http://spumis.pt/
 
Poemas : 

tudo a eito

 
hoje li o jornal
na ponta da língua
o povo morria à míngua
o jornal desequilibrou-se
as notícias meteram água
o jornalista afogou-se
o pobre do povo
a quem diziam respeito
correu a pontapé
tudo a eito.

já não era sem tempo!



 
Autor
cavalotroia20
 
Texto
Data
Leituras
399
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...