http://www.luso-poemas.net/modules/smartsection/item.php?itemid=3049
 
Poemas -> Sombrios : 

Uma noite triste

 
Tags:  tristeza    gotico  
 
No velório do sol arrancarados meus olhos,
escancarei as chagas em coração reluzente,
Tão distante passeiam nossas crianças mortas,
A sombra de árvores defuntas que as enlaçam,
O fulgor outonal de corpos inanimados.

Nívea face de anjo apodrece no sótão,
Úmido bolor devora o que resta de beleza,
Uma oração entre dentes podres,
Apenas o amor salva,apenas ele destrói.

A lua acariciou-me terna,
Sangue púrpura espirrando no plenilúnio fatídico,
A comoção dos esqueletos bailando no pó
Dos meus últimos sonhos consumidos pela desgraça.

 
Autor
RaimundoSturaro
 
Texto
Data
Leituras
505
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...