Luso-Poemas
Registe-se agora!     Login

Links patrocinados



Utilidades

Consultar

Outros

Quem está aqui

184 visitantes online (112 na seção: Poemas e Frases)

Lusuários: 5
Leitores: 179

Volena, Maryjun, Paulo Gondim, JogonSantos, outonal_idade(s), mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Textos : 

A minha filha

 
Faz hoje sete anos que fui mãe pela primeira vez. Depois de uma gravidez um bocadito atribulada, em que fiquei a tratar a sanita por tu, e onde andava na rua a marcar o meu espaço, e depois de alguns alarmes falsos, com dia marcado, nasceu a bebé mais linda do mundo e arredores. Notem bem. A bebé mais linda. Porque o bebé mais lindo nasceu cerca de dois anos mais tarde. Sim, claro. Os meus bebés foram os mais lindos. Pelo menos para mim que sou a mãe.
A decisão de ter um filho estava tomada desde sempre. Sempre soube que queria ser mãe. E fui abençoada com duas crianças lindas. Ela é a mais velha, ele o mais novo.
Dele vos falarei quando for o dia de anos dele.
Dela falo-vos hoje. Com orgulho. Com carinho. Com muito amor.
A Margarida nasceu num dia de chuva. Lembro-me de estar no quarto à espera de vez para a cesariana e de olhar para a rua e só via água a escorrer pelos vidros. Quando sai da sala de partos e voltei a olhar estava um sol lindo. Só podia ser um bom pronuncio. Nos primeiros dias era comer e dormir. E sujar fraldas, pois claro. Muita fralda se mudou naquela casa. E o meu marido, que era alérgico a pegar em bebés, “medicou-se” e passou a ser sempre ele a tratar dela quando estava em casa. A mim cabia-me alimentá-la. Rapidamente passou a estar mais horas acordada que a dormir. Sempre com aqueles olhos lindos a olhar para nós, sempre muito atenta a tudo quanto a rodeava.
Enquanto ela crescia, também o nosso amor por ela cresceu. Sim, desenganem-se se acham que o amor de um pai ou mãe pelos filhos é logo completo à nascença. Não é. Vai crescendo na mesma medida em que eles vão crescendo. Uma das causas da depressão pós-parto, segundo os entendidos, é mesmo as mães acharem que amam pouco os seus filhos quando eles nascem.
A minha filha sempre foi uma criança obediente, meiga q.b., mas com personalidade forte. Lembro-me que não era preciso ter os detergentes fechados, nem cuidados excessivos lá por casa. Bastava dizer-lhe que não duas ou três vezes que ela nunca mais lá mexia. Ainda hoje é assim. Posso, por exemplo, contar-vos que, quando vai acampar com os escuteiros, é preciso dar-lhe autorização expressa para se sujar. Assim como não é capaz de pedir ou aceitar alguma coisa em casa de conhecidos sem que nos pergunte primeiro. Por outro lado, se as coisas não são feitas como ela quer ou como acha correcto, amua (ou prende o burro como lhe costumamos dizer).
Desde que começou a sua caminhada escolar que demonstra uma avidez pelo conhecimento, colocando-nos, a todos, numa situação, por vezes delicada, porque nem sempre sabemos responder como ela quer. Prefere ver programas sobre animais, sobre como fazer as coisas, sobre o espaço, enfim, programas educativos a desenhos animados. Agora que aprendeu a ler e a escrever obrigou-nos a um trato. Só faz os trabalhos que traz da escola e os que lhe dão no ATL, durante a semana. Ao fim de semana pode fazer uma ou duas fichas dos livros de exercício que seriam para as férias – e que ela acabaria, em duas semanas se deixássemos.
É uma criança extremamente sensível, e que não se esquece das coisas com facilidade. O meu avô morreu quando ela tinha 18 meses. Ainda hoje ela fala dele e diz que gostava de o ter de volta. Muitas noites fui dar com ela a chorar porque sentia a falta do bisavô.
Carinhosa. Muito. Sempre que se deita gosta de nos dizer, a mim, ao pai e ao mano que nos ama. Intervalado com muitos beijos.
Acima de tudo, e apesar de lhe reconhecer defeitos e virtudes, amo-a mais do que à vida. Tal como amo o meu filho. Sejam eles da forma que forem, com o feitio que tiverem, o importante, é que eu os amo, aos dois, e que apenas lhes desejo que sejam felizes.



Stone
***********

Pedra Filosofal
O sonho comanda a vida...


http://stoneartportugal.blogs.sapo.pt/

Autor
Pedra Filosofal
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 3644
Favoritos 0
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
Internet versus privacidade
Redes sociais e (re)encontros
Vale a pena tentar?
Para lá do rosto
A necessidade de escrever
Aleatórios
Magia de Natal
O (in)sucesso escolar
Pais maus
Não foi essa a educação que dei à minha filha
Encontrei um tesouro
Favoritos
A Palavra - Paulo Afonso Ramos
Desconhecido 1 - Quarteto 1111
É para ti que hoje escrevo… - cleo
Um sítio perfeito para dizer que te amo - jaber
LUSO POEMAS - Ledalge
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/05/2008 00:10  Atualizado: 02/05/2008 00:10
 Re: A minha filha
Querida Pedra,
O teu texto é impregnado pelo amor, zelo e senso de observação que só as mães e os anjos têm para com as crianças.
Gostei imenso de conhecer um pouco mais sobre ti e tua linda família!Luz, saúde, paz e muito amor para vocês!
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
Carolina
Publicado: 02/05/2008 00:19  Atualizado: 02/05/2008 00:19
Colaborador
Usuário desde: 04/07/2007
Localidade:
Mensagens: 3023
 Re: A minha filha
Parabéns à menina fofinha e à mãe babada,
por esta data tão festiva...

Os nossos filhos são os melhores
e os lindos do mundo!

Parabéns Pedra

Beijo na menina linda e na mamã que a teve.


Enviado por Tópico
Mel de Carvalho
Publicado: 02/05/2008 00:29  Atualizado: 02/05/2008 00:29
Colaborador
Usuário desde: 03/03/2007
Localidade: Lisboa/Peniche
Mensagens: 1562
 Re: A minha filha
Querida Pedrita,
depois de 2 horas a lutar com o computador para que resolvesse ligar (anda assim), chego finalmente aqui e leio-te. E digo: valeu a pena a luta.
Valeu, minha amiga, porque o que acabei de ler é uma crónica belíssima, quer do ponto de vista da estética linguistica, quer e acima de tudo, do ponto de vista dos afectos.
Ser mãe (ou ser pai) é um acto inacabado ... não é porque os filhos crescem que deixamos de ser responsáveis por e com eles. Jamais. Ser pai ou mãe é sê-lo para a vida. Enquanto aqui estivermos.
É o nosso maior presente da vida. Sem dúvida. Mas também o nosso maior "trabalho". Aprender ensinando. Ensinar aprendendo com eles.

Parabéns Margarida. As maiores felicidades. Parabéns Pedrita.

Um beijo em ambas.
Mel

Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 02/05/2008 00:51  Atualizado: 02/05/2008 00:51
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1971
 Re: A minha filha
E sabes que mais? O mais lindo é o meu!
Agora a sério, gostei imenso deste texto e a tua miúda também vai gostar se o ler. Se calhar até já o leu. É mesmo o auge da nossa vida que se prolonga até ao fim dela, não é? Eu acho que sim e estou a contar com isso.

Valdevinoxis

P.S. Atrás escrevi "Agora a sério,..." mas o que está antes também é a sério!

Enviado por Tópico
Amora
Publicado: 02/05/2008 01:56  Atualizado: 02/05/2008 01:56
Colaborador
Usuário desde: 08/02/2008
Localidade: Brasil
Mensagens: 4318
 Re: A minha filha
Tu e os teus são realmente pessoas de sorte, abençoadas!

Sempre leio-te, sempre me faz bem ler-te.

Muitos beijos meus à tua família!


Amora

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 02/05/2008 02:37  Atualizado: 02/05/2008 02:37
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14521
 Re: A minha filha p/ Pedra Filosofal
Querida poetisa

Obrigado pela partilha
porque sei que o que
escreve vem do fundo do
seu coração....
Maravilhosa Família
Parabéns a todos e meu
beijinho a seus filhos


Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 02/05/2008 03:31  Atualizado: 02/05/2008 03:31
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3418
 Re: A minha filha
Oi Amada!

Você tem a sua Margarida e eu tenho a minha Yasmim(o meu jasmim).É um presente participar deste processo de co-criação,que é engravidar.É um presente ver nossas crianças crescerem.Que a Tua Margarida cresça em Luz e Paz.Namastê!

Karla Bardanza

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 02/05/2008 12:02  Atualizado: 02/05/2008 12:02
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3177
 Re: A minha filha
Olá Pedra!
Muito lindo e comovente seu texto, demonstra todo carinho, afago, cuidado com a sua filha. Não existe amor maior, que o da mãe. Meus aplausos por tão belo texto.
Abraços no coração.

Enviado por Tópico
rosamaria
Publicado: 02/05/2008 13:03  Atualizado: 02/05/2008 13:03
Colaborador
Usuário desde: 10/09/2006
Localidade: Mindelo - Vila do Conde
Mensagens: 1015
 Re: A minha filha
Olá Pedrinha
E é linda sim a tua pequena Margarida! E é lindo sim o amor que sentes crescer dia a dia por ela (por eles).
Mas , Pédrinha só há uma inverdade neste teu belo texto! Te garanto..... Os meus meninos são sim os mais belos do mundooooooooo
Um ternno beijo de mãe e amiga
Rosamaria

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 02/05/2008 13:49  Atualizado: 02/05/2008 13:49
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade: Estoril
Mensagens: 533
 Re: A minha filha
Parabéns à que tem nome de flor e à Mãe.
Texto agradavél com as pausas feitas sobretudo para pensar nos nossos, porque desenganem-se todos:
os meus filhos é que são os mais lindos!!!
Muito a sério, rs,rs,rs...

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 02/05/2008 14:46  Atualizado: 02/05/2008 14:46
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4262
 Re: A minha filha
Pedra, olhando a foto sinto saudades de quando os meus eram pequenos, passou rápido amiga, mas compensa-me ter a Lara minha netinha, que espero
acompanhar por toda a sua infância. São momentos
que ficarão na sua vida e na deles também e sendo
como és uma mãe zelosa e apaixonada com certeza
terão eles um futuro brilhante. Beijos!

Enviado por Tópico
Pedra Filosofal
Publicado: 02/05/2008 16:08  Atualizado: 02/05/2008 16:08
Colaborador
Usuário desde: 17/09/2007
Localidade: Barreiro
Mensagens: 1279
 Re: A minha filha - esclarecimento
Começo por agradecer a todos os que comentaram. Lamento por todos vós. Os meus filhos são lindos mesmo! mais que os vossos E, acima de tudo, mais que a menina da foto que não faço ideia de quem seja. Foi uma foto retirada do site www.photo.net. Lamento ter-vos induzido em erro. Por uma questão de segurança não coloco na internet nenhuma foto dos meus filhos.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/05/2008 16:40  Atualizado: 02/05/2008 16:40
 Re: A minha filha
Belo!!!
Andas a habituar-nos mal

Vou comentar o teu texto com parte de um texto meu sobre as diferentes formas de amar...

(...)

Será que alguém consegue explicar a quem nunca teve um filho, o que se sente quando pela primeira vez ele se mexe em nosso ventre e depois o vemos chegar ao Mundo e o tomamos nos braços entre dor, sangue suor e lágrimas?
Será que alguém consegue justificar este amor incondicional que nos invade nos domina e toma sem resposta possível, mesmo depois de todas as noites não dormidas, de todas as birras e de todas as asneiras que os filhotes resolvem apenas com um sorriso, o que nos deixa sempre tão indefesos?
Consegue definir isto? Não se descreve nem explica... SENTE-SE APENAS E PARA TODA A VIDA, porque um filho é para toda a vida!


Sobre os teus filhos serem os mais belos... hummm tenho opinião diferente!

Beijo!!!!! e PARABÉNS!

Enviado por Tópico
Paulo Afonso Ramos
Publicado: 02/05/2008 17:20  Atualizado: 02/05/2008 17:20
Colaborador
Usuário desde: 14/06/2007
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2086
 Re: A minha filha
Uma ternura comovente...amei!!!!
É de todo merecido e ao mesmo tempo encantador. Registo a qualidade da escrita, com emoção, que me parece evoluir de dia para dia.
Já te disse hoje que gosto muito de ti?
Beijo de Parabéns a ambas

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 05/05/2008 22:05  Atualizado: 06/05/2008 15:34
 Re: A minha filha
Maravilha de escrita apreciei demais ter divido conosco essa sua alegria, que certamente é impar pelo fato de que embora cada um poderá senti-la, essa é a sua felicidade, portanto, incomparável.

“Filhos, pra que te-los...
Mas se não te-los, como saber??”

Eu tenho um...É bom demais..

Login

Usuário:

Senha:

Lembrar-se



Esqueceu a senha?

Cadastre-se agora.

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...