http://luademarfim.pt/
 
Poemas : 

Filhos Distantes

 
Tags:  professor    residên    colocação  
 
- Mami, estás tão longe de mim
Porquê este viver assim?
- Meu bem, para teu bem

- Mami, meninos ensinas
Mas não cuidas de mim
- Meu bem, Não é bem assim

- Mami, tenho saudades de ti
- Meu bem, eu sei, que sim

- Mami, sinto solidão
- Para ti ganho o pão

- Mami, separaste-te de mim
- A vida fez-nos assim

- Mami, volta para mim
- Meu bem, eu nunca te esqueci
À distância ganho teu pão
Dou-te mimos do coração

- Não é o bastante, Mami
Quero sentir teus abraços
Teus beijos sedentos de mim
A ternura do teu olhar
Numa história ao deitar

- Mami, responde:
Quem vem tratar minhas feridas
Quem vem curar a minha angústia
Quem vem encher a ausência de ti
Quem vem limpar as lágrimas de ti


Juve

 
Autor
juvepp
Autor
 
Texto
Data
Leituras
6388
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
9
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Alemtagus
Publicado: 26/02/2008 17:25  Atualizado: 26/02/2008 17:25
Colaborador
Usuário desde: 24/12/2006
Localidade: Montemor-o-Novo
Mensagens: 2504
 Re: Filhos Distantes
Choram as palavras aquilo que o poeta recusa chorar. Bonito diálogo poético. Sentido e bonito.


Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 26/02/2008 18:44  Atualizado: 26/02/2008 18:44
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: Filhos Distantes
Os seus versos emocionaram-me...Realmente, nada supre a falta da presença materna!
Um canto triste, minha amiga...
Beijos de carinho e muita luz, para você!

Enviado por Tópico
flavio silver
Publicado: 26/02/2008 18:55  Atualizado: 26/02/2008 18:55
Colaborador
Usuário desde: 24/09/2007
Localidade: barcelos
Mensagens: 1001
 Re: Filhos Distantes
a simplicidade sempre nos levou mais longe.
gostei deste diálogo simples e doce
um abraço amigo

Enviado por Tópico
MariaSousa
Publicado: 26/02/2008 19:57  Atualizado: 26/02/2008 19:57
Membro de honra
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2966
 Re: Filhos Distantes
Uma triste realidade dos nossos dias. Esta vida que nos obriga a estar separados dos que mais amamos.

Com muita simplicidade, descreves sentimentos muito fortes.

Gostei muito, Juve!

Bjs

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 27/02/2008 13:00  Atualizado: 27/02/2008 13:00
 Re: Filhos Distantes
Juvepp,
Nunca li nada de tão real e belo (triste) como este poema, realmente retrataste a nossa humanidade...
Mami essa nobre palavra que desperta em mim a doçura de amar tanto a minha...
Soberbo

Beijinho
ConceiçãoB

Enviado por Tópico
Paulolx
Publicado: 27/02/2008 13:07  Atualizado: 27/02/2008 13:07
Da casa!
Usuário desde: 29/10/2007
Localidade: Norwich, Inglaterra
Mensagens: 235
 Re: Filhos Distantes
Lindo!

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 29/02/2008 11:36  Atualizado: 29/02/2008 11:36
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: Filhos Distantes
Olá Juvepp! Quando o coração materno clama; o mundo fica mais terno, sensível. Assim, fiquei agora ao ler seu relato. No ano vindouro, meu filho Danillo irá estudar noutra cidade, e desde agora eu já sofro por isso. Mas, será pra vida dele, pro bem dele. Terei que entender. Obrigada por me fazeres refletir.Um beijo de feliz dia! Núria

Enviado por Tópico
cleo
Publicado: 01/03/2008 23:05  Atualizado: 01/03/2008 23:05
Luso de Ouro
Usuário desde: 02/03/2007
Localidade: Queluz
Mensagens: 3856
 Re: Filhos Distantes
Nas distancias, choram-se as amarguras dos dias tristes, sem os abraços e os carinhos de quem mais se ama!
Amor de mãe, que tudo largou, para o pão não faltar na boca do seu mais que tudo!
Um diálogo emocionado de mãe e filho, distantes de tudo o que mais precisavam... o alimento da alma!
Tristemente belo o teu poema, Juvelina.
Gostei imenso!

Beijo
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...