http://spumis.pt/
 
Poemas -> Amor : 

VERDADEIRO, ETERNO, DIVINO, AMOR QUE SÓ SABE AMAR

 
O VERDADEIRO AMOR NUNCA MORRE, QUANTO MAIS VELHO MAIS NOVO FICA.
NUNCA ACABA: É COMO A IMENSIDÃO DO MAR, ONDE AS ÁGUAS SE SENTEM SEGURAS
COMO ROCHAS CRAVADAS NAS SERRAS, QUE NUNCA ESTÃO DE CORPO INTEIRO
COMO VENTO IMPERCEPTÍVEL E FORTE QUE SE PRECISO FOR MOSTRA SUA FORÇA
COMO CHEIRO DOS CORPOS NA HORA DO AMOR E QUE SERÁ PARA SEMPRE

O VERDADEIRO AMOR É COMO O VELHO MARINHEIRO
QUE MESMO MORTO ENSINOU AO MAIS NOVO O SEGREDO DO MAR
É COMO O PAI QUE MOSTROU AO FILHO OS PERIGOS DA ESTRADA
É COMO OS OLHOS QUE DERAM AO CORAÇÃO O CAMINHO DA PAZ

O VERDADEIRO AMOR É CÚMPRICE, É AMANTE, É VADIO, ESCORREGADIO E QUENTE
SENTIMENTO CORRENDO NAS VEIAS, GRUDADO NO CORPO SEM HORA PARA SAIR
AMOR DE VERDADE NÃO TEM IDADE, NÃO TEM COR, SÓ TEM BELEZA, SÓ TEM AMOR
AMOR ETERNO, QUASE DIVINO, QUE DE TANTO SABER NÃO SABE ENSINAR, SABE AMAR

AMOR FORTE QUE VEM A CAVALO, DESCE A SERRA, E NUM OLHAR MANSO
CORRE TODO O CORPO DA PESSOA AMADA E SEM NADA FALAR, SEM PEDIR LICENÇA
TOMA CONTA DE SUA VIDA, PRA VIDA INTEIRA, COMO QUEM VIGIA MONTANHA DE OURO
E COM SEU JEITO CALMO E CADA DIA MAIS NOVO, DORME NOS BRAÇOS DO MOÇO

AMOR VERDADEIRO, QUE TEM COMO TESTEMUNHA O SOL, A LUA E AS ESTRELAS
AMOR QUE NÃO SE ACABA, MESMO DEPOIS DA MORTE, CRIADO E ABENÇOADO POR DEUS
QUE UM DIA VAI SE TRANSFORMAR EM DUAS ROCHAS E MORAR NO ALTO DA SERRA
E ABRAÇADOS AO RELENTO VÃO DESAFIAR O VENTO, GRANDE ARQUITETO DO TEMPO


[/size]


Veríssimo

 
Autor
veríssimo
 
Texto
Data
Leituras
6591
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...