http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3048
 
Poemas : 

monologo sobre fluxos e refluxos das marés

 
já caí
uma
duas
três
N vezes
no intervalo da zona vermelha,
aquele que nos obriga estar em alerta.
ataviada de pensamentos reflexos
quatro
cinco
seis
N vezes
sem que entenda nada.
escala acima
escala abaixo
escala invertida
escala sossegada.
sentar.me no velho cadeirão de baloiço
e com uma lentidão vertiginosa
espreitar, pr` além dos limites.
fechada em ruídos
aberta em silêncios
entre paredes que limitam a zona vermelha,
aquela que nos faz estar em alerta
onde nos supomos sós e ignorados,
acompanhados
N vezes
até que uma, duas, três, N vezes
tão próximas as vezes
fazem.nos resvalar,
quatro
cinco
seis
N vezes
por um pensamento dissecado
ao som de mecanismos ténues da sua missão perpétua.



" An ye harm none, do what ye will "

 
Autor
HorrorisCausa
 
Texto
Data
Leituras
450
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
6
0
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/06/2011 16:30  Atualizado: 14/06/2011 16:30
 Re: monologo sobre fluxos e refluxos das marés
Pois é HC.As marés, os amores e quase tudo na vida são repetições exaustivas dos mesmos momentos.

Parece o vaivém espacial.

Gostei muito.

Beijo azul


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 14/06/2011 18:48  Atualizado: 14/06/2011 18:48
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 19343
 Re: monologo sobre fluxos e refluxos das marés
UM ÓTIMO PÓEMA DEIXO MEU ABRAÇO.

MARTISNS


Enviado por Tópico
Carlos_Val
Publicado: 15/06/2011 14:55  Atualizado: 15/06/2011 14:55
Da casa!
Usuário desde: 11/03/2011
Localidade: Braga a residir em Gaia
Mensagens: 421
 Re: monologo sobre fluxos e refluxos das marés
Quantas vezes teremos que cair para nos sentirmos dissecados pelo pensamento nesta missão incógnita de sentires inócuos. Avançaremos noutras direcções em declive mesmo que derivem de N ou X.

Beijo poético

Val

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...