Luso-Poemas
Registre-se agora!     Entrar

Links patrocinados



Menu de poemas

Quem está aqui

189 visitantes online (98 na seção: Poemas e Frases)

Escritores: 6
Leitores: 183

A.M., fabiofan, Monstro-daslágrimas , o poeta ea solidão, Keithrichards, Eureka, mais...

Licença

Licença Creative Commons

Poemas : 

Migração

 

O processo migratório se inicia
Abre os braços
Alçada por asas que soluçam
Vôo solo
Sente uma pontada de agonia
Voa no frio
Não canta para que ouçam
Voa muda
Seguindo uma lei imutável
Voa baixo
Deixando uma vida, por outra vida
Voa triste.
Bate as asas ao vento instável
Turbulência
Pois aparta-se de entes queridos
Vôo sentido
Deixando lágrimas na despedida.
E o pensamento...
Voando alto... até você.


o mais importante não se conta, se constrói com o não dito, com o subentendido, a alusão”. (Piglia)[/color][/color]

Autor
Maria Verde
Autor
Textos deste autorMais textos
Rss do autorRss do autor
EstatísticasEstatísticas
 
Texto
Data
Leituras 3174
Favoritos 1
Licença Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
Enviar este texto a um amigoEnviar
Imprimir este textoImprimir
Salvar este texto como PDFCriar um pdf
Partilhar
0
0
0
Recentes
peso
Encontro
RG (reeditado)
Cada dia é um abismo atômico
Eu pescador
Aleatórios
Foi assim...
Amor vencido? (reeditado)
O maior amor do mundo!
Tenho medo do escuro
Voz de trovão
Favoritos
prostituta de mim, prostituida pela palavra - jaber
Do porto - Edilson José
O homem que passa - Edilson José
Rimas de uma vida - Edilson José
Debruçada sobre o muro - Carlos Ricardo
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Antónia Ruivo
Publicado: 02/04/2009 22:36  Atualizado: 02/04/2009 22:36
Colaborador
Usuário desde: 08/12/2008
Localidade: Vila Viçosa
Mensagens: 3906
 Re: Migração
Um alto voo Maria, sentido o voo da despedida, beijinhos

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 02:15  Atualizado: 03/04/2009 02:15
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Alentejana
Sim amiga, é vôo de despedida.
mudanças que a vida requer,
mas procurarei estar o mais presente possível neste canto.
beijos

Maria

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 02/04/2009 22:42  Atualizado: 02/04/2009 22:42
Colaborador
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Migração
Voos rasantes, voos oblíquos, outras vezes impostos, outras quantas, de iniciação, mas o importante é voar... voar em direcção à luz.
Magnifico, Maria!

"Vôo sentido
Deixando lágrimas na despedida.
E o pensamento...
Voando alto... até você."
Beijo
Vóny Ferreira

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 02:17  Atualizado: 03/04/2009 02:17
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Vóny
É uma migração que escolhi!
deixarei pessoas que amo,
mas só na distância. O que é preciosos, o coração leva!
grata!

Maria verde

Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 02/04/2009 23:45  Atualizado: 02/04/2009 23:45
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2094
 Re: Migração
Gostei muito do ritmo de voo deste poema. Para voarmos alto como as águias, temos de deixar para trás tudo o que nos prende à terra e nos faz voar raso como os pardais. Mesmo se há turbulência.
Parabéns!
Bj

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 02:19  Atualizado: 03/04/2009 02:19
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ (re)velata
lembrou bem da águia. conheço um pensamento que diz: Quando a águia se eleva acima do abismo, não pensa em voar... simplesmente sente que está voando!
beijo

maria

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 03/04/2009 00:54  Atualizado: 03/04/2009 00:54
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3473
 Re: Migração
Lindo Maria...

Vá em paz e seja feliz!

beijo

Karla Bardanza

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 02:20  Atualizado: 03/04/2009 02:20
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Karla Bardanza
... obrigada...
beijos

Maria verde

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 03/04/2009 03:42  Atualizado: 03/04/2009 03:42
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17077
 Re: Migração
Maria Bonita

Agora voce me fez lembrar um trecho de um livro:
Chegando a beira de um barranco, ele disse:
-Mas tenho medo, não sei voar...
Pula!
Caiu...e saiu voando...

O vôo te espera no novo e o mesmo vai permanecer,
o medo é só aparente.
Pule!

Beijo na alma
Vania

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 21:40  Atualizado: 03/04/2009 21:40
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Vania
Oi Vania!
Tuas palavras de amizade e apoio
são ternas. Dão força!
beijo querida!

Maria verde

Enviado por Tópico
Edilson José
Publicado: 03/04/2009 12:16  Atualizado: 03/04/2009 12:18
Colaborador
Usuário desde: 12/04/2008
Localidade: SP
Mensagens: 5588
 Re: Migração
...E que leve o maior parceiro sempre neste vôo: o pensamento cristalizado, lúcido e inabalável!!!!
Parabéns pelo texto; de todo meu coração, muita boa sorte!
Beijo querida!
Dill

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 21:42  Atualizado: 03/04/2009 21:42
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Dill
levarei sim. Isso é inabalável!
muito obrigada Dill!
beijos poeta!

Maria verde

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/04/2009 20:10  Atualizado: 03/04/2009 20:10
 Re: Migração
Querida Maria,
A gente vive a migrar sem perceber.Teu poema alça o nosso voo cotidiano.Belo e introspectivo texto.
Bjins, Betha.

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 21:44  Atualizado: 03/04/2009 21:44
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Betha
Querida betha,
é verdade, migramos mesmo sem sair do lugar, quando sonhamos, quando melhoramos, quando amamos.
grata sempre.

Maria verde

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 03/04/2009 20:22  Atualizado: 03/04/2009 20:22
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga - Vila Verde
Mensagens: 7656
 Re: Migração
Gostei tanto do voo poético...Muito sentido. Beijinho, boa sorte e bom fim de semana.

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 21:46  Atualizado: 03/04/2009 21:46
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Roque Silveira
E eu gostei que tivesses gostado!
obrigada Conceição!
beijos pra ti também!

Maria

Enviado por Tópico
Frederico Rego Jr
Publicado: 03/04/2009 20:35  Atualizado: 03/04/2009 20:35
Da casa!
Usuário desde: 15/01/2008
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 326
 Re: Migração
Gostei bastante dessa poesia! Parabéns !

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 03/04/2009 21:48  Atualizado: 03/04/2009 21:48
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Frederico Rego Jr
Olá Poeta!
que bom que gostou!
abraço

Maria verde

Enviado por Tópico
Fhatima
Publicado: 04/04/2009 02:34  Atualizado: 04/04/2009 02:34
Colaborador
Usuário desde: 12/02/2008
Localidade: Curitiba - Paraná
Mensagens: 3186
 Re: Migração
Maria Verde,

Poema realístico, sempre temos que um dia alçar voos e nos separar daqueles que tanto amamos.
Linda poesia.

Beijinhos

Fhatima

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 04/04/2009 18:19  Atualizado: 04/04/2009 18:19
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Fhatima
Oi Fhatima!
Sim, as mudanças são necessárias, e com elas, as escolhas. Quando escolhemos algo temos que deixar algo.
beijo

Maria verde

Enviado por Tópico
PedroGeraldo
Publicado: 04/04/2009 23:25  Atualizado: 04/04/2009 23:25
Da casa!
Usuário desde: 07/03/2009
Localidade:
Mensagens: 311
 Re: Migração
Muito bom esse poema. Gostei muito. Abraços

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 05/04/2009 12:58  Atualizado: 05/04/2009 12:58
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração
Olá Pedro,
que bom que gostou!
grata.

Maria verde

Enviado por Tópico
Garrido
Publicado: 05/04/2009 10:32  Atualizado: 05/04/2009 10:32
Muito Participativo
Usuário desde: 26/04/2008
Localidade: PORTO / AVEIRO
Mensagens: 94
 Re: Migração
Os processos migratórios são fenomenais, não se sabe bem o que os determina, mas quem necessita fazê-lo sabe bem que o deve fazer. Alguns são sem retorno, já outros com. É sempre a natureza a dicidir, sabe-se lá por que artes...

Continuação de boas escritas

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 05/04/2009 13:02  Atualizado: 05/04/2009 13:02
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Garrido
Isso é verdade poeta!
nesse caso é escolha de vida.
deixando entes queridos para trás
mas unindo-se a outros!
abraço!

Maria verde

Enviado por Tópico
Vergílio
Publicado: 05/04/2009 13:18  Atualizado: 05/04/2009 13:18
Colaborador
Usuário desde: 22/03/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 786
 Re: Migração
Sinto no seu poema a força de voar alto!
Um beijo grande
Tomás

Enviado por Tópico
Maria Verde
Publicado: 05/04/2009 13:21  Atualizado: 05/04/2009 13:21
Colaborador
Usuário desde: 20/01/2008
Localidade: SP
Mensagens: 3540
 Re: Migração p/ Tomás
Um voar alto!!!
será que alço!!?
grata por comentar Vergílio
volte sempre!

Maria verde

Login

Usuário:

Senha:

Recordar senha



Esqueceu a senha?

Registre-se gratuitamente!

Leia também

Comentários Recentes

Luso Pensamentos

Frase

É incrível que, no intuito de justificar as nossas crenças, coloquemos Deus na terra e o Homem no céu

(Garrido)



A folha

A folha cai no verão.
( Era folha de papel)
Não consigo pegá-la
Porque o vento é forte
E me leva para longe.

Matheus



Insanidade perfeita

Sinto-me cansada
Já me faltam as palavras!
As que saboreio entre dissabores
Da minha própria loucura
Já não sinto o meu corpo
As vogais consomem-no
Adormece em brandas consoantes
Ficam tantas frases por dizer
Aquelas,
Que já não consigo escrever,
Falta-me a força
A caneta começa a tremer
Soluça.
O meu olhar constrói
O que meu pensamento rejeita
Esta sou eu,
A doce mulher
A insana, poeta...

(ConceiçãoB)



Tempestades

Tudo em mim, são dias de tempestades...
Por isso entrego minha alma à poesia
E meus dias a escrever versos
E meto uns poemas em velhas garrafas
E as levo para as águas intermináveis dos mares
- revoltos e tristes -
E as lanço, na singela esperança
De que um dia alguém os leia
Ainda que meus pés não estejam mais sobre este chão
E meu corpo tenha sido já lançado no ventre desta terra impura
E minha alma tenha também partido
- para a imensidão do infinito com que sonho,
ou para o abismo solitário que me amendronta...

(Vanessa Marques)


vaga-lume

... beijar-te

- era ser
pássaro azul
dedilhando ugabe

era levitar
beber das nuvens
e desfolhar os céus

era um doce caminhar
sem tocar o chão
estirpes desaguando
em aljôfar...

era dédalo a calar-me
se acontecia
cascata de sonhar-me
na boca que feliz
se fenecia

- e era livre
sendo chama
toda asas
vaga-lume
brilhante
como quem ama.

(RoqueSilveira)


Nós de poesia

A vida é feita de incompletudes...
Como os bares de mesas vazias
Nas calçadas
Ou as longas estradas
Repletas de nada dos dois lados

Ainda assim, escrevo
Mesmo sabendo que em mim
desatam-se nós de poesia
E atam-se outros em seguida.

O fato é que
Daquilo que me resta
Faço-me humanamente completa
meramente humana...

(Vanessa Marques)



Frase

"Amor" é o presente dado sem esperança de retorno,
e o que esperamos é apenas que não seja rejeitado

(Junior A.)



Frase

Como posso explicar
Esta dor
Invasora
Da minha alma
Senão dizer
Que és a mentira
Mais verdadeira
Da minha vida...?

(Raquel Naranjo)



Frase

O amor é como a justiça:
Injusto e cego.

(TrabisDeMentia)



guardanapos

do nosso beijo,
muralhas

do nosso amor,
migalhas

do nosso verbo,
mortalhas

dos nossos papos
poemas
em guardanapos

(Niké)



Sexto sentido

Tenta ouvir o silêncio...
Ver a luz na escuridão profunda...
Cheirar o aroma da mais pura água...
Sentir a textura do vento...
Saborear a doçura do sal...
Quando o conseguires...
Irás te descobrir...

(gera)



Só saudade

Dor que sente
Dor que não se mede
Que vai e vem

Com a vida vou rolando
Com a dor vou buscando
Talvez alívio...

Quando doer que seja
Sem deixar morrer
Só saudade...

(amasol)



A foz

Se cada coisinha que eu sei correspondesse a um rio... E se cada um deles desaguasse na mesma foz...Esta não teria senão o tamanho de uma bacia bem pequenina na qual eu refresco os meus cansados pés. Os rios seriam tão curtos quanto a minha felicidade, tão estreitos quanto a minha existência, tão secos quanto a minha solidão. Mas talvez, talvez bem no fundo da bacia, talvez para lá das lágrimas turvas, e para que eu me possa orgulhar, talvez sorriam dois peixinhos, que eu, apesar da distância possa contemplar! E quem sabe... Uma flor se incline e faça nascer, na foz uma flor que eu possa colher!

(TrabisDeMentia)
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...