http://spumis.pt/
 
Poemas : 

Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de mar ...

 
Tags:  mar  
 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Open in new window




Vejo o beijo mareando na pele azul de dois céus,
Comunicando através das lágrimas secas e molhadas

Vejo feixes de luz alcatroando a estrada de ouro e de prata

Vejo o pestanejar suave do mar na noite apresada

Vejo a vela raiada do sol, substituindo o negro das borbulhas douradas

Vejo o círculo … fechado … aberto … na horizontal … na vertical … de tudo o que é céu…

Vejo na alquimia das marés, a poesia de baloiço que traz e leva horizontes …

Horizontes que aqui defino, que aqui semeio:

Horizonte Tranquilo

Nessa lonjura que as promessas comprometem
Se extingue a solidão num reconfortar de mar

Horizonte (in) Tranquilo

Numa brisa crescente que amarrota o estômago num acenar
Os olhos ganham velas imaginárias, esbofeteadas pelo ondular

Horizonte Nocturno

O frio escurece as luzes das embarcações nos sons húmidos das ondas
Enquanto a lua inveja o farol que rodopia perante as estrelas mudas

Horizonte Saudoso

O espelho mais fiel ao reflexo da alma, buscando a parte que falta
Para lá da memória dos afectos, para lá do azul sem fim

Horizonte Longínquo

O céu tremido e distante embarga as saliências da morte,
No azul orvalhado que não obedece ao incómodo dos olhos

Horizonte (morto) Novo

O espírito fecha os estores e se desprende na brancura dos azuis
Gotejando gotículas solares, irrigadas de sal humano

Horizonte Teu

Aquele que não vejo mas sinto, quando refino o silêncio no peito erguido e te procuro …
E tu me respondes na voz do vento, no arrepio profundo das lágrimas, no sofrimento das estrelas …


.......................
.......................

Musica
Come Home to Me -Tim Janis Ensemble

Foto pessoal-Praia dos Salgados
 
Autor
~~~~`+´~~~~
 
Texto
Data
Leituras
1086
Favoritos
4
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
38 pontos
6
0
4
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
aquazulis
Publicado: 11/09/2011 11:26  Atualizado: 11/09/2011 11:26
Luso de Ouro
Usuário desde: 31/07/2010
Localidade: barrancos
Mensagens: 7547
 Re: Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de...
E eu sempre vejo na sua página poesia muito boa! Muitos parabéns!

Enviado por Tópico
AdTe
Publicado: 11/09/2011 13:11  Atualizado: 11/09/2011 13:11
Da casa!
Usuário desde: 28/03/2011
Localidade:
Mensagens: 340
 Re: Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de...
Vir á sua página é seguramente ler Poesia que nos deixa com o coração aflor da pele! A fervilhar fica também a mente que se deixa levar por sensações e emoções que a Poetisa caracteriza imensamente bem.

Muita sensibilidade nas suas letras... tristezas, que misturadas com pensamentos desnudos se traduzem em composições pefeitas da alma!

Os meus PARABENS e se me permite, vou favoritar este aqui com toda a minha sensibilidade e admiração por si!

ABRAÇO do tamanho do Mundo

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 11/09/2011 19:54  Atualizado: 11/09/2011 19:54
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17566
 Re: Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de...
Nem o mar apaga tal chamado... bjs e obrigada!

Enviado por Tópico
AlmaMater
Publicado: 11/09/2011 22:56  Atualizado: 11/09/2011 22:56
Membro de honra
Usuário desde: 17/08/2011
Localidade:
Mensagens: 3248
 Re: Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de...
Olhos Lindos

Obrigada por me lembrar como é S entir.

posso levá-lo comigo?


S orriso d'Alma

Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 12/09/2011 05:41  Atualizado: 12/09/2011 05:41
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3253
 Re: Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de...
Horizonte

Aquele que sinto na imensidão do destino, ora parado, ora em movimento,
Mas sempre tocado pelas velas da alma, mesmo quando, sem rota,
Aventuro-me mais longe, mais além de um bojador que me destruiu, antes.

“Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de mar...” que levo comigo assim,
Nos sossegos dos teus horizontes Poetisa.
Bravo

Abraço-te

Enviado por Tópico
RayNascimento
Publicado: 14/10/2013 01:18  Atualizado: 14/10/2013 01:19
Membro de honra
Usuário desde: 13/03/2012
Localidade: Monte Roraima - Brasil
Mensagens: 5115
 Re: Tento te ver por entre vestígios de luz e salpicos de...
Sentindo em mim a tua dor!!!
Tentando entende-la...
de tão lindo favoritei
Bjus doce versos!!!
Ray Nascimento
Open in new window
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...