Pedidos de casamento

Os pedidos de casamento mais originais seleccionados pelos nossos poetas.

A mulher mais linda do mundo [1]

 
A mulher mais linda do mundo  [1]
 
 
Ti observo todos os dias
Meus olhos são somente para você
É meu coração quem ti quer
Você ilumina a minha vida
São palavras de amor expressadas por muito te amar

Você é extrema, em forma de estrela
A mulher mais linda do mundo
De o céu você surgir uma linda mulher toda brilhar
Acordo todos os dias com vontade de te beijar
Nunca querida irei ti esquecer, deixa-me te desejar
Para mim você é tudo

Nossos sentimentos são sentido pelo silêncio de nossas peles
Aqueles sentires sensuais, sensíveis
Com você momentos inesquecíveis
Eu te amo, eu te quero, te venero
Casa comigo, seremos felizes para sempre
Cada hora, cada segundo, instantes notáveis
O nosso amor são sentimentos memoráveis

Autor: martims
JOSÉ CARLOS RIBEIRO
06/06.2014
 
A mulher mais linda do mundo  [1]

ELE O BEIJA-FLOR! ELA O GIRASSOL! [1]

 
ELE O BEIJA-FLOR!  ELA O GIRASSOL! [1]
 
Veja vocês quanta
Alegria neste enlace!
Notem o riso em cada face:
Ela... (Karen),
Ele... (Paulo),
Em rumo certo...
Unem-se de coração aberto,
Um só pensamento,
O mesmo sentimento
Entre seus sonhos:
Ser eternos namorados!
Tornarem-se um só.
Ah! Como é bom amar
E saber que é amado!...
Tudo acertado e, mais um
Casal que Deus escreveu
Sua história...
Para ficar na memória.
E hoje, corações arfantes
Na maior euforia...
Plena paz e harmonia
Um sonho se concretiza,
Como é sublime o amar!
Ele o beija-flor!
Ela o girassol!
A eterna primavera,
Em cada por do sol...



Imagem Google!
 
ELE O BEIJA-FLOR!  ELA O GIRASSOL! [1]

SIM, ACEITO ESCREVER CONFIDÊNCIAS EM GUARDANAPOS [1]

 
SIM, ACEITO ESCREVER CONFIDÊNCIAS EM GUARDANAPOS [1]
 
Tão urgentes,
apaixonados sem prudências -
rabiscamos nossos corpos,
as paredes,
as folhas dos jardins e
até telas de cinema!
Sim,
podemos ser os traços retos da chuva
e as curvas das nuvens..
Porque a principal regra do amor
é não ter regras!
Tu,
revistas este coração como se
quisesse encontrar a arma fatal.
E quando o céu descortina o escuro
venda a alma
que se esparrama na cama como estrelas,
e com gentilezas de trovador,
guarda minhas luas no bolso...

Nunca será necessária nenhuma palavra,
nenhum pedido formal...

E eu aceito
que promova uma devassa entre os corpos
com a sede
que se bebe em uma única taça...
como se encostasse a fome
perto da boca.

Meu ventre
vórtice divino,
nossa comunhão,
teu ninho de criação de galáxias...

Sim,
eu aceitei orbitar ao teu redor,
fazer dos meus passos as tuas pegadas
ter nossas mentes o centro do nosso mundo
enquanto pulsarmos na mesma frequência!

Mas de verdade,
a única promessa que fizemos,
é que,
quando tudo for sossego,
devolverás minhas luas e
seremos o espelho das ruas que traduzimos,
mesmo que estejamos embriagados de cafés e fins de tarde...
com alegria de espantar pombos e jovens...
nossas mãos eternamente entrelaçadas
serão um tinteiro
e uma pena...

Até que enfim,
sejamos só
uma serena confidência rabiscada
apenas
em guardanapos...

Texto escrito em outras eras...
 
SIM, ACEITO ESCREVER CONFIDÊNCIAS EM GUARDANAPOS [1]

Casas-te comigo? [1] Não digas não

 
Casas-te comigo?

Ofereço-te todo o meu amor,
Vou pôr em tuas mãos a minha vida.
Não me digas não, por favor:
Casas-te comigo Ó querida?

Tu minha amada és a preciosa flor,
Mais perfumada e a mais bem-nascida.
Permitas-me que eu seja teu beija-flor
E que jamais te deixe esmaecida.

Prometo cuidar de ti com carinho,
Não deixar-te só um segundinho;
Pois é de ti amor que eu preciso.

Ah, meu amor eu te amo tanto,
Então cantemos juntos este canto
E façamos desta união o Paraíso!
 
Casas-te comigo? [1] Não digas não

Um pedido ao por do sol [1]

 
Mais de uma vez havia pensando em tornar real o significado daquela palavra. Muitas vezes, muitas vezes mesmo, os sons dos gonzos das pesadas portas girando pareciam lânguidos, numa malicia quase inocente.

Rindo, sentou-se. Seis corvos voavam, anunciando os primeiros pingos da chuva de verão. Percebeu que estavam algo descontrolados. Ao sol poente, a terra não parecia assim tão compacta como deveria ser se observados os parâmetros da ISO 9001.

Respirou fundo quando ela chegou. Percebeu, algo entristecido que tudo estava mais vazio, os ratos já haviam roído o caixão e foram embora, restou apenas uma súplica, como que saindo dos olhos dela, decretando o final dos dias e noite tão solitários de longa data.

Repassou mentalmente as recomendações do mentor. Deveria tomar cuidado com o escuro do celeiro e com os pregos. Jamais roeriam cravos de metal, em que pese devorassem toda a madeira. Deveria aguardar o por do sol sem adormecer; na vigília constante, o êxito da empreitada, a manutenção da própria felicidade assim como a conhecia atá então.

Tomado de coragem, abriu os olhos e finalmente disse:

- “ Casa comigo? –
 
Um pedido ao por do sol [1]

Casa Comigo? Casa [1]

 
Quando te conheci você era só meu amigo,
O tempo foi passando lentamente nos conhecendo,
Você falava de carinho de amor da paixão,
Mas eu boba menina achava q não era de mim que falava,
Cada sorriso seu...
Alegrava meu coração
Cada carinho seu...
Meu rosto sentia seu toque,
Beijos...
Não podia sentir, você estava distante,
Com tempo fui me apaixonando por você,
Fui ficando boba, amando como nunca,
Hoje nosso amor é lindo, cheio de caricias, de sedução, de paixão,
Minhas noites são longas, as vezes a insônia é minha companheira,
Com você faço planos, me encontro no futuro te amando como um vulcão em chamas
E nesses planos me vejo linda com vestido branco entrando na igreja,
E você mais lindo que nunca me espera ansioso,
Mas para que isso aconteça preciso saber:
Casa comigo?
 
Casa Comigo? Casa [1]

DIGA SIM PARA MIM! [1]

 
DIGA SIM PARA MIM! [1]
 
O amor é como o sol nascente...
Como quem precisa ser abrasado.
Aos poucos renasce suavemente,
Como quem quer ser desnudado.

Quão bom é desnudar o amor quando
Se instala n'alma transbordando
Como um Vesúvio lavas de amor.
Que encanta,domina 'alma com fulgor.

Assim eu penso em te querer, não
Apenas por uma vez, mas por toda
Vida, meu amor por ti vem do coração.
Já criamos vínculo, sou encantada...

És o meu deus Olimpo, ao teu lado
Ouço canções ao som da lira, sonhos
Mil, delírios: primaveris enamorados...
Entretanto vivemos contentes compomos

A mais bela arte de amar " EU TE AMO"!
Encontrei alguém que transformou o meu viver,
Seguir sozinha já não consigo, meu bem-querer.
Case-se comigo! Porque até agora não? Me amas?
Entrego-te minha vida para ti para sempre sim!

Te enlaço até que a morte nos separe
Ainda trago comigo todo encanto e a magia,
Do encontro primeiro quando te vi pela
Primeira vez...Diga que sim para mim!
E seremos eternos namorados...

Texto criado para o concurso! Seguindo o tema em pauta.
 
DIGA SIM PARA MIM! [1]

Vai aceitar casar comigo?... Não! Não Diga Não! [1]

 
Vai aceitar casar comigo?... Não! Não Diga Não! [1]
 
A vida, a tempo: quanto tempo...
Quase morte. É, e a minha sorte?
Esperança que ainda existe.
No meu âmago...
Insiste, persiste nunca desiste.
Nasce todo dia em dias insones.
Um sonho constante de se realizar.
(CASAR)! Mas como encontrar...
Um amor verdadeiro. Não! Não! Eu não
Falo de cara metade, mas de realidade.
Pois a minha cara metade encontra-se
Comigo... Cheia de defeitos e acertos!
Entretanto guardo carinho, amor, o melhor
Perfume que é aquele que vem da minha
Essência doce e aromática.
Guardo o melhor do beijo do pejo do meu sorriso
Que tem o sabor dos favos de mel.
Tenho preferência pela autenticidade (MARIDO)
Normal, não tenho preferência de cor e / ou idade.
Basta-me que seja humano romântico e carinhoso;
...Que não tenha receio de seus medos, sonhos,
E livre do passado... Sem culpas! Um amor de realidade
E liberdade. No enlace desfrutaremos do melhor do vinho
(ALEGRIA) desvendaremos nossos mistérios e desejos
Mais íntimos na intima intimidade. E em cada êxtase...
Sorriremos felizes... Beijamos , brincamos, sorrimos...
E se necessário for: choramos juntinhos.
Vai aceitar casar comigo?... Não! Não Diga Não!

08/06/2014

Texto criado para o concurso.

08-06-14
 
Vai aceitar casar comigo?... Não! Não Diga Não! [1]

CONVITE ACEITO! [1]

 
CONVITE ACEITO! [1]
 
Meu doce...
Podes cantar
O amor!
Convite aceito!
Recebo-te como
Marido, pois
O amor habita
Em meu ser.
Agora apenas
É um início de uma
Nova vida;
Quis o destino assim:
Quando Deus te
Colocou no meu
Caminho!
Aquieta agora,
Pois o teu coração.
Que brilhe o teu olhar
Como as estrelas
Junto ao luar!
Do nosso amor...
Florescerá flores
Do nosso jardim
De jasmim e sonhos
Multicor como beija
Flor ao pousar numa Flor...
Teu jeito doce de ser:
Tão terno, faz de mim;
Uma abelha rainha...
Uma mulher completa nas
Horas mais incertas!
Vida minha! EU TE AMO!
LOUVO A DEUS...
Por ter te posto em minha Vida.
 
CONVITE ACEITO! [1]

Me leva, me leva... [1]

 
Me leva, me leva... [1]
 
Me Leva, me leva...

Se não te esqueço é porque te amo
Dia e noite estou pensando em ti.
A todo instante o teu nome chamo
Bendigo o dia que te conheci.

Naquele instante eu me apaixonei
E dentro de mim me pus a pensar
É esta a mulher que sempre sonhei
Com ela eu sei que quero casar.

Então sem demora sua mão segurei
E um poema de amor a ti declamei
Os versos fluíam e bailavam no ar.

Teu corpo e o meu ambos tremiam,
Tua boca calava, mas teus olhos pediam:
Me leva, me leva, me leva pro altar!

ATENÇÃO: Você que visitou a minha página e leu este poema. Se gostou, por favor clique no botão POSITIVO, se não gostou clique no NEGATIVO. Seja qual tenha sido sua opção eu agradeço.
Abraço e volte sempre.
Roberto Jun
 
Me leva, me leva... [1]