http://spumis.pt/
 
Poemas : 

MÃE AUSENTE

 
Mãe ausente
Os braços longínquos
O rosto surrado
Queria ter o dom de flutuar
E ser expulsa pelos ventos do carinho
Pra lá das correntezas humanas!
Mãe ausente corporalmente
Mãe do tempo
Mãe da solidão
Mãe das angústias
Mãe que amamentou
Que pegou no colo
E que foi parida
Pelas dores uterinas
Pelas dores vividas
Num vácuo de saudade!



"Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende." (Guimarães Rosa)

 
Autor
Ledalge
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3220
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 10/05/2009 01:36  Atualizado: 10/05/2009 01:36
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2158
 Re: MÃE AUSENTE
Maravilhosa homenagem,o amor materno sempre nos acompanha,mesmo em uma ausencia fisica eterna,mesmo na dor da saudade.Muito lindo, beijos Lu


Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 10/05/2009 11:25  Atualizado: 10/05/2009 11:25
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 11858
 Re: MÃE AUSENTE
Mesmo ausente é um amor que sempre se sente, belo poetar.

Beijos
Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...