Artigos : 

Detesto roubo de inspiração

 
Não sei onde essa coisa vai parar, porém não tem como ficar alheio com o roubo seja ele em que esfera ele aconteça. Caminhando pelas "sendas" da internet, em seu "enes" sitios e blogs que abrigam poetas e poesias, entre eles o Luso, me deparei com uma situação que não é nova e nem será a ultima. Sendo uma pessoa que se encanta com essa coisa da inspiração e que por vezes faço uso da mesma, me entristece o roubo da propriedade intelectual, por isso entenda-se plágio e, quando me deparo com um, tomo as dores do artista plagiado, roubado. Assim, tomei as dores da Autora Rosemarí, ao meu ver roubada em seu produto intelectual. Espero que ela consiga equacionar essa situação tão constrangedora. Os textos, eu tomo a liberdade de expor os endereços abaixo para que mais autores aqui do luso se posicionem a respeito. Obrigado.

http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=294166.

Data postagem: 13/08/2008

rosemari hauenstein ruch


https://imperfeitamulher.blogspot.com. ... 09/amor-amor-so-amor.html

Data postagem: terça feira, 24 de setembro de 2013

Isabel Morais Ribeiro Fonseca

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Em tempo: A autora não me nomeou seu advogado de defesa e eu nem a conheço... só não gosto de situações assim e, se ao final ficar comprovado o plágio, que seja feita justiça para com a autora e, acontecendo o contrario, que se faça igualmente justiça para com a hoje plagiadora.

Senhores administradores do Luso...prestai atenção...por favor. Tem autores, poetas e poetisas desse sitio sendo plagiado de forma vergonhosa.Com a palavra o srº mister Trabis e a senhora Helen de Rose.
 
Autor
PedroA
Autor
 
Texto
Data
Leituras
76
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
13 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rosemari
Publicado: 11/01/2017 11:33  Atualizado: 11/01/2017 11:33
Muito Participativo
Usuário desde: 17/03/2008
Localidade: Paraná
Mensagens: 98
 Re: Detesto roubo de inspiração
Impressiona-me que na era da informação, mais precisamente na era da internet que com uma rápida pesquisa se encontre de tudo, alguém ainda pense que pode plagiar algo e ficar escondido ou que encontrado, não se vá conhecer o teor do “feito”.
Escrevi EM SILÊNCIO em março de 2008 e o publiquei em meu blog
www.poemaseamores.blogspot.com.br

e no http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/1142455 em agosto de 2008

E em sites argentinos, uruguaios, espanhóis e muitos mais no Brasil.

as definições de plágio aqui: https://pt.wikipedia.org/wiki/Pl%C3%A1gio

Basta uma leitura rápida no texto original e no qual considero plágio mosaico para perceber as nítidas semelhanças.

EM SILÊNCIO

Amo em silêncio
e nem as rosas sabem
que teu perfume seria meu destino.

Amo em silêncio
e nem as estrelas pálidas sabem
de mais uma noite calada.

Amo em silêncio
e nem a lua transparente sabe
do meu amanhecer prata, solitário.

Amo em silêncio
e nem o vento sabe
que corta as dores
que ninguém sabe
que existem.

Te amo em silêncio
e só o silêncio sabe.

rosemari hauenstein ruch

e o plagio:

AMOR AMOR🌷
.
Amor amo-te no meu silêncio....
nem as flores do meu jardim sabem....
Quem diria que o perfume das rosas seria....
o meu destino até ti.....
Nem as estrelas sabem...
de mais uma noite triste e silenciosa....
Nem a lua que se vê tão transparente...
sabe do meu amanhecer solitário......
Amo-te em silêncio,sem palavras,
sem gestos,sem que o vento...
e a chuva saibam,
Só o meu silêncio que corta as dores,
da minha alma....só eu sei...
que ninguém sabe...que existem.!!

Isabel Morais Ribeiro Fonseca.

https://imperfeitamulher.blogspot.com. ... 09/amor-amor-so-amor.html

Qualquer texto que ler de quem plagia me parecerá outro plagio de algum outro poeta.

Obrigada Pedro por trazer o assunto.


Enviado por Tópico
rosemari
Publicado: 11/01/2017 19:35  Atualizado: 11/01/2017 19:35
Muito Participativo
Usuário desde: 17/03/2008
Localidade: Paraná
Mensagens: 98
 Re: Detesto roubo de inspiração
Vou deixar aqui o "trabalho", do qual fiz print, que teve a plagiadora:

AMOR AMOR🌷 .
Amor......🌷 .
Amote
no meu silêncio
Nem as flores do meu jardim sabem
Quem diria que o perfume das rosas
Seria o meu destino até ti
Nem as estrelas sabem🌷 .
De mais uma noite triste e silenciosa
Nem a lua que se vê tão transparente
Sabe do meu amanhecer solitário
Amote
em silêncio 🌷 .
Sem palavras, sem gestos
Sem que o vento e a chuva saibam
Só o meu silêncio que corta as dores
Da minha alma 🌷 .
Só eu sei que ninguém sabe que existem.
Isabel Morais Ribeiro Fonseca.

SÓ AMOR 🌷 .
Amor, só o meu silêncio sabe
O amor que sinto por ti 🌷 .
Nem as flores soltas ao vento
Sabem o amor que sinto
Apenas o perfume das rosas
É o meu destino que me levam a ti
Nem as estrelas sabem 🌷 .
De mais uma noite solitária
Nem a lua cheia tão transparente
Sabe do meu amanhecer ou da solidão
Amor, só o meu silêncio sabe
Desta minha dura realidade🌷 .
Nem as palavras, nem os gestos
Cantadas pelo vento ou a chuva sabem
Apenas a tempestade corta as dores
Deste meu silêncio refletido na alma🌷 .
Amor, só eu sei que existe sem ninguém saber.
🌷

SILÊNCIO
Amo o silêncio🌷
As rosas não sabem
Que guardo segredos no coração
Do perfume que é o meu destino
Amo o silêncio🌷
As estrelas não sabem
Nesta noite escura
Das canções tristes
Amo o silêncio🌷
Nem a lua sabe
De tão transparente
Que é o amanhecer solitário
Amo o silêncio🌷 .
Nem o vento sabe
Das dores que tingem
A pobre da minha alma
Amo o silêncio🌷 .
Mas ninguém sabe
Da minha pobre existência.

https://imperfeitamulher.blogspot.com. ... 13/09/amoramorsoamor.html

ROSAS
Amote
neste silêncio 🌷
Nem as rosas do jardim o sabem
Que o meu destino seria o perfume das flores
Amote
neste silencio🌷
Que as estrelas não sabem
Desta noite frágil aos amores
Amote
neste silencio🌷
Que a lua cheia nem sabe
De tão transparente solitária está
Amote
neste silêncio🌷
Que o vento transforma
Cortando as dores da alma
Onde ninguém sabe da sua existência🌷

Isabel Ribeiro Fonseca