http://spumis.pt/
 
Poemas : 

POEMA DA VIDA REAL

 
Largo meus pertences pelos cantos
Doutrinando ao máximo meus instintos.
Não sendo a donzela que espera no portão
O beijo roubado à luz do dia.
Uma poesia escancara-se em mim como rosa no cio
Como sendo uma chance de provar quem sou
Cansei de tudo! Me renovo aos conta gotas
Hoje, sou esse pequeno pirilampo a iluminar a noite.
Ontem, fui a eremita que se encoxava nos lençóis.
Não sou a heroína que o pintor matizou
Tenho muitos defeitos, mas cavalgo
Pelas mazelas da sociedade
Sem ter um tostão no bolso
Apenas um raro coração
Que por vezes é triturado
E se refaz das falsidades!



(Ledalge, POEMA DA VIDA REAL)


"Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende." (Guimarães Rosa)

 
Autor
Ledalge
Autor
 
Texto
Data
Leituras
5757
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
SMACC
Publicado: 18/08/2008 21:23  Atualizado: 18/08/2008 21:23
Super Participativo
Usuário desde: 23/04/2008
Localidade: Alhos Vedros
Mensagens: 133
 Re: POEMA DA VIDA REAL
Ola amiga parece que este seu poema reflete a maneira como se esta a sentir.
Mesmo assim ta muito bonito

beijo

Smacc


Enviado por Tópico
Zélia Nicolodi
Publicado: 18/08/2008 21:23  Atualizado: 18/08/2008 21:23
Colaborador
Usuário desde: 18/01/2008
Localidade: Curitiba - PR.
Mensagens: 983
 Re: POEMA DA VIDA REAL
Refinado desabafo, minha amiga!!!

Poema forte e bonito!

Beijos de luz e todo o meu carinho...


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/08/2008 13:39  Atualizado: 19/08/2008 13:39
 Re: POEMA DA VIDA REAL
Querida Núria! quer coisa melhor do que ter um raro coração à preferir dinheiro no bolso! Teu coração é de ouro! o poema está com a cara da vida real, mas Núria tem o controle dela "a vida" bjs



Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...