Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

215 visitantes online (91 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 10
Leitores: 205

Gyl, Thessica, kripy, Poemices, martisns, Volena, Maryjun, marciocorrea, Gothicum, charliebartolomeu, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Proteção anti-cópia

Protegendo os seus poemas com Tynt

Poemas : 

Oxalá

 
Migalhas destemperadas da vida,
partículas de vivência incontida;
réstias de missão não escolhida,
rescaldo de plenitude sofrida.

Lagoa de água profunda, inodora,
prenúncio de desfalecidas quimeras;
pendor de uma certeza que aflora
alvor de muitas outras primaveras.

Rótulos de temas desconhecidos,
ricos proveitos jamais assumidos
livros que se conhecem de cor...

Leitos pelo tempo esquecidos,
valores que nos são devolvidos,
pedaços de um mundo melhor!...




António MR Martins
Livros:
Ser Poeta, Quase do Feminino, Foz Sentida, Águas de Ternura, Máscara da Luz e Margem do Ser (Temas Originais).
http://poesia-avulsa.blogspot.com/
Sócio APE nº 1227.
Membro Grupo Poético de Aveiro.

Autor
António MR Martins
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 4059
Favoritos 1
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
da pedra o silêncio
Esse teu poema
O tesouro mais valioso
Pranto eloquente
nobre “plágio”
Aleatórios
Luminárias encobertas
Outras margens perdidas
Supremos prazeres revelados
Juventude omitida
A Grandeza da Maternidade
Favoritos
"Certo querer..." - GlóriaSalles
“Chovendo carinho” (Dedicado a Vóny Ferreira) - GlóriaSalles
««Loucos«« - Antónia Ruivo
Quase sensual... - cleo
Alentejo, o ninho da liberdade - RoqueSilveira
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carlos Ricardo
Publicado: 23/02/2009 21:55  Atualizado: 23/02/2009 21:55
Colaborador
Usuário desde: 28/12/2007
Localidade: Penafiel
Mensagens: 1681
 Re: Oxalá
Oxalá que o sentimento que temos e o juízo que fazemos sobre o nosso tempo e o nosso mundo nos conduzam para um mundo e uma vida melhor.
Muito bom.
Abraço.

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:27  Atualizado: 07/03/2009 00:27
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Carlos Ricardo
Carlos,

Oxalá...
e grato pela sua presença e comentário.
Abraço

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 23/02/2009 22:32  Atualizado: 23/02/2009 22:32
Colaborador
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Oxalá
Oxalá a vida não fosse assim, mas muitas vezes as situações repetem-se, e no fundo são essas lições de vida que nos fortalecem.
Muito bom, António.
Destaco...

"Lagoa de água profunda, inodora,
prenúncio de desfalecidas quimeras;
pendor de uma certeza que aflora
alvor de muitas outras primaveras."
Bj
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:29  Atualizado: 07/03/2009 00:29
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/VónyFerreira
Vóny,

Oxalá, mas muitas forças se movem nesse sentido...nós somos as simples pedras do seu jogo.
Muito obrigado.
Beijinho

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 23/02/2009 22:35  Atualizado: 23/02/2009 22:35
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11730
 Re: Oxalá
Oxala todos proclamassem assim e talvez o mundo fosse um sitio melhor para todos e não só para alguns.

Beijos

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:31  Atualizado: 07/03/2009 00:31
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/AnaCoelho
Ana,

Agradeço suas gentis e fortalecedoras palavras.

Beijinho

Enviado por Tópico
Tânia Mara Camargo
Publicado: 23/02/2009 23:41  Atualizado: 23/02/2009 23:41
Colaborador
Usuário desde: 11/09/2007
Localidade:
Mensagens: 4262
 Re: Oxalá
Oxalá todos tivessem a tua consciência,
aplausos! Belo soneto! bjs

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:32  Atualizado: 07/03/2009 00:32
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Tânia Mara Camargo
Tânia,

Grato pelo seu enorme carinho.

Beijinho

Enviado por Tópico
mim
Publicado: 24/02/2009 00:13  Atualizado: 24/02/2009 00:13
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2829
 Re: Oxalá
Primo
Poema com pedaços de qualidade enormes...e só digo...
oxalá!

Beijocas doces

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:33  Atualizado: 07/03/2009 00:33
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/mim
Oxalá prima...e muito obrigado.

Beijinhos

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 24/02/2009 00:17  Atualizado: 24/02/2009 00:17
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14620
 Re: Oxalá p/ AntónioM.R.Martins
Caro amigo

Oxalá Deus nos ouça com este teu soneto
e nos mostre realmente um mundo novo...

Belo...Belo

Beijinhos no coração

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:35  Atualizado: 07/03/2009 00:35
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/ângelaLugo
Ângela,

Seria óptimo...
Minha gratidão pelo seu carinho.

Beijinhos

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 24/02/2009 13:54  Atualizado: 24/02/2009 13:54
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3185
 Re: Oxalá
AntónioM.R.Martins,

Uma reflexão das vivências sobre a vida e o mundo em que vivemos.
Lindo poema.

Bejinho

Fhatima

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:36  Atualizado: 07/03/2009 00:36
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Fhatima
Fhatima,

Meu agradecimento pelo carinho, sempre presente.
Beijinho

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 24/02/2009 17:31  Atualizado: 24/02/2009 17:31
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5588
 Re: Oxalá
Texto maravilhoso Antonio!
Muito profundo em idéa, como a "lagoa de água profunda"!
Muitos parabéns!
Abraço amigo
dill

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:37  Atualizado: 07/03/2009 00:37
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Edilson José
Dill,

Muito amável.
Minha gratidão.
Abraço

Enviado por Tópico
glp
Publicado: 24/02/2009 18:43  Atualizado: 24/02/2009 18:43
Da casa!
Usuário desde: 26/02/2007
Localidade: Belas
Mensagens: 464
 Re: Oxalá
Gostei imenso e vou favoritar!

Beijos

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:39  Atualizado: 07/03/2009 00:39
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/glp
Gonçalo,

Estás a ser generoso em demasia.
Mas agradeço imenso teu procedimento.
Beijos

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/02/2009 19:27  Atualizado: 24/02/2009 19:27
 Re: Oxalá
Um soneto humanista com muitas pistas de esperança! Assim seja!

Abração

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:40  Atualizado: 07/03/2009 00:40
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/JoséManuelBrazão.
Amigo Zé,

Oxalá assim seja.
Meu agradecimento.
Abração

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 24/02/2009 20:09  Atualizado: 24/02/2009 20:09
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 16957
 Re: Oxalá
Que venha esse novo mundo!
Primeiro por suas mãos e em seguida por vontade própria, Oxalá!

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:41  Atualizado: 07/03/2009 00:41
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Vania
Vania,

Que venha ele...
Muito obrigado.
Beijinho

Enviado por Tópico
Moon
Publicado: 25/02/2009 15:02  Atualizado: 25/02/2009 15:02
Super Participativo
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade:
Mensagens: 102
 Re: Oxalá
Oxalá os céus o oiçam, e nos enviem pedaços deste mundo melhor!
Gostei bastante de o ler *

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:43  Atualizado: 07/03/2009 00:43
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Moon
Moon,

E eu gostei imenso do seu comentário.
Muito obrigado.
Abraço

Enviado por Tópico
Nini
Publicado: 25/02/2009 15:54  Atualizado: 25/02/2009 15:54
Super Participativo
Usuário desde: 13/01/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 190
 Re: Oxalá
Pedaços de um mundo melhor que depende de nós...a começar nas palavras e a acabar nos actos.
Belo poema, inspirador...

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:44  Atualizado: 07/03/2009 00:44
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Nini
Anamar,

Agradeço a amabilidade que fez transitar no seu comentário.

Beijinho

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 01/03/2009 16:54  Atualizado: 01/03/2009 16:54
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 10917
 Re: Oxalá
António,
A esperança de ver o mundo mudar e reger-se pelos verdadeiros valores.
Lindo soneto.
Beijinho
Nanda

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:47  Atualizado: 07/03/2009 00:47
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/Nanda
Nanda,

Muito obrigado.
A sua simpatia está sempre emergente.
Beijinho

Enviado por Tópico
AntóniodosSantos
Publicado: 07/03/2009 00:13  Atualizado: 07/03/2009 00:13
Colaborador
Usuário desde: 10/12/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 1001
 Re: Oxalá
Meu Bom Amigo e Homónimo

Antes de mais permita que lhe agradeça o seu simpático convite, para o lançamento do seu livro de poesia... Se Deus quizer lá estarei para lhe dar um grande abraço de parabéns e tembém de AMIZADE... e vou querer ter esse livro autografado pelo meu Bom Amigo...
Há já alguns dias que não tenho tido muito tempo para vir aqui ao luso poemas saudar os/as Amigos/as, embora venha marcar o ponto de vez em quando, colocando mais um poeminha...
Permita que lhe dedique o que hoje acabei de publicar e cujas rimas sairam no fim do almoço... e à falte de melhor foram mesmo escritas no guardanapo... daí o título de «Poesia no guardanapo...« , isto enquanto se bebia a dita bica... Quero convidá-lo a tomar uma bica comigo e porque não limpar-se a este guardanapo... passe a graça...

Bom agora falando do seu soneto, acima, que dizer senão mais uma vez está simplesmente maravilhoso...
Antes do mais eu sou um fã da forma de poética, do «soneto», como já deve ter reparado...
Em seguida porque aprecio muito a sua forma de escrever poesia, sempre carregada de um mixto de lirismo e de mensagem impressionante... e com muita profundidade... Muitos, mas mesmo muitos e sinceros PARABÉNS...

Com um abraço de muita Amizade do outro António

Enviado por Tópico
António MR Martins
Publicado: 07/03/2009 00:53  Atualizado: 07/03/2009 00:53
Colaborador
Usuário desde: 22/09/2008
Localidade: Ansião
Mensagens: 5046
 Re: Oxalá p/AntóniodosSantos
Amigo António,

Eu é que agradeço a sua presença no próximo dia 14, é para mim muito grato.
Agradeço a sua dedicatória. Eu já tinha lido o poema, antes de vir ver este seu comentário. Será motivo de orgulho limpar-me a um guardanapo deste tipo. Já muitas vezes me aconteceu recorrer ao guardanapo para escrever algo para não esquecer, inclusivé poemas ou pequenas frases que mais tarde poderão alicerçar a construção de um qualquer poema.
Agradeço toda a amabilidade para comigo.
Meu abraço

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...