http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Textos : 

A minha filha

 
Faz hoje sete anos que fui mãe pela primeira vez. Depois de uma gravidez um bocadito atribulada, em que fiquei a tratar a sanita por tu, e onde andava na rua a marcar o meu espaço, e depois de alguns alarmes falsos, com dia marcado, nasceu a bebé mais linda do mundo e arredores. Notem bem. A bebé mais linda. Porque o bebé mais lindo nasceu cerca de dois anos mais tarde. Sim, claro. Os meus bebés foram os mais lindos. Pelo menos para mim que sou a mãe.
A decisão de ter um filho estava tomada desde sempre. Sempre soube que queria ser mãe. E fui abençoada com duas crianças lindas. Ela é a mais velha, ele o mais novo.
Dele vos falarei quando for o dia de anos dele.
Dela falo-vos hoje. Com orgulho. Com carinho. Com muito amor.
A Margarida nasceu num dia de chuva. Lembro-me de estar no quarto à espera de vez para a cesariana e de olhar para a rua e só via água a escorrer pelos vidros. Quando sai da sala de partos e voltei a olhar estava um sol lindo. Só podia ser um bom pronuncio. Nos primeiros dias era comer e dormir. E sujar fraldas, pois claro. Muita fralda se mudou naquela casa. E o meu marido, que era alérgico a pegar em bebés, “medicou-se” e passou a ser sempre ele a tratar dela quando estava em casa. A mim cabia-me alimentá-la. Rapidamente passou a estar mais horas acordada que a dormir. Sempre com aqueles olhos lindos a olhar para nós, sempre muito atenta a tudo quanto a rodeava.
Enquanto ela crescia, também o nosso amor por ela cresceu. Sim, desenganem-se se acham que o amor de um pai ou mãe pelos filhos é logo completo à nascença. Não é. Vai crescendo na mesma medida em que eles vão crescendo. Uma das causas da depressão pós-parto, segundo os entendidos, é mesmo as mães acharem que amam pouco os seus filhos quando eles nascem.
A minha filha sempre foi uma criança obediente, meiga q.b., mas com personalidade forte. Lembro-me que não era preciso ter os detergentes fechados, nem cuidados excessivos lá por casa. Bastava dizer-lhe que não duas ou três vezes que ela nunca mais lá mexia. Ainda hoje é assim. Posso, por exemplo, contar-vos que, quando vai acampar com os escuteiros, é preciso dar-lhe autorização expressa para se sujar. Assim como não é capaz de pedir ou aceitar alguma coisa em casa de conhecidos sem que nos pergunte primeiro. Por outro lado, se as coisas não são feitas como ela quer ou como acha correcto, amua (ou prende o burro como lhe costumamos dizer).
Desde que começou a sua caminhada escolar que demonstra uma avidez pelo conhecimento, colocando-nos, a todos, numa situação, por vezes delicada, porque nem sempre sabemos responder como ela quer. Prefere ver programas sobre animais, sobre como fazer as coisas, sobre o espaço, enfim, programas educativos a desenhos animados. Agora que aprendeu a ler e a escrever obrigou-nos a um trato. Só faz os trabalhos que traz da escola e os que lhe dão no ATL, durante a semana. Ao fim de semana pode fazer uma ou duas fichas dos livros de exercício que seriam para as férias – e que ela acabaria, em duas semanas se deixássemos.
É uma criança extremamente sensível, e que não se esquece das coisas com facilidade. O meu avô morreu quando ela tinha 18 meses. Ainda hoje ela fala dele e diz que gostava de o ter de volta. Muitas noites fui dar com ela a chorar porque sentia a falta do bisavô.
Carinhosa. Muito. Sempre que se deita gosta de nos dizer, a mim, ao pai e ao mano que nos ama. Intervalado com muitos beijos.
Acima de tudo, e apesar de lhe reconhecer defeitos e virtudes, amo-a mais do que à vida. Tal como amo o meu filho. Sejam eles da forma que forem, com o feitio que tiverem, o importante, é que eu os amo, aos dois, e que apenas lhes desejo que sejam felizes.


Stone
***********

Pedra Filosofal
O sonho comanda a vida...


http://stoneartportugal.blogs.sapo.pt/

 
Autor
Pedra Filosofal
 
Texto
Data
Leituras
3969
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
15
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/05/2008 00:10  Atualizado: 02/05/2008 00:10
 Re: A minha filha
Querida Pedra,
O teu texto é impregnado pelo amor, zelo e senso de observação que só as mães e os anjos têm para com as crianças.
Gostei imenso de conhecer um pouco mais sobre ti e tua linda família!Luz, saúde, paz e muito amor para vocês!
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 02/05/2008 00:19  Atualizado: 02/05/2008 00:19
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade: Porto
Mensagens: 3288
 Re: A minha filha
Parabéns à menina fofinha e à mãe babada,
por esta data tão festiva...

Os nossos filhos são os melhores
e os lindos do mundo!

Parabéns Pedra

Beijo na menina linda e na mamã que a teve.


Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 02/05/2008 00:29  Atualizado: 02/05/2008 00:29
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: A minha filha
Querida Pedrita,
depois de 2 horas a lutar com o computador para que resolvesse ligar (anda assim), chego finalmente aqui e leio-te. E digo: valeu a pena a luta.
Valeu, minha amiga, porque o que acabei de ler é uma crónica belíssima, quer do ponto de vista da estética linguistica, quer e acima de tudo, do ponto de vista dos afectos.
Ser mãe (ou ser pai) é um acto inacabado ... não é porque os filhos crescem que deixamos de ser responsáveis por e com eles. Jamais. Ser pai ou mãe é sê-lo para a vida. Enquanto aqui estivermos.
É o nosso maior presente da vida. Sem dúvida. Mas também o nosso maior "trabalho". Aprender ensinando. Ensinar aprendendo com eles.

Parabéns Margarida. As maiores felicidades. Parabéns Pedrita.

Um beijo em ambas.
Mel

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 02/05/2008 00:51  Atualizado: 02/05/2008 00:51
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1991
 Re: A minha filha
E sabes que mais? O mais lindo é o meu!
Agora a sério, gostei imenso deste texto e a tua miúda também vai gostar se o ler. Se calhar até já o leu. É mesmo o auge da nossa vida que se prolonga até ao fim dela, não é? Eu acho que sim e estou a contar com isso.

Valdevinoxis

P.S. Atrás escrevi "Agora a sério,..." mas o que está antes também é a sério!

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 02/05/2008 01:56  Atualizado: 02/05/2008 01:56
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4756
 Re: A minha filha
Tu e os teus são realmente pessoas de sorte, abençoadas!

Sempre leio-te, sempre me faz bem ler-te.

Muitos beijos meus à tua família!


Amora

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 02/05/2008 02:37  Atualizado: 02/05/2008 02:37
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14627
 Re: A minha filha p/ Pedra Filosofal
Querida poetisa

Obrigado pela partilha
porque sei que o que
escreve vem do fundo do
seu coração....
Maravilhosa Família
Parabéns a todos e meu
beijinho a seus filhos


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 02/05/2008 03:31  Atualizado: 02/05/2008 03:31
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3481
 Re: A minha filha
Oi Amada!

Você tem a sua Margarida e eu tenho a minha Yasmim(o meu jasmim).É um presente participar deste processo de co-criação,que é engravidar.É um presente ver nossas crianças crescerem.Que a Tua Margarida cresça em Luz e Paz.Namastê!

Karla Bardanza

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 02/05/2008 12:02  Atualizado: 02/05/2008 12:02
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3191
 Re: A minha filha
Olá Pedra!
Muito lindo e comovente seu texto, demonstra todo carinho, afago, cuidado com a sua filha. Não existe amor maior, que o da mãe. Meus aplausos por tão belo texto.
Abraços no coração.

Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 02/05/2008 13:03  Atualizado: 02/05/2008 13:03
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: A minha filha
Olá Pedrinha
E é linda sim a tua pequena Margarida! E é lindo sim o amor que sentes crescer dia a dia por ela (por eles).
Mas , Pédrinha só há uma inverdade neste teu belo texto! Te garanto..... Os meus meninos são sim os mais belos do mundooooooooo
Um ternno beijo de mãe e amiga
Rosamaria

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 02/05/2008 13:49  Atualizado: 02/05/2008 13:49
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade: Cacém
Mensagens: 587
 Re: A minha filha
Parabéns à que tem nome de flor e à Mãe.
Texto agradavél com as pausas feitas sobretudo para pensar nos nossos, porque desenganem-se todos:
os meus filhos é que são os mais lindos!!!
Muito a sério, rs,rs,rs...

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 02/05/2008 14:46  Atualizado: 02/05/2008 14:46
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4262
 Re: A minha filha
Pedra, olhando a foto sinto saudades de quando os meus eram pequenos, passou rápido amiga, mas compensa-me ter a Lara minha netinha, que espero
acompanhar por toda a sua infância. São momentos
que ficarão na sua vida e na deles também e sendo
como és uma mãe zelosa e apaixonada com certeza
terão eles um futuro brilhante. Beijos!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/05/2008 16:40  Atualizado: 02/05/2008 16:40
 Re: A minha filha
Belo!!!
Andas a habituar-nos mal

Vou comentar o teu texto com parte de um texto meu sobre as diferentes formas de amar...

(...)

Será que alguém consegue explicar a quem nunca teve um filho, o que se sente quando pela primeira vez ele se mexe em nosso ventre e depois o vemos chegar ao Mundo e o tomamos nos braços entre dor, sangue suor e lágrimas?
Será que alguém consegue justificar este amor incondicional que nos invade nos domina e toma sem resposta possível, mesmo depois de todas as noites não dormidas, de todas as birras e de todas as asneiras que os filhotes resolvem apenas com um sorriso, o que nos deixa sempre tão indefesos?
Consegue definir isto? Não se descreve nem explica... SENTE-SE APENAS E PARA TODA A VIDA, porque um filho é para toda a vida!


Sobre os teus filhos serem os mais belos... hummm tenho opinião diferente!

Beijo!!!!! e PARABÉNS!

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 02/05/2008 17:20  Atualizado: 02/05/2008 17:20
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2094
 Re: A minha filha
Uma ternura comovente...amei!!!!
É de todo merecido e ao mesmo tempo encantador. Registo a qualidade da escrita, com emoção, que me parece evoluir de dia para dia.
Já te disse hoje que gosto muito de ti?
Beijo de Parabéns a ambas

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2008 22:05  Atualizado: 06/05/2008 15:34
 Re: A minha filha
Maravilha de escrita apreciei demais ter divido conosco essa sua alegria, que certamente é impar pelo fato de que embora cada um poderá senti-la, essa é a sua felicidade, portanto, incomparável.

“Filhos, pra que te-los...
Mas se não te-los, como saber??”

Eu tenho um...É bom demais..
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...