de sofrimento,
entre contos e gargalhadas, muitas delas embaladas,
sinto falta do colinho da minha querida avózinha.

Ternura que me aqueceu,
me deu forças e fez crescer,
tornaste-me uma boa pessoa,
do melhor que pode haver.

Entre sorrisos entristecidos,
muitos deles esquecidos,
hoje avó querida,
sinto a tua falta perdida.

Quero ter sempre tua ternura,
quero ter o teu amor,
és minha avó querida,
és minha musa em flor.

Teu carinho te devolvo,
envolto em muito amor,
dou-te hoje que estás velhinha,
o que me deste sem dor.


Geninha

 
Autor
Geninha
Autor
 
Texto
Data
Leituras
4688
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 06/08/2007 21:57  Atualizado: 06/08/2007 21:57
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14669
 Re: Ternura de avó p/ Geninha
Geninha querida

Mas que maravilhosa homenagem
eu não os tenho mais, mas sinto
tanta saudades das historinhas
das palavras amigas daquela que
tem tanta experiência da vida
para nos oferecer...
Parabéns

Beijo doce n'alma

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...