http://spumis.pt/
 
Sonetos : 

Eterno Prazer

 
Tags:  amor    prazer    sentimentos  
 
Deixa eu te amar, a noite é uma criança,
E sob a luz da lua tudo é belo...
Não vês que das estrelas nos alcança
Um doce e iluminado olhar singelo?

Abraça-nos a brisa suave e mansa
E cada novo beijo nos revela
Que a vida se nos faz eterna dança
De flores a bailar na primavera.

Deixa eu te amar com toda intensidade
Que o novo dia logo vai nascer
E há de trazer com ele a realidade...

E enquanto nos amarmos livremente
Nos braços envolventes do prazer
Viveremos de amor eternamente!...


Ciro Di Verbena

 
Autor
cirodiverbena
 
Texto
Data
Leituras
559
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/03/2012 22:33  Atualizado: 29/03/2012 22:33
 Re: Eterno Prazer
porque restringir o voo do soneto em +18? seus versos valem como estão escritos; anunciando o "Eterno Prazer" a dois sob o olhar da poesia e do direito, que diz que no amor verdadeiro não pode haver restrições, e assim deve permanecer, com toda a sua essência.
meu abraço caRIOca.
zésilveira
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...