http://spumis.pt/
 
Poemas -> Amor : 

CONCILIAÇÃO

 
Tags:  poeta  
 
Hoje... Somente hoje, viestes me beijar!
E por meses fiquei à espera de teus carinhos...
E de repente, chegas até a me abraçar,
Deixando-me os cabelos em desalinhos!

A desconfiança perdura em mim, agora!
De teres antes saciados os teus desejos...
E tua veemente aproximação é o que vigora,
Como bonificação, aproveitando ensejo!

Nada te dei apenas meu aparente amor!
Nada posso reclamar de teu ardor...
E possesso, aceito a tua oferta luxuriante!

Omitamos o passado, a cama nos espera,
A desconfiança foi-se... Aqui se encerra,
E o meu corpo ávido por ti está agonizante!







 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
8947
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/09/2007 13:53  Atualizado: 14/09/2007 13:53
 Re: CONCILIAÇÃO
QUANDO ENCONTRAMOS A RECONCILIAÇÁO É ACTO LINDO E BELO QUE DOIS SERES DE NOVO SE UNE NO AMOR.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...