http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Poemas : 

Foi às putas

 
Tags:  poemas  
 
o verbo tem candidiase,
a anal situação é prova
cabal do relaxe entorpecido
de dias a fio em redil,....

terá fisgado o poeta,
terá alienado o que
tinha para dizer,
notas de rodapé que
o verbo esquece por
cima das palavras,....

ufano,
resignadamente imoral,
o verbo sangra chatos,
esteve com duas putas
que entre si não fazem
uma interjeição.....

 
Autor
plinioaugusto
 
Texto
Data
Leituras
2145
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
FabianaDaud
Publicado: 16/10/2008 23:09  Atualizado: 16/10/2008 23:09
Super Participativo
Usuário desde: 22/04/2008
Localidade:
Mensagens: 166
 Re: Foi às putas p/ plinioaugusto
poema de arrombar poetas em toda a moral e quebrar tratados com a beleza. irresignada, a última palavra é poema, em potência de matar à míngua, todos os verbos.


Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 16/10/2008 23:17  Atualizado: 16/10/2008 23:17
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5058
 Re: Foi às putas
A designação não se nota,
O cambiante também não...
Apenas que o poema importa,
chatos, putas e interjeição!

O seu poema é de uma qualidade a destacar.


Enviado por Tópico
DaiSantos
Publicado: 13/11/2008 00:41  Atualizado: 13/11/2008 00:41
Novo Membro
Usuário desde: 12/11/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3
 Re: Foi às putas
Gosto da maneira como as palavras rasgam subtilmente a verdade...

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...