http://spumis.pt/
 
Poemas -> Saudade : 

LEMBRANÇA QUE FICOU

 


LEMBRANÇA QUE FICOU

Uma coisa que qualquer um explica
por que, a juventude, tão longe fica,
e vai se embora, essa época de amor.

Quem viveu ela de maneira sadia,
hoje pode contar numa poesia
como se falasse de uma flor.

Saudosos períodos da puberdade,
tempo que muito deixa saudade,
que nunca morre em nossa mente.

Tempos que esquecer nunca pude,
são tantas lembranças da juventude,
mas não ficou, nenhuma semente.

A Saudades do cérebro não descola,
da mãezinha, e dos amigos da escola,
que o destino, deles nos separou.

Belos tempos, que foram vividos,
que não serão jamais esquecidos,
tempos de flores, que a vida levou

Esqueci alguma coisa? Acho que não,
trago gravado aqui, essa recordação,
se perguntarem , nem sei por que.

Mas posso afirmar uma verdade
o que alimenta essa saudade,
deve ser a lembrança de voce.
GIL DE OLIVE

 
Autor
gil de olive
 
Texto
Data
Leituras
10602
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
3
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ibernise
Publicado: 11/07/2008 05:48  Atualizado: 11/07/2008 05:48
Colaborador
Usuário desde: 04/10/2007
Localidade: Indiara(GO)
Mensagens: 1460
 Re: LEMBRANÇA QUE FICOU
Gostei muito de seu poema, " Lembrança que ficou", caro poeta Gil de Olive.

Versos simples que realçam a juventude com saudade das vivências desta tenra idade. Bem estruturado, apresentando padrão em rima e objetividade.

Destaque:

"...Quem viveu ela de maneira sadia,
hoje pode contar numa poesia
como se falasse de uma flor..."

Parabéns eu recomendo como favorito.

Bjs
Boa Noite amigo

Ibernise

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 11/07/2008 05:52  Atualizado: 11/07/2008 05:52
 Re: LEMBRANÇA QUE FICOU
PRIMEIRO AMOR
Monte do Trigo a viu nascer,
e para Évora foi morar,
aí a vim a conhecer
e com ela namorar.

Estávamos no carnaval,
e no Bocage dançando,
ela estava divinal
e meu coração cobiçando.

Saia branca envergava,
parecia um anjo do céu,
meu coração palpitava
para lhe poder ergueu o véu.

Mascarados nós estávamos,
mas era fácil reconhecer
e então quando dançavamos
nos olhos nos podiamos ver.

Foi grande a emoção,
ela logo me reconheceu,
bateu então meu coração
e amor ali nasceu.

Às tantas da madrugada,
foi quando o baile acabou
e pela mão da mãe amada
para casa regressou.

Com a sua permissão,
eu lhes fiz de companhia
ia a mãe e o irmão
suas primas e uma tia.

No Bairro da Câmara ficaram,
Largo Nossa Senhora da Conceição,
nossos olhares se trocaram
demos um aperto de mão.

Para casa então segui,
levando-a no pensamento,
nessa noite pouco dormi
foi grande o meu tormento.

Ensonado me levantei,
e para o trabalho segui,
ela eu não encontrei
mas carta de amor escrevi.

Nela meu amor declarava,
e namoro eu lhe pedia
era a minha deusa encantada,
e românticamente o fazia.

Nessa noite a entreguei,
trémulo e ansioso,
e pela resposta aguardei
ficando muito nervoso.

Coisas da mocidade,
da juventude irreverente,
com 15 anos de idade
e amor que já se sente.

Foi assim que começou,
esse meu primeiro amor,
sua mãe abençou
com carinho e com calor.

Mas como tudo na vida
tem os seus dias contados
e com a minha saída
deixámos de ser namorados.

Para Macau eu segui
ela por lá ficou,
seu coração eu já não vi,
e outro amor, ela, começou.

Quarenta e quatro anos se passaram,
saudades as tenho comigo,
pois raízes cá ficaram
e sonho sempre contigo.

Fostes e sempre serás o meu primeiro amor,
outros na vida encontrei
cheios de afecto e calor
mas esse recordarei.

Antes era a mocidade
agora a experiência da vida,
estamos na terceira idade
recordando vida vivida.


TAL COMO VOCÊ ILUSTRE POETA FICOU EM MIM ESSA LEMBRANÇA, ADOREI SEU POEMA.

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 11/07/2008 06:32  Atualizado: 11/07/2008 06:32
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14682
 Re: LEMBRANÇA QUE FICOU p/ gil de olive
Querido poeta

Bons tempos lá trás ficram
e no coração foi guardado
para que hoje já crescido
possa nas lembranças ser
a saudade oferecida...
Belo poema

Bejinhos meu
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...