Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

205 visitantes online (107 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 6
Leitores: 199

nereida, atizviegas68, Carlos Ricardo, jluis, acalenta, fialho, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas : 

QUERO MORRER

 
<img src="http://i25.tinypic.com/f9dvls.jpg"width=700 height=500 border="0" alt="Image and video hosting by TinyPic"></a>

QUERO MORRER

A noite apagou a luz, meu velho guia
E no fundo deste copo me extermino
Escorre nos lábios uma culpa, profecia!
Ninguém me disse, estava escrito no destino
Da cautela que ganhei na lotaria.

E chovem sobre mim dias malditos
Duma vida que vivi, não foi a minha
Afogo o alvoroço dos aflitos
Que me atormentam aos gritos...
A loucura se avizinha.

Lancei à sorte dias cinzentos
Em copos fundos de nada,
E fumei negros lamentos
Foram intentos,
Ansiando a madrugada.

Quis com tanta força, mas agora
Destilo todo o gozo de viver
Pressinto lentamente a minha hora,
O final tão desgraçado de sofrer.
Espero paciente pela diáspora
Que me leve
Que seja breve
Quero morrer.

Regensburg
24-08-2010
Beija-flor




O meu primeiro livro..
Podem encontrá-lo em:

http://www.worldartfriends.com/store/ ... flor&submit_search=Search.

Atenciosamente.

Autor
Beija-Flor76
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 3420
Favoritos 2
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
TALVEZ VOLTES
FOSTE MEU RENASCER
METADE DE MIM
MATAS-ME
AO FIM AO CABO
Aleatórios
SOLIDÃO É UM LUGAR
O LIVRO DE MIM
MEDO DE AMAR
NÉCTAR DOS DEUSES
LUTAR ... INFINITO
Favoritos
ANTES QUE O TEMPO NOS APUNHALE * - Runa
Lavo as insónias - Liliana Jardim
AH O MEU AMOR... - carolcarolina
Poema- Aquarela - Gyl
NO SILÊNCO DO TEU CORPO ADORMECIDO - Runa
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Lau'Ra
Publicado: 27/08/2010 23:33  Atualizado: 27/08/2010 23:33
Muito Participativo
Usuário desde: 27/08/2010
Localidade:
Mensagens: 52
 Re: QUERO MORRER
Muito bonito o poema.
Descreve perfeitamente o que por vezes sinto, a escuridão que por vezes vejo, o silêncio que por vezes grita de desespero, a saudade do descanso, a magia de um sorriso, o mágico de ter vontade de viver outra vez.

Gosto muito, está realmente muito bom.
Abraço,

Laura Justino

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 27/08/2010 23:39  Atualizado: 27/08/2010 23:39
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: QUERO MORRER Para Lau´ra
Por vezes temos vontade de encontrar a paz que não temos aqui, sonhamos com um mundo melhor e uma vida mais perfeita depois da morte, mas nada sabemos acerca disso, portanto, há que levantar a cabeça e aproveitar a vida que temos aqui, é esta que deve ser, e agora.

Beijinhos e obrigado
Beija-flor

Enviado por Tópico
rosafogo
Publicado: 27/08/2010 23:40  Atualizado: 27/08/2010 23:40
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2009
Localidade:
Mensagens: 9607
 Re: QUERO MORRER
Fiquei impressionada, não tanto como a poesia, porque também eu escrevo assim nostálgico, mas com a imagem, sabes que sou muito sensível a estas imagens, acredita tive que ler sem olhar.
Desculpa João o poema está como sempre muito belo
é um grito, um desabafo daqueles dias cinzentos em que nada de bom nos acontece, mas há sempre
outro dia e nós como que renascemos.

beijinho, bom fim de semana

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 27/08/2010 23:44  Atualizado: 27/08/2010 23:44
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: QUERO MORRER Para Rosafogo
Querida amiga, é isso mesmo, tem dias que nada corre bem, e a vontade é de cometer loucuras, certamente isto foi apenas (como disse) um grito, um desabafo contra todas as coisas que queria e demoram...
quanto á imagem, sei que impressiona, mas é uma imagem muito bem conseguida, pela qual me apaixonei á primeira vista.
Agradeço as suas belas palavras .
um beijinho meu
Beija-flor

Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 27/08/2010 23:47  Atualizado: 27/08/2010 23:47
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2219
 Re: QUERO MORRER
Num silencioso entendimento, deixo-te um beijo pelo poema magnífico.

E outro beijo para a manhã que te vai acordar alegre!

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 27/08/2010 23:56  Atualizado: 27/08/2010 23:56
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: QUERO MORRER Para Ana Martins
Olá amiga, tem dias neste mundo que não deviam existir, mas acontecem e temos de os suportar...
Certamente amanhã acordarei e terei um outro brilho nos labios.
Obrigado
Beijinho ternurento

beija-flor

Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 27/08/2010 23:52  Atualizado: 27/08/2010 23:52
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: QUERO MORRER p/Beija
A desilusão bateu forte, o desãnimo tornou-se um vento agreste.

triste mas belo!

bj
Eduarda

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 27/08/2010 23:58  Atualizado: 27/08/2010 23:58
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: QUERO MORRER p/ Eduardas
A desilusão bate sempre quando menos esperamos, mas apesar das contariedades da justiça humana,viver serã sempre o melhor remedio.

Beijinho terno amiga Eduarda

Beija-flor

Enviado por Tópico
anakosby
Publicado: 27/08/2010 23:53  Atualizado: 27/08/2010 23:53
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2010
Localidade: Torres
Mensagens: 1737
 Re: QUERO MORRER
Pois eu nego-me a morrer, desde que possa continuar lendo teus belos poemas. Não, não queiras, a vida é cheia de momentos, morremos todos, todas as noites e renascemos todas as manhãs... A vida é uma sucessão de pequenas mortes, porque desejar a única coisa verdadeiramente certa na vida.
BEIJO.
É SEMPRE MUITO BOM LER-TE.

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 28/08/2010 00:04  Atualizado: 28/08/2010 00:04
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: QUERO MORRER Para AnaLyra
Poe vezes temos de matar partes de nós, para que outras nasçam com mais força , vigor e esperança.
Os dias não são iguais e cabe a nós vivê-los.

Beijo bom
Beija-flor

Enviado por Tópico
luciusantonius
Publicado: 27/08/2010 23:57  Atualizado: 27/08/2010 23:57
Colaborador
Usuário desde: 01/09/2008
Localidade:
Mensagens: 661
 Re: QUERO MORRER
Caro poeta
Não queira morrer, que ainda é cedo. Aliás é sempre cedo para essa viagem.
O tema é patético embora esteja ciente de que está fora da realidade, mas sem duvida corresponde a um estado de alma que é natural que algum dia nos assalte a mente. Eterna angústia existencial. Excelente poema.
Um abraço
Antonius

Enviado por Tópico
Beija-Flor76
Publicado: 28/08/2010 00:07  Atualizado: 28/08/2010 00:07
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2010
Localidade: PORTUGAL
Mensagens: 2056
 Re: QUERO MORRER Para Luciusantonius
existem dias neste mundo que não deviam acontecer, e naturalmente (como disse) fora da realidade, queremos matar tudo o que somos e renascer-mo-nos sem as maculas do passado ou sem as dores do presente.
São simples gritos e desabafos levados por vezes demasiado a peito, no entanto sei que amanhã estarei sorrindo e gozando o lado bom da vida.

Obrigado pelas palavras
abraço
Beija-flor

Enviado por Tópico
aquazulis
Publicado: 28/08/2010 00:31  Atualizado: 28/08/2010 00:31
Luso de Ouro
Usuário desde: 31/07/2010
Localidade: cascais
Mensagens: 6229
 Re: QUERO MORRER
Espero que seja apenas um poema, nao a vontade do poeta! Eu nao quero morrer ainda, a vida e o mundo sao demasiado belos e duvido que depois desta vida exista outra! Parabens pelo seu poema! Abracos!

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 28/08/2010 01:17  Atualizado: 28/08/2010 01:17
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2286
 Re: QUERO MORRER
Eu ando triste e sem motivos
para dar mais um passo em frente,
mas depois de uns momentos
negros e feios o sol bate de frente,
ei-lo que rompeu as nuvens
e a alma se enche de nova vida
e as veias se tornam mais jovens
e o coração acelera a batida
e tem uma vontade doida de ir
até onde tudo nos vai fazer rir,
que dizem é o melhor remédio
para afugentar a morte e o tédio...

Todos nós deviamos morrer
diáriamente e renascer
e ter sempre vontade de correr
e dar à luz o que está por nascer!

N BEIJOS E MIL ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO DISPOR
Maria«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
Jesusviveemmim
Publicado: 28/08/2010 01:26  Atualizado: 28/08/2010 01:26
Super Participativo
Usuário desde: 07/04/2010
Localidade:
Mensagens: 197
 Re: QUERO MORRER
Querido poeta, também já quis morrer em dias que de tão nebulosos me roubavam o ar, mas em cada dia é Deus que me segura pela mão, e vivo.

Abraço carinhoso e que a cada dia possas dissipar essa dor e transformar em alegria os teus dias.

Beijos, lindo poema.

Alice Barros

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 28/08/2010 01:39  Atualizado: 28/08/2010 01:39
Colaborador
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 8149
 Re: QUERO MORRER
Morre não, João, que precisamos muito de ti e da tua preciosa escrita. Mais um texto confeccionado com mãos de ouvires; Estrofes cristalinas e ricas do jeito que queria um antigo poeta brasileiro e parnasiano. Um forte abraço do amigo do lado de cá. Felicidades, meu Brother!

Enviado por Tópico
Nitoviana
Publicado: 28/08/2010 02:57  Atualizado: 28/08/2010 02:57
Colaborador
Usuário desde: 10/04/2009
Localidade:
Mensagens: 648
 Re: QUERO MORRER
Há momentos, há dias, há mortes que não chegam a acontecer, de tão pardacentos, quase apetece passar á fase seguinte, ao dia seguinte, á morte seguinte, que acaba por ser uma manifestação de vida de tão emocional que é!
Parabéns
Abraço Beija-flor

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 28/08/2010 14:40  Atualizado: 28/08/2010 14:40
 Re: QUERO MORRER
Em muitos dias o cinza parece nos sufocar...já tive dias assim nebulosos e terríveis, mas superei e desejo de coração, que vc também os supere, pois a vida João, é preciosa demais para dela abrirmos mão...sempre é tempo de se erguer e recomeçar, mesmo que aos tropeções, mas ainda assim vale a pena viver...acredite!

Um beijo e muita, muita fé em dias melhores!

Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 29/08/2010 00:40  Atualizado: 29/08/2010 00:40
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7275
 Re: QUERO MORRER
O desejar morrer do poeta é a procura de liberação para que as coisas novas cheguem, entrem e tomem vida.

Grande Abraço poeta

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 29/08/2010 16:17  Atualizado: 29/08/2010 16:17
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 10892
 Re: QUERO MORRER
João,
Muito belo, este morrer poético.
Bj
Nanda

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/08/2010 17:30  Atualizado: 29/08/2010 17:30
 Re: QUERO MORRER
Um dos poemas mais tocantes e mais bem escritos que li neste site.

Está tudo tão claro, nao vou fazer comentarios ao texto mas á forma e conteúdo. Perfeito

Levo para mim


Beijo azul

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...