http://spumis.pt/
 
Poemas -> Amor : 

A FELICIDADE DE DOIS CORAÇÕES

 
Tags:  amor    paixão    poesia    felicidade    alegria  
 
O amor da gente é poesia
Poema de uma intensa paixão
Somente rima com a alegria
Não compactua com a solidão

O amor da gente se dá de dia
Quando passeamos num jardim florido
A noite é desejo, encanto e magia
Nada em nossa cama é proibido

O amor da gente é um paraíso
É também meu pedacinho do céu
Sei que dela muito eu preciso
Sou refém dos seus beijos de mel

O amor da gente é uma aquarela
A felicidade de dois corações
Eternamente quero ser dela
Contrariando todas as previsões

Que um dia a morte vai chegar
Para separar um do outro enfim
Mas a morte somente vai esbravejar
Porque o que é eterno jamais terá fim

Valdomiro Da Costa 01/10/2012


 
Autor
ValdomiroPoeta
 
Texto
Data
Leituras
1022
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 11/05/2013 17:27  Atualizado: 11/05/2013 17:27
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 4863
 Re: A FELICIDADE DE DOIS CORAÇÕES
Ola Valdomiro!!!

Quando dois corações se unem para um amor lindo assim só a morte para separa-los,parabéns amigo,bela escolha.

abraço

maria jose
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...