http://spumis.pt/
 
Poemas : 

Estado de sítio

 
Tags:  pais    corrupção    políticos  
 
Que importância tem esta gente
que rouba, atraiçoa, mente
sem qualquer tipo de pudor?

Quanta fome aqui se passa
enquanto vive em estado de graça
o político sem valor?

Quantas mãos serão precisas
para que atitudes concisas
mudem o estado da nação?

Queremos fazer a mudança
criando rios de esperança...
Quantos braços se erguerão?

 
Autor
Vera Sousa
 
Texto
Data
Leituras
2093
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 21/10/2010 10:14  Atualizado: 21/10/2010 10:14
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: Estado de sítio
Falta uma revolução. Será inevitável?
Foi bom de mais te ler.

Beijinho

Enviado por Tópico
Joanad'Arc
Publicado: 21/10/2010 10:51  Atualizado: 21/10/2010 20:54
Super Participativo
Usuário desde: 29/03/2010
Localidade: Lisboa
Mensagens: 165
 Re: Estado de sítio
Olá, Vera Silva

Deveras!...
Estão a crescer os ladrões;
já está muita gente farta;
fogem com muitos milhões
a canalha «que rouba,atraiçoa,mente» e mata


Agora, uma quadra a propósito, de Sfich:

O governado é sòmente
um infeliz desgraçado
se o governante é demente
num país hipotecado

beijinhos
Joana D'Arc

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 21/10/2010 19:02  Atualizado: 21/10/2010 19:02
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5589
 Re: Estado de sítio
Bom te ler de novo Vera!
Poesia que me faz sentido, que me faz pensar mais e mais!
Um bj,
Edilson

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/10/2010 19:17  Atualizado: 21/10/2010 19:17
 Re: Estado de sítio
Vera, um grande momento , alerta vermelho para um país cada vez mais amarelo numa poesia que é mais que um estado d' alma , é a (possível) revolução da mesma!
Parabéns !

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 23/10/2010 09:53  Atualizado: 23/10/2010 09:53
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14682
 Re: Estado de sítio p/ Vera Silva
Querida poetisa amiga Vera

Sim, quantos braços se erguerão
para liberar qualquer nação...
Talvez poucos por comodismo
ou muitos por estarem sem esperança

Gostei imenso do seu poema, bom ti ver

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
inacoca
Publicado: 02/11/2010 17:18  Atualizado: 25/12/2011 11:31
Participativo
Usuário desde: 13/05/2010
Localidade: Santo Tirso
Mensagens: 29
 Re: Estado de sítio
Infelizmente na vida pública ou privada os valores estão em vias de extinção. Quantos braços também pergunto.

Ina

Enviado por Tópico
AntóniodosSantos
Publicado: 27/12/2010 19:02  Atualizado: 27/12/2010 19:04
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1005
 Re: Estado de sítio
Minha Querida Amiga Vera

Estou a parabenizá-la pelo seu magnifico poema..., e pela sua frontalidade...

A PALAVRA é pois a arma que os poetas e poetisas dispõem para denunciar as injustiças...

Se me for permitido diria rambém que:


Estes poemas azedos...,
Com uma pontingha de fel,
São apenas arremedos
Desta vida tão cruel...

"Justiça" de meter medo!
Compadrios a granel...
Sem fazer qualquer segredo
Metem as mão no "papel"...

Mas o que não é parvo,
Já os topa de gingeira.
São estórias mui mal contadas,

Com mentiras que dão brado,
Com muita "lata" à "maneira"
Deixa o povinho pasmado...


Com votos de um NOVO ANO COM SAÚDE PAZ E AMIZADE... e muita inspiração poética...

Um Xi-coração
António
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...