http://spumis.pt/
 
Poemas : 

SÍMBOLO DO INFINITO

 
SÍMBOLO DO INFINITO
 
SÍMBOLO DO INFINITO

Sete dias de criação e vivemos o oitavo,
Harmonia Universal, libertação do escravo,
No oitavo dia se faz a circuncisão,
Oito velas em oito dias para a Festa da Dedicação.

Oito profetas descendentes da prostituta,
E quem é justo trava com ela a luta,
Não se nasce no oitavo mês de gestação,
Apenas Dionísio, embriagado de ilusão.

Oito almas salvas na arca noética,
Oito bem-aventurados na história evangélica,
Duas cruzes que se equilibram,
Os nobres caminhos que no Budismo ensinam.

No octógono se travam novas lutas,
Deitam ao infinito um símbolo, uma Runa,
Novos guerreiros, novas luvas,
Novo mundo atrás da leve bruma.

 
Autor
wolfbell
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5943
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 04/09/2012 18:51  Atualizado: 04/09/2012 18:51
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 10728
 Re: SÍMBOLO DO INFINITO
Perfeito, minha imaginação foi longe, um texto político e religioso.
Em Sete dias foi criado o Paraíso, mas vivemos no oitavo, em luta por harmonia e igualdade no Universo! Maravilhoso! Parabéns, Poeta!
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...