http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Poemas -> Desilusão : 

POUCO CASO

 


Paulo Gondim

POUCO CASO
Paulo gondim
23/03/2008

Daquilo que sou, pouco é vida
Do que me inspira, pouco sobrevive
Daquilo que de mim esperam, nada há
Apenas as mágoas que no coração contive

E na incerteza desse caminhar sem fim
Por onde passo, meu rastro é raso
Quase não deixa marcas
É coisa de pouco caso

Naquilo que me proponho, pouco espero
Se o que fica, a desilusão desfaz
Do pouco que quero, pouco fica
E muito pouco disso me apraz

De tudo o que vejo, há pouca luz
Se num instante, tudo se ofusca
Se do pouco que ainda me induz
A esta chama, tudo se apaga nessa busca
 
Autor
Paulo Gondim
 
Texto
Data
Leituras
3510
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...