http://spumis.pt/
 
Poemas -> Amor : 

Tuas mãos (Pablo Neruda)

 
Quando tuas mãos saem,
amada, para as minhas,
o que me trazem voando?
Por que se detiveram
em minha boca, súbitas,
e por que as reconheço
como se outrora então
as tivesse tocado,
como se antes de ser
houvessem percorrido
minha fronte e a cintura?

Sua maciez chegava
voando por sobre o tempo,
sobre o mar, sobre o fumo,
e sobre a primavera,
e quando colocaste
tuas mãos em meu peito,
reconheci essas asas
de paloma dourada,
reconheci essa argila
e a cor suave do trigo.

A minha vida toda
eu andei procurando-as.
Subi muitas escadas,
cruzei os recifes,
os trens me transportaram,
as águas me trouxeram,
e na pele das uvas
achei que te tocava.
De repente a madeira
me trouxe o teu contacto,
a amêndoa me anunciava
suavidades secretas,
até que as tuas mãos
envolveram meu peito
e ali como duas asas
repousaram da viagem

Poema Original: Tus Manos (em castellano)

Cuando tus manos salen,
y amor, hacia las mías,
qué me traen volando?
Por qué se detuvieron en mi boca,
de pronto,
por qué las reconozco
como si entonces antes,
las hubiera tocado,
como si antes de ser
hubieran recorrido
mi frente, mi cintura?

Su suavidad venía
volando sobre el tiempo,
sobre el mar, sobre el humo,
sobre la primavera,
y cuando tú pusiste
tus manos en mi pecho,
reconocí esas alas
de paloma dorada,
reconocí esa greda
y ese color de trigo.

Los años de mi vida
yo caminé buscándolas.
Subí las escaleras,
crucé los arrecifes,
me llevaron los trenes,
las aguas me trajeron,
y en la piel de las uvas
me pareció tocarte.
La madera de pronto
me trajo tu contacto,
la almendra me anunciaba
tu suavidad secreta,
hasta que se cerraron
tus manos en mi pecho
y allí como dos alas
terminaron su viaje.

Pablo Neruda, grande e imortal poeta Chileno, em mamais de seus poemas de amor.

Veja dois vídeos, o primeiro com interpretação no idioma original, belas imagens e uma linda canção incidental (Out to Africa).




No segundo vídeo uma bela melodia, imagens de mãos se tocando em diversos momentos da vida, cantada por Olga Manzano e Manuel Picón.

 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3577
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 03/08/2010 09:28  Atualizado: 03/08/2010 09:28
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Tuas mãos (Pablo Neruda)
Sem dúvida-poesia imortal.
Prefiro a o original castelhano, dificilmente, em poesia, a tradução conserva toda a beleza e genialidade.

Obrigado amigo por me dar a ler

Abraço
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...