Poemas -> Dedicatória : 

VENTO, VENTANIA

 
VENTO, VENTANIA


Voei como o vento,
Nas asas da solidão.
Até o mais alto firmamento.
Pra pedir um alento,
Um conforto, um conselho.

É inevitável,
Não pensar em você!
Não te querer,
Minha alegria,
Minha energia.

Entreguei-lhe meu coração
Por engano, por equívoco.
O perdi
Voei como o vento.
Hoje só lamento.

A culpa foi minha
Mas também foi sua
Quem manda ser doce
....quem manda ?



 
Autor
DI MATOS
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2186
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ledalge
Publicado: 11/04/2008 21:17  Atualizado: 11/04/2008 21:17
Colaborador
Usuário desde: 24/07/2007
Localidade: BRASIL
Mensagens: 6880
 Re: VENTO, VENTANIA
Pois é...a gente gosta do doce e certas vezes amarga a boca. Di, gostei muito da mensagem do poema.Beijos,Núria.

Enviado por Tópico
Henrique Pedro
Publicado: 11/04/2008 21:21  Atualizado: 11/04/2008 21:21
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3821
 Re: VENTO, VENTANIA
O vento não me parece que seja o melhor confidente...a menos que se pretenda escrever um belo poema como é o caso. Parabéns. Bj

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/04/2008 23:24  Atualizado: 11/04/2008 23:26
 Re: VENTO, VENTANIA
Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para onde nasce a chuva
Pra lá de onde o vento faz a curva

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Vento, ventania, me leve para as bordas do céu
Pois vou puxar as barbas de Deus
Vento, ventania, me leve para os quatro cantos do mundo
Me leve pra qualquer lugar

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero mover as pás dos moinhos
E abrandar o calor do sol
Quero emaranhar o cabelo da menina
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania,
Me leve pra qualquer lugar
Me leve para qualquer canto do mundo
Ásia, Europa, América

Me deixe cavalgar nos seus desatinos
Nas revoadas, redemoinhos
Vento, ventania, me leve sem destino

Quero juntar-me a você e carregar os balões pro mar
Quero enrolar as pipas nos fios
Mandar meus beijos pelo ar

Vento, ventania, agora que estou solto na vida
Me leve pra qualquer lugar
Me leve mas não me faça voltar.

*autores:Alvaro, Bruno, Miguel, Sheik, Coelho, Beni/ gravado por Biquini Cavadão.

pra vc!!!...adorei sua poesia bjs

Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 12/04/2008 12:52  Atualizado: 12/04/2008 12:52
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: VENTO, VENTANIA
Nas coisas do coração, nossa vontade não conta muito, não!
Beijos de carinho e muita luz para você!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 12/09/2009 04:59  Atualizado: 12/09/2009 04:59
 Re: VENTO, VENTANIA
O amor tem suas faces, entre doce e o azedo e no fim alguém sempre sai machucado, mas amar e tão bom que vale a pena cada ferroada, pelo mel que um dia foi.
Adorei a poesia!
Beijos da Penélope charmosa.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...