http://spumis.pt/
 
Poemas -> Saudade : 

Saudade do meu Avô

 
Hoje, um ano em vácuos de abraços!...
Em olhares escurecidos pela saudade
Em lágrimas teimosas em cascatas
Sinto frio, vozinho!
O vento gela o meu sorriso...
Como essa vida nossa é ingrata!
Achamos, Vô, que somos donos do mundo!
Nada disso! Não somos donos nem dos nossos narizes...
Parece que foi ontem, Vô, que eu era tão pequena, franzina e tão chorona...
E vinhas me dar carinho e me fazer levantar dos muitos tombos.
Lembro-me dos passeios de bicicleta e do esforço que o senhor fazia pra me fazer correr contra o vento!
Eu me sentia protegida e tão feliz!
Mas, um dia, vi que a vida não era assim tão mágica e cresci...meu corpo espreguiçou-se e tive que caminhar sozinha...
E quando pensava que a morte era falácia...perdi o seu colo!
E como sinto aqui esse vácuo imenso chamado saudade!

Durma bem meu querido Avô!

26 de maio de 2009, um ano sem a tua presença física.


"Mestre não é quem sempre ensina, mas quem de repente aprende." (Guimarães Rosa)

 
Autor
Ledalge
Autor
 
Texto
Data
Leituras
51396
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
12
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fernandobarbosa
Publicado: 26/05/2009 23:54  Atualizado: 26/05/2009 23:56
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2008
Localidade:
Mensagens: 698
 Re: Saudade do meu Avô / Ledalge
Felicito-a pela coragem, pela determinação com que soube tão bem descrever a beleza do seu ente querido, do seu avô que na eternidade vive, mas sempre presente está na sua vida.

Somos tão pequeninos na nossa curta existência terrena, e valorizamos ainda mais a vida, quando sentimos a perca de alguém a quem muito amamos.

Senti que o mundo desabava sobre mim, quando perdi o meu avô com a idade dos meus 14 anos.
Foi como perder parte de mim, perder parte da minha própria vida...no entanto temos que aceitar, embora custe que afinal nem tudo se perde...ficam sempre as boas recordações, por elas todos os dias renascemos, quando recordamos quem tanta falta ainda hoje nos faz.

Felicito-a, como mulher corajosa, pois com saudade e amor por seu avô, trouxe-o à sua memória, ao recordá-lo, pelo amor imenso que a ele tem.

Com amizade:

Fernando.


Enviado por Tópico
Henricabilio
Publicado: 27/05/2009 00:02  Atualizado: 27/05/2009 00:02
Colaborador
Usuário desde: 02/04/2009
Localidade: Caldas da Rainha - Portugal
Mensagens: 6963
 Re: Saudade do meu Avô
Olá Nuria! Um bela e sensível homenagem! Já perdi todos os meus avós; aliás no Recanto (não sei se te lembras) em dois textos homenageei a ultima das minhas avós a partir. No entanto possuo inédito um soneto que dediquei à pessoa da minha vida: o meu avó paterno. Esse soneto possue uma carga sentimental impossível de explicar - pelo menos sinto isso. Acho que existem fatos da nossa existência que nos marcam para sempre e são acontecimentos similares que nos fazem criar poesia como quem pinta. Um grande abraçooo! Abílio


Enviado por Tópico
Nitoviana
Publicado: 27/05/2009 01:00  Atualizado: 27/05/2009 01:01
Colaborador
Usuário desde: 10/04/2009
Localidade:
Mensagens: 648
 Re: Saudade do meu Avô
Escrita sentida duma saudade que é também um prazer teres tido um avô que te soube dar tudo o quanto descreves aqui e que ao lembrares, garantidamente, voltas a sentir.
Ele não te deixou, ficou contigo no carinho com que te lembras dele, no carinho que ainda ele te dá e no carinho que vais espalhando por quantos te rodeiam.
Um beijo com carinho


Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 27/05/2009 04:50  Atualizado: 27/05/2009 04:50
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14682
 Re: Saudade do meu Avô p/ Ledalge
Querida amiga

Esta dor desta saudade é tão doída
que muitas vezes nos sufoca e caem
as lágrimas pela saudade de tempos
tão maravilhosos passados e logo em
seguida sorrimos por termos lembranças
maravilhosas deste tempo...
Há seis anos exatamente nesta data perdi
minha mãezinha querida, compartilho contigo
esta imensa saudade...

Beijinhos doces n'alma


Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 27/05/2009 11:29  Atualizado: 27/05/2009 11:29
Colaborador
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Saudade do meu Avô
É com muita emoção que comento este teu belo texto, onde a saudade e a tristeza imperam, em cada desabafo inerte silenciado nas palavras.
O meu avô materno teve uma importância PRIOMORDIAL
no meu desenvolvimento. Pela sua ternura e presença constantes.
Bem hajas, querida amiga!
E não fiques triste. Lá, onde as pombas brancas sobrevoam as almas boas, lá... de cima, o teu avô e o meu, por certos nos sorriem...
Bj
Vóny Ferreira


Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 27/05/2009 12:06  Atualizado: 27/05/2009 12:06
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 10978
 Re: Saudade do meu Avô
Ledalge querida,
Nesse amor transcendental que vos une ele continua velando por ti e emanando luz para tua vida. Estou certa de que a sentes.
Beijinhos na alma
Nanda

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...