Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

181 visitantes online (83 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 9
Leitores: 172

Liliana Jardim, marciocorrea, fernandamoreira, namastibet, Manufernandes, Poemices, o poeta ea solidão, AlmaMater, Emyvicky, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Letras de Música : 

RAP RIP ROP

 
RAP RIP ROP
 
'só letra'(foto: favela pacificada)


(não necessariamente letra de música)

Tinha que acabar um dia
e acabou
nas ruas da cidade nesse instante
agora calmas ensolaradas e radiantes
mas antes era o crime dominante
sem a proteção da mão forte da Lei
‘- qualé a tua policial,
milícia também não!’
não venha bagunçar o meu quintal
nem confundir gente de bem,
trabalhadora,
com meliantes.
basta, das mãos malditas dos narcotraficantes
comunidades...
subjugadas...
aos malditos narcotraficantes,
cadeia neles sem dó!
legal! disse meu pai
- todos no xilindró
chega, chega! Perderam!
não dava para aguentar mais;
sequestros, roubos, assaltos e morte
garotos do morro, soldados do tráfico
pagos com crak, maconha e cocaína
ao invéz de vida, reféns da morte
assim acabavam todos, na triste sina
até mesmo nós...favela
pobres com menos sorte nessa vida...
somos sobreviventes dessa cidade querida.
agora sim
queremos paz no cotidiano
diuturnamente e constante
sem risco da bala perdida
sem ouvir eco do tiro do AR15
queremos o brilho das estrelas na noite
ao invez dos riscos no céu dos projéteis traçantes
não mais está o Rio
meu Rio de Janeiro; agonizante.
Emocionante!
o meu Rio de Janeiro
voltou a ser dançante...
Dançante...
voltou a ser dançante...
Autor
visitante
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 2177
Favoritos 0
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
INTERCUTÂNEO
VISGO
ENTREGA
CERÚLEO
INDA QUE BRUMA
Aleatórios
VESTIU AZUL PARA VIAGEM
TODOS OS POEMAS DE AMOR SÃO RIDÍCULOS?
DOR DA HUMANIDADE
MORITURO
DA COMPETÊNCIA
Favoritos
Conversando com Carlos Drumonnd de Andrade ( Poema Respeito ) - ChicãodeBodocongó
José Silveira - Alemtagus
CANTIGA DO FUNDO DO POÇO - Julio Saraiva
"Magma" - Isa Isa
ERA UMA VEZ UM POETA - gil de olive
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
arfemo
Publicado: 17/12/2010 22:35  Atualizado: 17/12/2010 22:35
Colaborador
Usuário desde: 19/04/2009
Localidade:
Mensagens: 4812
 Re: RAP RIP ROP
Deus te oiça meu irmão...que já vi filme igual em outra reencarnação e tudo voltava a ser igual, só que noutro lugar...mas se é, meu amigo e carioca Zé Silveira você saberá, o RIO...de Janeiro (e falta tão pouco para chegar lá: menos de 15 dias...)será para comemorar e eu estarei consigo!

abraço fraterno
arlindo

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/12/2010 23:16  Atualizado: 17/12/2010 23:16
 Re: RAP RIP ROP para arfemo
esta minha postagem pode parecer um cantar preciptado. mas não é. e sim, e tão somente, aquela vontade louca de ver novamente o meu RIO voltar a ser a Cidade Maravilhosa de verdade. estarei de férias com a família no interior do estado, mas creio que até lá estou de volta. será um prazer dos 'mais grandes' abraçar o amigo Arlindo.

um beijão de Natal e aquele abração bem carioca. pra ti e os seus próximos.

Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 17/12/2010 23:00  Atualizado: 17/12/2010 23:00
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7275
 Re: RAP RIP ROP
O Rio precisa muito disso. Os bons habitantes da cidade (a maioria) merecem. Está na hora!

abraço amigo Zé.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/12/2010 23:23  Atualizado: 17/12/2010 23:23
 Re: RAP RIP ROP para GeMuniz
meu querido amigo poeta e parceiro Gê, nem imaginas o quanto eu gostaria que ter aquele meu RIO de volta. nós os caras de bem (maioria), merecemos. acordamos. nunca a população ordeira ligou tanto para o disque denúncia. já se sente uma grande mudança de comportamento... o rap apenas dá algumas pinceladas... valeu!

Feliz Natal, e aquele abração bem carioca.


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 17/12/2010 23:23  Atualizado: 17/12/2010 23:23
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 16820
 Re: RAP RIP ROP
É uma situação muito complexa, muito. Mas falaste bem, o Rio precisa respirar sua beleza. Brigadu menino do rio. bjs pra ti

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/12/2010 23:36  Atualizado: 17/12/2010 23:36
 Re: RAP RIP ROP para Vania
sou dum tempo que as belezas do Rio ficavam impregnadas na retina. agora podes imaginar o quanto sofro por ver a minha cidade manchada. temo que essas medidas policial/militar vistas como radicais no combate ao 'poder paralelo' não sejam definitivos. já há conflitos entre narcotraficantes em outras comunidades, mais para o subúrbio do Rio. aí é que mora o perigo deles se reorganizarem-se. não tenho certeza se a polícia irá combater lá tbm. ou está limitada a essas áreas limítrofes ao centro e zona sul da cidade. chega de papo ruim, pois é guase Natal.

grato pelo seu olhar, querida amiga. um beijão de Boas Festas, pra ti e seus próximos.

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 18/12/2010 00:17  Atualizado: 18/12/2010 00:17
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5586
 Re: RAP RIP ROP
Depois de um dia filho da mãe de cansativo, alguma coisa que me enche de sangue e me faça bem aos olhos e sei lá mais o que...

beijo irmão

manodill

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/12/2010 12:19  Atualizado: 18/12/2010 12:19
 Re: RAP RIP ROP pra o querido mano Dill
como sabes, nem as festas me afastam do caos cotidiano. cantar a realidade dói, mano meu. mas temos que cantar... grato pela sua atenção.

um beijão de Natal DillMaior, e aquele abração bem carioca. pra ti e seus próximos.

kid

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...