Sonetos : 

Ame sua mãe

 
Tags:  mãe    ausência    choro  
 


Ame a sua mãe quanto mais você puder
Tendo, em troca, o seu deslumbramento
Pois ninguém sentirá tanto seu tormento
E não lhe amará tanto, enquanto ela viver

Nunca deverá deixá-la no esquecimento
Lembre-se que só ela poderá, no entanto
Em suas tristezas, chorar o seu pranto
E sofrer ainda mais com o seu sofrimento

Ame-a, que um dia não a verá por perto
E vai sofrer as desilusões neste deserto
Pela sua ausência deverá chorar, mudo

Vai chamá-la em vão até o final da vida
E caminhará por esta estrada comprida
Com saudade de quem lhe deu de tudo.

jmd/Maringá, 25.02.09



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
4144
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 25/02/2009 16:20  Atualizado: 25/02/2009 16:20
 Re: Ame sua mãe
Eu amo a minha mamãe!Gostei do teu soneto, pois também sou mãe e quero que meus filhos tenham a mesma lucidez do teu texto.
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 25/02/2009 20:27  Atualizado: 25/02/2009 20:27
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11819
 Re: Ame sua mãe
Amar e demostrar esse amor encanto à tempo, na vida não teremos amor igual ao da nossa mãe, excelente conselho poético, vou guardar.

Beijos
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...