http://spumis.pt/
 
Sonetos : 

No tempo de escola

 
Tags:  sol    versos    cafe  
 
Open in new window
















No tempo de escola

Quando eu chegava cansado da escola
Encima da cama colocava o guarda-pó
Também aí deixava os livros e a sacola
Comia e ia para a roça queimando ao sol

Descansava na sombra de um pé de café
E escrevia palavras ao chão, na poeira
No serviço braçal eu não levava muita fé
Pois gostava de estudar a semana inteira

Às vezes até versos eu escrevia no chão
Versos simples que saiam da imaginação
Ou alguns que havia aprendido na escola

Recordando esta cena há anos já vivida
Penso que se tivesse insistido nesta lida
Acho que hoje eu estaria pedindo esmola.

jmd/Maringá, 19.07.010


verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
1656
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
varenka
Publicado: 18/07/2010 18:06  Atualizado: 18/07/2010 18:06
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2009
Localidade:
Mensagens: 4210
 Re: No tempo de escola
JOão,

Lutaste poeta...Um soneto de vitória!

Abraço!

Varenka
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...