http://luademarfim.pt/
 
Poemas : 

Sonhos de Criança

 
Tags:  criançae  
 
Entre os sonhos de uma criança,
ficam as mentiras de um adulto.
Enquanto a idade avança,
soltam-se as pontas do absurdo
que corroem a vida.

Entre um sonho e outro,
ficam os restos de um mundo real
e prepotente,
já tão solene.

Entre o tempo que leva as sílabas
e traz as palavras,
Entre os muros e as ruínas que não foram salvas,
livram-se os olhos de si mesmos
para se colarem a outros infames.

Entre a pequena luz,
para afastar o papão,
e trazer os sonhos
que escondem em nuvens e porta entreaberta,
dormiram as crianças em paz,
para se descobrirem corrumpidas de vontade
e sugadas de identidade.

Entre cada "dada",
ficou a inocência por lá.

Entre isto e aquilo,
cresceu a criança,
para ver o mundo em demência,
e se despedir da esperança.

Laura A. Justino
 
Autor
Lau'Ra
Autor
 
Texto
Data
Leituras
580
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Aninhas
Publicado: 02/03/2013 23:14  Atualizado: 02/03/2013 23:14
Super Participativo
Usuário desde: 13/05/2009
Localidade: Leiria
Mensagens: 146
 Re: Sonhos de Criança
boa noite. gostei do seu poema.
aninhas

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/03/2013 10:04  Atualizado: 03/03/2013 10:04
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 18864
 Re: Sonhos de Criança
Sonhos de criança é mais que pureza, lindo poema
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...