http://spumis.pt/
 
 
Tags:  simplicidade    AUTO ESTIMA  
 
Reverso
 
Estalou-me o verniz cor de cereja
Valeu-me o algodão com acetona
Unhas de gel não são para mim
E o tacho com estrugido de cebola?

Não esperem que simule vedetismo
Tão pouco me remeta à nulidade
Ardendo nesta febre de viver
Sou eu que escolho o meu destino
Um padrão que aspira liberdade

Em mim um céu feito de rotinas
E o direito a sonhar em cada verso
Mais uma camada de verniz...
É tudo uma questão de polimento

Há dias em que de mim sou o reverso
Também me cabe um pouco de felicidade

Maria Fernanda Reis Esteves
51 anos
natural: Setúbal
 
Autor
Nanda
Autor
 
Texto
Data
Leituras
458
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
5
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alice Luconi
Publicado: 08/12/2011 20:54  Atualizado: 08/12/2011 20:54
Colaborador
Usuário desde: 15/10/2010
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 5410
 Re: Reverso
Belo poema Nanda. Uma inspiração poética primorosa. Somos assim mesmo...quase sempre.

Bjs,ALICE

Enviado por Tópico
GeMuniz
Publicado: 08/12/2011 21:04  Atualizado: 08/12/2011 21:04
Colaborador
Usuário desde: 11/08/2010
Localidade: Brasil
Mensagens: 7278
 Re: Reverso
Seus versos sempre trazem algo de fresco, de diferente. Isso é bom de ler por aqui.

Um beijo

Enviado por Tópico
belarose
Publicado: 08/12/2011 23:58  Atualizado: 08/12/2011 23:58
Colaborador
Usuário desde: 28/10/2010
Localidade:
Mensagens: 9026
 Re: Reverso
Boa noite,Querida amiga Nanda!

Um poema diversificado que ficou belo,parabéns!

Beijos

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 09/12/2011 01:10  Atualizado: 09/12/2011 01:10
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 7190
 Re: Reverso
Boa noite Nanda, a maioria de nós temos um comportamento compatível com a ocasião, obviamente preservando sempre os valores primordiais, e alternando os mais insignificantes, parabéns pelo seu instigante poema, MJ.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 10/12/2011 01:04  Atualizado: 10/12/2011 01:04
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9296
 Re: Reverso
Querida Amiga
Poetisa Nanda!

É bem assim que eu sou, as vezes arrumo minhas unhas bem bonitinhas, mas depois preciso descascar cebola, batatas, mexo na terra e nas minhas flores.
Gostei do teu poema amiga, bem original.
Bjinhos
Carol
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...