http://spumis.pt/
 
Poemas -> Tristeza : 

POESIAS TRISTES

 
POESIAS TRISTES

So poesias tristes voce tem postado
com tristes palavras, tem me matado
como se eu fosse do mundo, o único vilão.
Em versos me condena,me fere, me maldiz
em poemas, e so eu, que so maldade te fiz
não se lembra, que tenho dor no coração...

Essa saudade, que em minha alma avança
que por voce, a longos dias não descança
me atirou em desespero, na mesa de um bar.
Com essa dor que não encontro a cura
que me atira, no centro da desventura
fico perguntando, por que fui te encontrar?

Angústia, solidão,tudo a minha vida ofusca
que me faz partir numa louca busca
que amenize um pouco esse meu sofrer.
Gostaria, que nesse momento me ouvisse
e que tambem so um pouquinho sentisse
o quanto dói, essa vontade de morrer...

Não sei se voce ainda esta sofrendo
mas saiba, que alguém esta bebendo
tentando a todo custo, aliviar essa dor...
Agora...Estou por seu nome chamando
ja muito bêbado, estou delirando
tudo pelo que sinto por voce, o amor...

 
Autor
gil de olive
 
Texto
Data
Leituras
9257
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 05/03/2008 14:20  Atualizado: 05/03/2008 14:20
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2030
 Re: POESIAS TRISTES
Muito bom poema. Muita dor de cotovelo. Parabéns

Enviado por Tópico
Alberto da fonseca
Publicado: 05/03/2008 18:43  Atualizado: 05/03/2008 18:43
Colaborador
Usuário desde: 01/12/2007
Localidade: Natural de Sacavém,residente em Les Vans sul da Ardéche França
Mensagens: 7078
 Re: POESIAS TRISTES
é um grito de desespero por um amor perdido.
Gostei
Abraço, poeta
A. da fonseca

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 06/03/2008 00:02  Atualizado: 06/03/2008 00:02
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14682
 Re: POESIAS TRISTES p/ gil de olive
Querido poeta

A saudade aumenta quando de
gole em gole turva a mente
Adorei o poema...

beijo doce n'alma
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...