http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3048
 
Poemas : 

Amoras selvagens

 
Tags:  amor...  
 
Amo sempre os teus
Modos cheios de
Odores e Sabores.
Rio-te os braços quietos,
As palavras contidas.
Saboreio-te os silêncios.

Saboreio a tua pele,
Enrredo-me pelo teu cheiro, o meu
Lugar comum é o teu corpo onde
Volto sempre, é a minha casa,
Aí me encontro
Grande na minha pequenez.
Encostada ao teu corpo
Nesse enlace demorado e
Selvagem da amora ser.


Amora Selvagem...

Dedicado a António Paiva.


Open in new window


. façam de conta que eu não estive cá .

 
Autor
Margarete
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1728
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 28/08/2007 20:54  Atualizado: 28/08/2007 20:54
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: Amoras selvagens
Bom!
É assim:
Um belo poema com "sentido".
Uma bela Poetisa com "sentido".
Uma belíssima homenagem ao Amigo António Paiva, que por isso faz "sentido".
E agora é a minha vez de fazer um comentário consentido...

Beijo e Abraço!

(O beijo para a Margarete e o Abraço para os dois )

Enviado por Tópico
Carla Costeira
Publicado: 28/08/2007 23:14  Atualizado: 28/08/2007 23:14
Colaborador
Usuário desde: 16/02/2007
Localidade: Sintra
Mensagens: 918
 Re: Amoras selvagens
Lindíssimo!
Bjs
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...