http://spumis.pt/
 
Poemas : 

PRESSÁGIO

 
Tags:  amar    Início    presságio  
 


Gê Muniz

PRESSÁGIO

Não existia a morte
- nada era imortal -

O som suspirava em si mesmo
O fogo ardia sem calor

A eternidade dormia refém
Do tempo que não queria nascer

A existência não caminhava
Porque não vivia

O todo era um
O um era nada

O nada...
Não havia quem o definisse

As trevas
não guardavam escuridão

As luzes
fundeavam um oceano de promessas

Tudo
se escondia

Nada
se procurava

Um primeiríssimo sopro
o vento ansiava

Não havia direção
nem meta

Ainda não era
um lugar

Um quando sem relógio
- quando amar era um presságio -

[Esse texto foi inspirado pela leitura de um trecho dos Vedas (Rig Veda) - escritura em Sânscrito e base do hinduísmo - que representa, segundo muitos estudiosos, a mais antiga literatura de qualquer língua indo-europeia]
 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
519
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
14
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ghost
Publicado: 19/07/2011 21:15  Atualizado: 19/07/2011 21:15
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade: Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
 Re: PRESSÁGIO
Gostei!
Não havia nada quando o amor ainda era apenas um presságio... Só aí é que o amor fez com que a luz saísse do oceano e as trevas se afundassem em escuridão.
Muito bom Gê, mesmo.
Abraços e Felicidades.


Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 19/07/2011 21:22  Atualizado: 19/07/2011 21:22
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3282
 Re: PRESSÁGIO
"não existia a morte"..."amar era ...presságio"..."lugar"..."as trevas"..."as luzes"..."tudo era um/um era nada"..."nada(s)"..."e nada era imortal"

Excelente...o brilho deste "Presságio"...que "ainda não era/um lugar"

Abraço te


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/07/2011 21:23  Atualizado: 19/07/2011 21:23
 Re: PRESSÁGIO
presságio. quando as palavras se firmaram, e tudo se criou a partir dela...

abração mano Gê.

silveiradobrasil


Enviado por Tópico
AlineCapistrano
Publicado: 19/07/2011 22:53  Atualizado: 19/07/2011 22:53
Da casa!
Usuário desde: 28/09/2010
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 271
 Re: PRESSÁGIO
Pressenti que gostaria de ler.
E gostei do que senti quando li.
Abraços


Enviado por Tópico
luisroggia
Publicado: 20/07/2011 00:49  Atualizado: 20/07/2011 00:49
Colaborador
Usuário desde: 12/01/2011
Localidade: Joinville - SC
Mensagens: 2584
 Re: PRESSÁGIO
Olá amigo Gê!

Amar é um lindo presságio de sofrer, ou não,o que mais vale de tudo é sentir o amor, sem presságios.

Tua leitura é envolvente.

Abraço.


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 20/07/2011 03:21  Atualizado: 20/07/2011 03:21
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17623
 Re: PRESSÁGIO
E um lugar ainda não era um eu e o vento um presságio margeado de amor (como um sopro) O poema voa e o vento espera... (belo). bjs


Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 20/07/2011 04:25  Atualizado: 20/07/2011 04:25
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9296
 Re: PRESSÁGIO
Amigo Poeta
Ge!

Devia ser meio esquisito quando todo era um nada,até o amor era um presságio.
Mas o amor total por tudo e por todos, no seu sentido amplo ainda para muitos é um presságio.
Um dia a gente chega lá.
Gostei do teu presságio poeta!
Bjos
Carol

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...