« 1 (2) 3 4 5 ... 128 »
Offline
AjAraujo
A coragem tem nome de anjo: Arcanjo (AjAraujo)
Que a forca, que te cala, Não sublima em nós, a fala, Contra toda a injustiça desumana Que ousas...
Enviado por AjAraujo
em 27/03/2016 19:19:04
Offline
AjAraujo
Árvore da vida (AjAraujo)
Árvore da vida, escreve cada lida, sombra d'acolhida Árvore da vida, não se dá por venci...
Enviado por AjAraujo
em 27/03/2016 16:26:17
Offline
AjAraujo
A imagem de meu pai (AjAraujo)
A imagem de meu pai bem moço, com seu quepe preferido, suas grossas sobrancelhas, fino e aparado...
Enviado por AjAraujo
em 11/03/2016 01:28:05
Offline
AjAraujo
Acha & Sombra (AjAraujo)
quando pouso o machado, e sangro teu frondoso tronco no espaço por mim deixado não é somente uma...
Enviado por AjAraujo
em 04/03/2016 09:41:29
Offline
AjAraujo
Sertania (AjAraujo)
Nesta sertania, sem agonia, curei a hérnia, com ironia Nesta astenia, sem ufania, beijei Petúni...
Enviado por AjAraujo
em 04/03/2016 00:39:37
Offline
AjAraujo
Nem poema tento (AjAraujo)
Vento, nem tento, Chamar nesta calmaria Lento, nem invento, Chegar nesta pizzaria Bento, nem ...
Enviado por AjAraujo
em 04/03/2016 00:14:16
Offline
AjAraujo
Etérea (AjAraujo)
Viaja - mente, plantando semen -te relaxa - mente fluindo etérea - mente. chegando só - mente...
Enviado por AjAraujo
em 01/03/2016 11:02:18
Offline
AjAraujo
Maldita azia (AjAraujo)
Nada havia, pouco ou nada me dizia, Tudo desfazia rouco ou louco pobre Luzia Nada insurgia r...
Enviado por AjAraujo
em 01/03/2016 10:50:04
Offline
AjAraujo
O Cemitério Marinho (Paul Valéry)
Esse teto tranqüilo, onde andam pombas, Palpita entre pinheiros, entre túmulos. O meio-dia just...
Enviado por AjAraujo
em 28/02/2016 01:06:33
Offline
AjAraujo
Passa-se a Vida Temendo ou Desejando a Morte (Paul Valéry)
A morte pode dar ensejo a dois sentimentos opostos: ou fazer pensar que morrer é tornar-se o m...
Enviado por AjAraujo
em 28/02/2016 00:52:42
Offline
AjAraujo
A Contagem do Tempo Prejudica a Criatividade (Paul Valéry)
Os povos primitivos não conheciam a necessidade de dividir o tempo em filigranas. Para os antig...
Enviado por AjAraujo
em 28/02/2016 00:43:48
Offline
AjAraujo
As janelas (Charles Baudelaire)
Aquele que olha de fora através de uma janela aberta não vê nunca tantas coisas quanto aquele q...
Enviado por AjAraujo
em 24/02/2016 00:47:43
Offline
AjAraujo
Lua sinistra e embriagante (Charles Baudelaire)
Eu a compararia a um sol negro, se pudéssemos conceber um astro negro que vertesse luz e felici...
Enviado por AjAraujo
em 24/02/2016 00:38:27
Offline
AjAraujo
Os mochos (Charles Baudelaire)
Sob os feixos onde habitam, Os mochos formam em filas; Fugindo as rubras pupilas, Mudos e quiet...
Enviado por AjAraujo
em 24/02/2016 00:29:06
Offline
AjAraujo
Infinito amor (AjAraujo)
Um olhar sobre o universo Nuvens pastoras, Um céu de anil, Montanhas verdejantes, Murmurinho...
Enviado por AjAraujo
em 10/02/2016 16:05:05
Offline
AjAraujo
Carol (AjAraujo)
É azul teu céu! Doce teu lago Verde teu bosque Suave teu jeito... E apontas, Chamas, Sorris, A...
Enviado por AjAraujo
em 10/02/2016 13:58:51
Offline
AjAraujo
Versos são como melodias... (AjAraujo)
Em ritmos celestiais - cósmica dança de astros - O homem primitivo aprendeu a viver com os cicl...
Enviado por AjAraujo
em 10/02/2016 13:27:10
Offline
AjAraujo
Espiral do tempo (AjAraujo)
"Este tempo" que vivemos foge ao arraigado conceito de tempo convencional, tanto se...
Enviado por AjAraujo
em 09/02/2016 10:25:24
Offline
AjAraujo
O menino, o sonho, os livros (AjAraujo)
o menino e os sonhos que encontra, nos livros os sonhos, que nos livros encontram os meninos...
Enviado por AjAraujo
em 07/02/2016 19:06:25
Offline
AjAraujo
Arte transcende (AjAraujo)
quando arte transcende condição de natureza morta pra beleza viva...
Enviado por AjAraujo
em 07/02/2016 19:03:05
« 1 (2) 3 4 5 ... 128 »

Links patrocinados

Posts relacionados, Plugin for WordPress, Blogger...