http://spumis.pt/
 
Textos -> Amor : 

O AMOR E O... CASAMENTO!

 
 
NOTA: Uma amiga me pediu uma definição a respeito do que acontece com o Amor depois do casamento?

EIS A MINHA RESPOSTA:

O Amor é a essência da virtude e da beatitude nos conta-gotas da vida, existe por si só e atua na duplicidade plena de quem a aceita sem submissão.
Até os animais irracionais o praticam, todavia, de forma diferenciada dos seres humanos.
Amar é compartilhar predicados e momentos, os transformando em eternidade enquanto houver alento nos corações e mentes.
Ele é um ferrenho inimigo do ódio, sempre o vencendo em todas as etapas dos seus contatos, fortuitos, ou... Não!
O Amor verdadeiro não cobra veredictos de acusações ou defesa do seu parceiro voluntário e correlato aos seus sentimentos fiéis.
Não se pode dividir o Amor em classes, gabaritos, erudição, empirismo, bens materiais ou, espirituais etc. Por ser Ele a supra-essência da virtude ilibada e dos comedimentos aperfeiçoados aos procederes corretos e aceitáveis ao bem comum.
“Com o Amor não existe o “antes” e o “depois”, por razões insofismáveis, pois, no ”antes” Ele não existia nos corações em pauta e, o “depois”, representa o seu término resultante de falhas ou de desistência de uma das partes em evolução, portanto, o “Depois” é o seu final! Só espero que não se transforme em ódio!
Da forma em que, empiricamente, me expressei, devo dizer que não tenho condições plenas de responder a pergunta da amiga, pois, se o Amor for sincero, sem cobranças e correspondido plenamente pela parte conivente a Ele. Não há como explicar o que Lhe acontecerá depois do casamento, considerando que o casamento é apenas um estágio sendo percorrido por Ele e sem permitir o “Depois” que seria o seu final!
No meu caso específico, desde o meu primeiro contato com a minha esposa, a Amei nas diversas fases de namoro, noivado e casamento e, hoje, casado há 41 anos, tendo quatro filhos e igual número de netos, o meu amor por Ela é o mesmo, muito embora o tenha repartido por oito (filhos e netos) e, essa divisão referente à continuidade do nosso Amor, só pode significar que Ele se multiplicou por oito para permitir a divisão igualitária com os filhos e netos.
Finalizando, devo dizer que o Casamento é apenas uma das fases no escaninho voluntário do Amor e, não o domina, por ser Dele... Dependente total!

Sebastião Antônio Baracho.
conanbaracho@uol.com.br

 
Autor
S.A.Baracho
 
Texto
Data
Leituras
13426
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...