http://spumis.pt/
 
Poemas : 

Começo do dia

 
Ouço-te chamar,
Sinto-te perto,
Ouço o vento passar,
Ao lado de ser incerto…

E toda esta igualdade e agonia,
Na sombra desta noite fria,
São coisas que traz o vento,
Ao lado do meu pensamento…

No fim…
Tudo nos marca pelo que somos,
Tudo nos lembra o que fomos…
Nada sou, nada posso, nada sigo,
Apenas a tristeza carrego comigo,
E em mim…

Sinto-me teu semelhante,
O vento cessa, a noite vai distante…
Começa o dia, e ignorado me sinto,
Mas o que foi não é nada, mas sei que minto…


Paulo Alves

 
Autor
PauloAlves
 
Texto
Data
Leituras
1802
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...